Subscribe:

26 de maio de 2016

Delação da Odebrecht vai “pegar” Dilma, diz Sarney em gravação


EX-PRESIDENTE CONFIRMA SUSPEITAS, ODEBRECHT DEVE ENTREGAR PARTICIPAÇÃO DE DILMA NO ESQUEMA
Em novos diálogos revelados entre o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e o ex-presidente José Sarney, os dois conversam sobre formas de ter acesso ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Em outro trecho, Sarney também fala que uma possível delação da Odebrecht poderia implicar a presidente Dilma Roussef por conta de pagamentos ao publicitário João Santana.Em um trecho das gravações, de 10 de março, Sarney cita o nome do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Cesar Asfor Rocha, como alguém que teria proximidade com Teori. As gravações demonstram o que muitos já previam, há envolvimento direto de Dilma no esquema do Petrolão. Sergio Moro deve agir rapidamente após a homologação da delação.

Confira os diálogos:
MACHADO – Porque realmente, se me jogarem para baixo aí… Teori ninguém consegue conversar.
SARNEY – Você se dá com o Cesar. Cesar Rocha.
MACHADO – Hum?
SARNEY – Cesar Rocha.
MACHADO – Dou, mas o Cesar não tem acesso ao Teori não. Tem?
SARNEY – Tem total acesso ao Teori. Muito muito muito muito acesso, muito acesso. Eu preciso falar com Cesar. A única coisa com o Cesar, com o Teori é com o Cesar.

Em outro gravação, no dia 11 de março, estavam presentes Sarney e o presidente do Senado, Renan Calheiros. Ainda falando sobre como chegar a Teori, o grupo cita o advogado Eduardo Ferrão.

SARNEY – O Renan me fez uma lembrança que pode substituir o Cesar. O Ferrão é muito amigo do Teori.
RENAN – Tem que ser uma coisa confidencial.
MACHADO – Só entre nós e o Ferrão.

Em outra conversa com Sérgio Machado, em que foi discutida a delação de executivos da Odebrecht, o ex-presidente José Sarney fala sobre o risco do processo atingir a presidente Dilma Roussef.

SARNEY – A Odebrecht […] vão abrir, vão contar tudo. Vão livrar a cara do Lula. E vão pegar a Dilma. Porque foi com ele quem tratou diretamente sobre o pagamento do João Santana foi ela. Então eles vão fazer. Porque isso tudo foi muito ruim pra eles. Com isso não tem jeito. Agora precisa se armar. Como vamos fazer com essa situação. A oposição não vai aceitar. Vamos ter que fazer um acordo geral com tudo isso.
MACHADO – Inclusive com o supremo. E disse com o Supremo, com os jornais, com todo mundo.
SARNEY – Supremo … Não pode abandonar.

Lei Rouanet financia com R$7,5 milhões “Cartilhas para divulgar o Islamismo” para crianças

COM O ADVENTO DA CPI DA LEI ROUANET, MAIS ESCÂNDALOS COMO ESTE SERÃO DE CONHECIMENTO DE TODOS

A farra com o dinheiro dos pagadores de impostos feita pelo Ministério da Cultura (MinC) continua. O MinC ofereceu, ainda sob o governo Dilma Rousseff, parecer favorável para a captação via Lei Rouanet de R$ 7.095.007,39 para a organização da exposição “1001 Invenções: descobrindo o duradouro legado da civilização muçulmana”, idealizada pelo “1001 Inventions Ltda”, de Londres (Reino Unido), a ser realizada no “Catavento Cultural e Educacional”, em São Paulo, no período de 29/08/2017 a 03/12/2017. Resta apenas que a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprove o parecer em sua 245a reunião, a qual deve acontecer nos próximos dias 7 a 9 de junho, em Brasília.

De acordo com a justificativa oferecida pelo projeto (e aprovada pelo MinC), “O projeto foi idealizado por Ahmed Salim, um jordaniano radicado em Londres, com a finalidade de descortinar esse passado (muçulmano) encoberto pelos acontecimentos atuais e pelo próprio modo como foi contada a história ocidental.” Além da exposição, que deve durar três meses, o projeto também prevê a entrega de 115 mil cartilhas para os estudantes de 7 a 17 anos que visitarem a exposição.
(Instituto Liberal de São Paulo)

Marido de Marieta Severo recebia R$91.000 por mês do governo


De acordo com uma matéria publicada no site ‘Diário do Brasil’, o marido da atriz Marieta Severo, o diretor de teatro Aderbal Freire Junior, tinha um alto cargo na Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O site diz que ele recebia R$ 91 mil por mês, salário mais alto até do que a maioria do casting da TV Globo. A EBC comanda diversos veículos de comunicação, o principal deles é a TV Brasil, que traça na audiência. O salário do diretor teatral era cinco vezes maior do que o presidente da própria EBC, Ricardo Melo. Ele entrou na justiça para tentar voltar ao posto, alegando que tinha direito ao cargo por quatro anos e que a troca de presidentes não deveria interferir nas empresas públicas e nas eleições democráticas feitas dentro delas.
“O caminho iniciado por Lula e continuado por Dilma é o da primavera de todos os brasileiros”, teria dito Marieta Severo recentemente, demonstrando assim que ela apoia a presidente afastada do poder Dilma Rousseff e é contra ao atual presidente em exercício Michel Temer. O peemedebista avisou que fará um verdeira revolução na comunicação pública e que não vai parar na EBC. A verba de publicidade destinada a blogs políticos, por exemplo, deve ser extinta ou diminuída a quantias ínfimas ao que é pago hoje. Segundo interlocutores de Michel, o objetivo do presidente é gastar dinheiro em sites que tenham realmente conteúdo jornalístico e não de opinião.
Cargos ameaçados
O marido de Marieta Severo é só um dos grandes exemplos de salários altos no setor público. No entanto, isso pode acabar. Na EBC, os maiores salários devem ser cortados. Recentemente contratado, o jornalista Sidney Rezende, que apresenta um programa na Rádio Nacional, seria um dos nomes que corre o risco de ser demitido. Ele ainda continua no cargo. Nas redes sociais, Sidney já defendeu diversas vezes Dilma, motivo que teria levado sua demissão na Globo News. O canal a cabo nega essa informação e falou na época em reformulação de equipe. Rezende era um dos “fundadores” do canal de notícias e também saiu da CBN, que ele também ajudou a criar.
Brasil em Pauta

Mentora intelectual do PT confessa querer enfiar um punhal na goela dos brasileiros


A 'INTELECTUAL' DO PT, QUE JÁ HAVIA DECLARADO ÓDIO À CLASSE MÉDIA, AGORA AFIRMA QUERER ENFIAR UM PUNHAL NA GOELA DOS BRASILEIROS




Depois de dizer que odeia a classe média, a ‘filosofa’ Marilena Chauí, principal mentora intelectual do Partido dos Trabalhadores, participou de um debate nesta quinta em São Paulo, informa a Folha. Segundo disse, a sociedade brasileira “está prontinha, acabadinha, para o universo fascista”. E ela explicou onde estão as evidências desse fascismo.

Estão no “verde-amarelismo dos coxinhas” e na “operação cotidiana, minuciosa que foi feita no campo ideológico de convencimento da teologia da prosperidade, da ideologia do empreendedorismo e, em particular, da concepção neoliberal do individualismo como competição bem-sucedida”. Ela acredita que empreender, ser honesto e ter orgulho do país é ‘fascismo’.
Ela está nervosa porque até os petistas teriam sido contaminados. Afirmou: “A ideologia do empreendedorismo infelizmente não é só da bancada da Bíblia. A quantidade de petistas que eu vi defendendo e propondo seminários sobre empreendedorismo, debates sobre empreendedorismo, a questão do empreendedorismo… Dá vontade de chorar”. E foi nesse ponto que ela revelou seus institutos homicidas típicos de ditadores totalitários que ela idolatra: “Dá vontade de pegar um punhal e enfiar na goela das pessoas”.
Marilena e seus seguidores são os verdadeiros fascistas.

Veja o vÍdeo em que Marilena Chauí diz que odeia a Classe média.

Atriz Alessandra Maestrini denuncia intimidação e censura a artistas e humoristas no governo PT

Alessandra Maestrini foi entrevistada na Jovem Pam, e ao ser perguntada sobre  o que tem em comum o Brasil com a Venezuela. Disse  ela que o que tem em comum é o controle do Governo,  a vontade de tombar rede de comunicação e que amigos dela que faziam programa de comedia, tinham que parar de falar de politica, outros foram despedidos, gente do governo mandava cancelar o programa. O empregado recebia a ordem do patrão que recebia do Governo e dizia: tem que parar.

Assista ao vídeo

:

Boechat apoia a criação da CPI da lei Rouanet: Milhões são desviados dos cofres públicos, tem de fazer uma limpeza.



O Repórter Boechat manifestou apoio a CPI da lei Rouanet.
Boechat reforçou a necessidade de se auditar o uso dos recursos públicos para financiar artistas públicos para financiar artistas que não precisariam de financiamento.

 

Menina 'defende' capitalismo em questão de prova, leva nota zero e mãe questiona: 'Escola sem partido?'


Uma mãe do Rio de Janeiro, indignada com a nota zero levada pela filha em uma questão de prova, decidiu compartilhar em seu Facebook como conseguiu reverter a avaliação do professor, fazendo com que a menina obtivesse o ponto perdido.
A introdução da questão dizia: "O processo de globalização, que vive o mundo de hoje, propõe como elemento de estabilidade social, econômica e política, o velho paradigma das leis de mercado. (...) sobrevive só quem tem competência". Em seguida, vinha o enunciado: "Considerando o texto acima, podemos afirmar que o capitalismo fundamenta a lógica imoral da exclusão. Justifique tal afirmativa".
Com a resposta a seguir, a aluna levou nota zero: "Não concordo que o capitalismo fundamenta a lógica imoral da exclusão. Muito pelo contrário. O capitalismo amplia empresas, gerando assim, empregos. O capitalismo dá oportunidades a todos, diferente do comunismo e socialismo que não deu certo em nenhum país. A exclusão não está relacionada ao capitalismo, porque ele não gera pobreza. Fica pobre quem quer, pois ele gera oportunidades. E também tem a meritocracia, que deve ser vista como um plus na sociedade, pois quando se recebe uma oportunidade é possível alcançá-la com mérito e dedicação".
Depois de ver a correção da prova, a mãe, então, decidiu questionar a escola, que voltou atrás, concedendo a pontuação máxima da questão. "Escola sem partido? Minha filha contestou 'que o capitalismo fundamenta a lógica imoral (sic) da exclusão' e levou um zero. Só obteve o ponto nesta questão manipuladora pois fui à direção da escola questioná-los", escreveu no Facebook.
Até o momento de publicação deste post, a publicação já contava com quase 11 mil compartilhamentos.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/viral/menina-defende-capitalismo-em-questao-de-prova-leva-nota-zero-mae-questiona-escola-sem-partido-19380565.html#ixzz49nDJsYtb

PT quer reverter votos pelo impeachment de Dilma sugerindo nova eleição


  • 12.mai.2016 - A presidente afastada Dilma Rousseff faz pronunciamento em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, após decisão do Senado Federal que aceitou a admissibilidade do processo de impeachment
O PT está contando votos para reverter o processo de impeachment no Senado. A estratégia é retomar o discurso de novas eleições e convencer a presidente afastada Dilma Rousseff a se comprometer com a proposta, caso ela volte ao poder. Assim, petistas dizem acreditar que será mais fácil fazer com que alguns senadores que votaram pela abertura do processo mudem de voto na fase final.
Para que a presidente seja definitivamente afastada são necessários 54 votos. Na sessão de admissibilidade, 55 senadores votaram pela abertura do processo. O PT calcula entre dez e 13 senadores considerados "potenciais" para mudar de voto, porém espera reverter de fato quatro posicionamentos.
Os nomes favoritos dos petistas para reverter a votação são os senadores do Distrito Federal, Cristovam Buarque (PPS-DF), Antônio Reguffe (sem partido) e Hélio José (PMDB-DF). O entendimento é que as medidas de Temer com cortes no serviço público, concursos e reforma da Previdência enfraquecem o eleitorado brasiliense de classe média.
Tanto Cristovam quanto José afirmaram na primeira sessão que votavam apenas pela abertura do processo e que poderiam mudar de opinião. Reguffe foi mais crítico em seu discurso contra o governo Dilma, mas ele faz parte do grupo de senadores que defendem a PEC das novas eleições.

'Sinalização'

Cristovam, que também defende novas eleições, disse que, caso a presidente se comprometa com a medida, essa seria uma "sinalização importante", mas que isso não define o seu voto. Para o senador, Dilma precisa mostrar que seria uma presidente melhor que Temer, abandonar o discurso do golpe e assumir erros.
Na avaliação das duas primeiras semanas de governo Temer, os petistas sustentam que o presidente em exercício saiu desgastado e que a opinião pública já se volta contra ele. Por isso, outra saída é usar os erros do governo para jogar a população contra Temer e pesquisas de popularidade para pressionar senadores.
Nessa linha, outro foco de atenção para os petistas é o PSB. Além de o partido ter sido parte da base do governo PT, os petistas apostam em uma questão regional. Eles acreditam que a opinião pública vai se virar contra Temer com mais força no Nordeste e Antonio Carlos Valadares (SE) e Roberto Rocha (MA) seriam nomes fortes para mudar de voto.
Além desses, foi cotado também o nome do senador Romário (PSB-RJ), que tem restrições com Romero Jucá (PMDB-RR), ex-ministro do Planejamento de Temer e um dos principais articuladores do impeachment. Jucá é relator da CPI do Futebol, presidida por Romário, e trabalha no sentido de dificultar as investigações e evitar a convocação de dirigentes da CBF. Senadores do PT afirmam que o assunto já foi colocado para a presidente afastada e a parte mais difícil da estratégia é justamente convencê-la a se comprometer com novas eleições. (As informações são do jornal O Estado de S. Paulo).

Uol noticias

Marcha para Jesus fecha ruas e altera ônibus de SP nesta quinta

 

Ruas do centro e da zona norte de Sao Paulo serão fechadas nesta quinta (26) para a realização 24ª edição da Marcha para Jesus.


Considerada pelos organizadores o maior evento cristão do mundo, a caminhada com shows pretende reunir mais de 500 denominações evangélicas.
A marcha começa às 10h e sairá do metrô da Luz em direção à praça Heróis da FEB (Força Expedicionária Brasileira), próximo ao Campo de Marte, na zona norte da capital paulista.
A previsão de encerramento é às 21h30.

Parte das interdições na região deve ocorrer durante todo o dia.
Em razão dos bloqueios, haverá alteração do itinerário de 18 linhas de ônibus municipais (veja abaixo).

A organização não divulga previsão de público, mas diz que espera reunir mais pessoas do que no ano passado, quando cerca de 340 mil participaram, segundo estimativa da Polícia Militar.
Na ocasião, o trajeto foi palco de protestos pelo "fim da corrupção" e pela "faxina ética" no país.
Estão previstas caravanas originárias de países como México, EUA, Israel, Argentina e Chile.

'MARCHINHA'

A marcha principal, às 10h, será conduzida pelo trio do apóstolo Estevam Hernandes e da bispa Sonia, da igreja Renascer em Cristo

Antes, às 9h30, haverá uma marcha para crianças, embaladas por trios que tocam músicas infantis.
Editoria de arte/Folhapress
-


ALTERNATIVAS DE TRÂNSITO


Sentido sul: seguir pelas as avenidas CruzeiroRuas do centro e da zona norte de do Sul, do Estado e Senador Queirós, retornando ao eixo norte/sul pela avenida Prestes Maia


Ibirapuera ou aeroporto: seguir pela ponte da Casa Verde, avenidas Abraão Ribeiro, Marquês de São Vicente, Sumaré e Paulo 6º, Henrique Schaumann e Avenida Brasil, Pedro Álvares Cabral e Rubem Berta


Sentido norte: pela pista local da avenida Tiradentes, prosseguindo em direção à rua Pedro Vicente e avenida Cruzeiro do Sul


-


MUDANÇAS NAS LINHAS DE ÔNIBUS, SEGUNDO A SPTRANS


Linha: 9191-10 Jd. Elisa Maria - Bom Retiro

OBS: Deverá operar em sistema circular.

Sentido Único: Normal até Rua Prates, Rua Bandeirantes, Rua Afonso Pena, prosseguindo normal.


Linha: 9717/10 Jd. Almanara - Santana

Ida: Normal até Rua Antonio Nascimento Moura, Av. Brás Leme, Rua Darzan, Rua Dr. Zuquim, Rua Leite de Moraes e Rua Ezequiel Freire.

Volta: Rua Ezequiel Freire, Rua Alfredo Guedes, Av. Cruzeiro do Sul, Rua Alfredo Pujol, Rua Voluntarios da Patria, Av. Brás Leme, Rua Zanzibar, prosseguindo normal.


Linha: 179X/10 Jd. Fontalis - Metrô Barra Funda

Ida: Normal até a Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen Queiros, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Av. Rudge, Rua Javaés, Rua Neves de Carvalho, Rua Barra do Tibagi, prosseguindo normal.

Volta: Normal até a Rua Sólon, Rua Anhaia, R. Silva Pinto, Al. Cleveland, Pça. Julio Prestes, R. Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, ac. retorno sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, prosseguindo normal.


Linha: 106A/10 Metrô Santana - Itaim Bibi

Ida: Term. Metrô Santana, Rua, Gabriel Piza, Av. Cruzeiro do Sul, Retorno, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiroz, Rua Dom Francisco de Souza, Av. Prestes Maia, prosseguindo normal.

Volta: Normal até Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua Leite de Morais, Term. Santana.


Linha: 175T/10 Metrô Santana - Metrô Jabaquara

Ida: R. Leite de Morais, Rua Ezequiel Freire, Rua Alfredo Guedes, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiroz, Rua Dom Francisco de Souza, Av. Prestes Maia, prosseguindo normal.

Volta: Normal até Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul e Rua Leite de Morais.


Linha: 107T/10 Metrô Tucuruvi - Terminal Pinheiros

Ida: Normal até Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiroz, Praça Alfredo Issa, prosseguindo normal.

Volta: sem alteração.


Linha: 271C/10 Pq. Vila Maria - Terminal Princ. Isabel

Sentido Único: Normal até Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiroz, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Al. Glete, Rua Br. de Piracicaba, Rua Helvetia, Terminal Princesa Isabel, prosseguindo normal até a Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, ac. retorno sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, prosseguindo normal.


Linha:1156/10 V. Sabrina - Pça. do Correio

Ida: Normal até Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiros, Rua D. Franciso de Souza, Pça. Pedro Lessa.

Volta: Sem alteração.


Linha: 118C/10 Jd. Pery Alto - Metrô Santa Cecília

Ida: Normal até a Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiros, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Al. Glete, Al. Dino Bueno, Rua Nothmann, prosseguindo normal.

Volta: Normal até Av. Duque de Caxias, Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, ac. retorno sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, prosseguindo normal.


Linha: 119C/10 Vila Sabrina - Term. Princesa Isabel

Ida: Normal até Rua João Teodoro, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiros, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Al. Glete, Al Br.de Piracicaba, Rua Helvetia, Rua Guaianazes e Term. Princesa Isabel.

Volta: Normal até a Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, ac. retorno sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, Rua São Caetano, prosseguindo normal.


Linha: 701U/21 "Metrô Santana - Pinheiros

Sentido único: Rua Ezequiel Freire, Rua Leite de Morais, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiroz, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, prosseguindo normal até a AV. Cruzeiro do Sul, Rua Duarte de Azevedo e Rua Ezequiel Freire.


Linha: 178A/10 Metrô Santana - Lapa

Ida: Rua Ezequiel Freire, Rua Alfredo Guedes, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Sen Queiros, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Av. Rudge, Rua Javaés, Rua Neves de Carvalho, Rua Barra do Tibagi, prosseguindo normal.

Volta: Normal até a Rua da Graça, Rua Silva Pinto, Al. Cleveland, Pça. Julio Prestes, Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, ac. retorno sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. Cruzeiro do Sul, prosseguindo normal.


Linha: 701A/10 Pq. Edu Chaves - Metrô Vila Madalena

Ida: Normal até Rua João Teodoro, Rua da Cantareira, Av. Sen. Queiroz, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, prosseguindo normal.

Volta: Sem alteração.


Linha: 1177/10 Term. A.E. Carvalho - Estação da Luz

Ida: Normal até Rua Voluntarios da Patria, Rua Pe. Ildefonso, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Rua Mauá.

Volta: Normal até Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, acesso e Av. Morvan Dias de Figueiredo, Rua Voluntários da Pátria, Rua Pe. Ildefonso, Av. Cruzeiro do Sul, prosseguindo normal..


Linha: 1178/10 São Miguel - Pça. do Correio

Ida: Normal até Av. Morvan Dias de Figueiredo, Rua Voluntários da Pátria, Rua Pe. Idelfonso, Av. Cruzeiro do Sul, Ponte Cruzeiro do Sul, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiroz, Rua D. Francisco de Souza, Av. Prestes Maia, Rua Riskalah Jorge.

Volta: Normal até Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. Cruzeiro do Sul, acesso a, Av. Pres. Castelo Branco, prosseguindo normal.


Linha: 311C/10 Pq. São Lucas - Bom Retiro

Ida: Normal até Rua João Teodoro, Rua Cantareira, Av. Sen de Queiros, Pça. Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Av. Rudge, Rua Javaés, Rua Neves de Carvalho, Rua Barra do Tibagi e Rua Visc. de Taunay, prosseguindo normal.

Volta: Sem alteração.


Linha: 5144/10 Term. Sapopemba/Teotônio Vilela - Term. Princ. Isabel

Ida: Normal até Rua João Teodoro, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiros, Praça Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Al. Glete, Al. Br. de Piracicaba, Rua Helvetia, Rua Guaianazes e Term. Princesa Isabel.

Volta: Normal até a Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, Ac. Retorno Sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, Rua São Caetano, prosseguindo normal.


Linha: 719P/10 Terminal Pinheiros - Metrô Armênia

Ida: Normal até a Rua Mauá, Rua do Triunfo, Rua Washington Luis, Av. Prestes Maia, Ac. Retorno Sobre Tunel Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Av. Tiradentes, Rua Pedro Vicente, Av. do Estado, Av. Tiradentes, Rua Porto Seguro e Rua D. Rodo.

Volta: Rua D. Rodo, Rua Guaporé, Av. Tiradentes, Rua Porto Seguro, Av. Cruzeiro do Sul, Rua da Cantareira, Av. Senador Queiros, Praça Alfredo Issa, Av. Ipiranga, Av. Rio Branco, Alameda Glete, Rua Br. de Piracicaba, Rua Helvetia, prosseguindo normal.


Para mais informações ligue 156 ou acesse www.sptrans.com.br




Folha

25 de maio de 2016

Marília Gabriela diz que a mídia errou dando espaço para Bolsonaro


Vejam outro absurdo! Marília Gabriela diz que a mídia errou dando espaço ao Bolsonaro, ou seja, na opinião dela a imprensa deu espaço a nós. Para ela a democracia só serve pros ideais de esquerda. Nós temos que ficar em nossa insignificância, caladinhos! 
 Aí, aparece um Bolsonaro e trás de volta os que eles silenciaram durante anos, porque desde a anistia eles mandam no Brasil .

Mulher do senador Telmário Mota é levada para a Cadeia Feminina de RR


Suzete Oliveira se entregou na sede da PF na manhã desta quarta (25). Ela teve a prisão decretada por envolvimento no 'escândalo dos gafanhotos'.
25/05/2016 12h56 - Atualizado em 25/05/2016 13h04
Do G1 RR
Suzete Mota (Foto: Emily Costa/ G1 RR)Suzete Mota se entregou à PF na manhã desta
quarta (25) (Foto: Emily Costa/ G1 RR)
A médica Suzete Oliveira, mulher do senador de Roraima Telmário Mota (PDT), foi levada no fim da manhã desta quarta-feira (25) para a Cadeia Pública Feminina, na zona Rural de Boa Vista. Ela se entregou na sede da Polícia Federal por volta das 10h desta quarta acompanhada do marido.
Conforme a Polícia Federal, Suzete foi levada à Cadeia Pública "para cumprimento de pena, à disposição da Justiça Federal em Roraima".  Suzete já foi condenada em segunda instância a seis anos e oito meses de prisão por envolvimento no esquema de desvio de verbas públicas conhecido como 'escândalo dos gafanhotos'.
Ainda segundo a Polícia Federal, Suzete era considerada foragida há cinco dias. "Ela estava sendo procurada pela Polícia Federal em seus endereços e locais de trabalho, inclusive em fazenda na região do Murupu", detalhou a PF em nota.
A médica teve a prisão decretada na sexta-feira (20), após ter um após ter um pedido de habeas corpus negado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.
Segundo o Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR), o pedido de prisão se baseou na mudança de entendimento do TRF1 que passou a entender que cabe ao juiz federal de primeira instância a competência para determinar a execução provisória da pena daquelas pessoas que já possuem condenação em segunda instância, que era o caso de Suzete.
'Prisão política', diz Telmário Mota
Em entrevista ao G1 na sede da PF emBoa Vista, o senador Telmário Mota reafirmou que não se envolve em assuntos relacionados ao trabalho da mulher, mas garantiu que a defesa já recorreu do mandado de prisão.
"Para não criar nenhum constrangimento e também por respeito à Polícia Federal, os advogados entenderam que seria muito melhor ela [Suzete] se apresentar e esperar a resposta dos habeas corpus que foram impetrados", declarou Mota, acrescentando que a prisão da mulher "não foi jurídica, mas política".
Suzete foi condenada a seis anos e oito meses de prisão por envolvimento no esquema de desvio de verbas públicas conhecido como 'escândalo dos gafanhotos'.
Segundo a PF, a médica Suzete Oliveira é considerada foragida (Foto: Reprodução/Instagram/@suzetemota)Segundo a PF, a médica Suzete Oliveira era
considerada foragida há cinco dias
(Foto: Reprodução/Instagram/@suzetemota)
obre a mulher ter ficado cinco dias foragida, o senador afirmou que ela só se apresentou nesta quarta porque os advogados consideraram arbitrária o pedido de prisão.
"Quiseram criar um constrangimento. Mas agora, ela está tranquila e vai esclarecer tudo o que houve". O senador afirmou que não soube onde ela ficou durante os cinco dias em que esteve foragida. "Eu estava em Brasília", declarou.
A mulher do senador teve a prisão decretada pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima a pedido do Ministério Público Federal (MPF), após ela ter um pedido de habeas corpus negado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.
Junto com o mandado de Suzete foram expedidos mais seis determinações. Os acusados foram presos no último dia 20.
O ex-governador Neudo Campos (PP) e marido da govenadora do estado Suely Campos, apontado pela Polícia Federal como o líder do esquema de desvio de verbas, também teve a prisão decretada. Ele se entregou à Polícia Federal na terça, após ficar cinco dias foragido.
'Escândalo dos Gafanhotos'
Segundo as investigações da operação Praga no Egito, no ano de 2002 foram desviados R$ 70 milhões oriundos de repasses de convênios da União ao estado de Roraima. O esquema gerou dano ao erário e enriquecimento ilícito de terceiros.
A corrupção acontecia da seguinte forma: pessoas comuns eram aliciadas como 'gafanhotos', para que seus nomes fossem inseridos na folha de pagamento do DER ou do estado em troca de uma ajuda financeira irrisória. Em seguida, procuradores dos 'gafanhotos' sacavam os salários junto à empresa e entregavam o dinheiro a deputados ou conselheiros de contas beneficiados e designados pelo ex-governador.

G1

Mendonça Filho recebe propostas de Alexandre Frota para educação

  • O ator Alexandre Frota e Marcello Reis, integrante do grupo Revoltados On Line, posam ao lado ministro da Educação, Mendonça Filho
    O ator Alexandre Frota e Marcello Reis, integrante do grupo Revoltados On Line, posam ao lado ministro da Educação, Mendonça Filho
O ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu no começo da tarde desta quarta-feira (25) a visita do apresentador e ex-ator pornô Alexandre Frota e de outros quatro integrantes do grupo Revoltados On Line, que apoiou o impeachment de Dilma Rousseff.


Uma foto do encontro foi divulgada por Frota nas redes sociais. "Estive com o ministro da Educação hoje e pude colocar algumas ideias para ajudar um país que eu amo", escreveu em seu perfil no Instagram.


Em um vídeo postado no Facebook, o grupo afirma que entregou ao ministro uma pauta com sugestões para a área. Entre elas, está o projeto "Escola sem partido", que defende o fim do que os idealizadores da proposta chamam de "doutrinação ideológica das escolas".

Projetos de lei sobre o assunto tramitam no Congresso Nacional, em câmaras municipais e assembleias legislativas pelo país. Em Alagoas, o projeto "Escola Livre" foi aprovado pelos deputados estaduais, mas vetado pelo governador Renan Filho (PMDB). No mês passado, no entanto, a Assembleia Legislativa do Estado derrubou o veto por 18 votos a oito.

A lei obriga professores a serem "neutros" em sala de aula e os proíbe de "doutrinar" e "induzir" alunos em assuntos políticos, religiosos e ideológicos, sob pena até de demissão.

Em nota, Mendonça Filho afirmou que "tem como prática atender às solicitações de audiência, assim como dar retorno aos contatos recebidos". "Não discrimino ninguém, porque respeito a liberdade de cada pessoa fazer suas escolhas de vida. Conheci Frota no movimento pró-impeachment, assim como o pessoal do Revoltados On Line. Não vejo problema em recebê-los para uma visita", declarou. Uol Notícias.

Ex-presidente Lula pede para ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal

Defesa pede que STF reconheça que petista teve status de ministro por cerca de dois meses, entre março, quando foi nomeado, e maio, quando a presidente Dilma foi afastada

ESTADÃO CONTEÚDO
Brasília - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou nessa terça-feira, um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para que as ações contra a sua nomeação para aCasa Civil não sejam extintas e sejam levadas a julgamento no plenário da Corte. Os advogados pedem que o tribunal reconheça que o petista teve status de ministro por cerca de dois meses, entre 16 de março, quando foi nomeado, e 12 de maio, quando a presidente Dilma Rousseff foi afastada pelo Senado, e considere as "consequências jurídicas decorrentes dessa situação".
A defesa argumenta que o ex-presidente "preenchia, como ainda preenche, todos os requisitos previstos no artigo 87 da Constituição Federal para o exercício do cargo de ministro de Estado, além de estar em pleno exercício de seus direitos políticos". Para os advogados do petista, não havia impedimentos para Lula assumir a Casa Civil, já que ele não era réu nem foi condenado em ação penal.
Luiz Inácio Lula da Silva no dia da posse como Ministro da Casa Civil
Foto: Reuters
Caso o Supremo acolha o pedido, isso pode abrir uma brecha para que os advogados do ex-presidente questionem atos do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, como a divulgação das conversas entre ele e a presidente afastada Dilma Rousseff. Há uma intensa discussão no meio jurídico sobre a legalidade desses áudios.
No último dia 12, o ministro do STF Gilmar Mendes determinou o arquivamento dos mandados de segurança impetrados pelo PSDB e PPS após a exoneração de Lula ser publicada no Diário Oficial da União, quando Dilma se afastou do cargo. À reportagem, ele afirmou que vai analisar o recurso impetrado pela defesa do petista. Não há nada que impeça o ministro de tomar decisão monocrática sobre o caso.
Em manifestação sobre o assunto nesta semana, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou entender que houve "prejuízo" das ações que analisavam o caso de Lula após a sua exoneração. A indicação foi feita em uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) que trata do assunto e está sob a relatoria do ministro Teori Zavascki.

Conversa
Lula foi nomeado ministro em 16 de março. No mesmo dia, Moro autorizou a publicidade das gravações. Uma delas mostrava uma conversa entre Lula e Dilma, na qual a então presidente afirmava que estava enviando o termo de posse ao petista para que ele usasse em "caso de necessidade".
As gravações foram citadas por Gilmar Mendes em sua decisão para suspender a nomeação do ex-presidente, m 18 de março. Para ele, o ato foi uma tentativa de obstruir a Justiça, já que Dilma teria indicado Lula para o governo com o objetivo de que as investigações contra ele fossem examinadas pelo Supremo e não mais por Moro.
Na época, Lula havia acabado de ser alvo de uma fase da Operação Lava Jato, quando foi levado a prestar depoimento. Havia também o temor de que Moro decretasse a prisão preventiva do ex-presidente.
No fim de março, em ofício ao STF, Moro pediu "escusas" à Corte e disse que a divulgação dos áudios não teve intuito "político-partidário". A manifestação foi encaminhada a Teori, que solicitou esclarecimentos do juiz ao determinar a remessa de todo o material das conversas de Lula ao Supremo.

Ativistas fazem 'beijaço' em audiência na Câmara Ato ocorreu em reunião sobre o ministério da Cultura no governo Temer

Beijaço para Feliciano, Bolsonaro e seu filho  / Lula Marques/Agência PTBeijaço para Feliciano, Bolsonaro e seu filhoLula Marques/Agência PT
Ativistas realizaram um “beijaço” durante a audiência pública que discutiu o ministério da Cultura no governo interino de Michel Temer (PMDB).

O debate ocorreu na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (24).

O ato aconteceu em resposta à presença de deputados considerados conservadores, como Marcos Feliciano (PSC-SP), Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

O “beijaço” foi aplaudido pelo público que acompanhava a audiência pública.

Também houve manifestação contra o presidente em exercício. Os ativistas levaram cartazes de “Fora Temer” e “Temer Golpista” para a sessão. 

protesto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...