Subscribe:

28 de junho de 2016

Casamento investigado foi em balada de luxo com show de até R$ 70 mil



Uma festa luxuosa para 120 convidados, na badalada praia de Jurerê Internacional (SC), com show de sertanejo famoso foi paga com recursos públicos da Lei Rouanet, segundo aponta investigação da Polícia Federal. 

O casamento de Felipe Amorim e Caroline Monteiro, apurado na operação Boca Livre, deflagrada nesta terça (28), aconteceu à beira-mar em 22 de abril no 300 Cosmo Beach Club, que, na internet, é descrito como uma "balada chique em ambiente contemporâneo com cozinha fina". O local cobra em média R$ 300 por convidado no aluguel para festas. 

A atração musical foi o sertanejo Leo Rodriguez, que interpreta hits como "Bara Bará Bere Berê", "Vai No Cavalinho" e "Gordinho da Saveiro". Ele cobra entre R$ 50 mil e R$ 70 mil para cantar nesse tipo de evento. O empresário do músico afirmou que não tinha conhecimento sobre a forma como a festa foi financiada, e que o contrato foi firmado como em qualquer outro evento. 



APÓS SER ACUSADO DE PETISTA, JANOT PEDE PERDÃO À PENA DE DIRCEU, MAS SE DÁ MAL Procurador-Geral da República fez pedido ao Supremo Tribunal Federal e provocou polêmica



De acordo com informações da rádio CBN em reportagem publicada nesta terça-feira, 28, o procurador-geral da República,Rodrigo Janot, entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um parecer que favorece um dos líderes do Partido dos Trabalhadores (PT). Ele pede perdão à pena dada a José Dirceu, ex-braço direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O perdão seria por conta do processo do Mensalão, que assolou o governo Lula. Janot destaca que o condenado cometeu uma falta disciplinar muito grave, o que pode provocar uma diminuição da pena. 
O Procurador-Geral diz ainda que a concessão do induto, no entanto, não impede a prática do benefício de redução de pena. Até porque, segundo Rodrigo Janot, a falta não teria sido cometida no primeiro ano de cumprimento da pena. José Dirceu foi condenado a sete anos e onze meses no regime semiaberto, mas que depois acabou sendo revertido para uma prisão domiciliar. Esse tipo de induto foi concedido ainda em 2014. Rodrigo Janot diz que o perdão da pena pode ser dado ao prisioneiro que está em liberdade condicional, cujas penas não são superiores a oito anos. 
O Ministro Luís Roberto Barroso, que foi o relator do processo contra o Mensalão no Superior Tribunal Federal, é quem deve analisar o pedido feito pelo Procurador-Geral da República, que tem recebido acusações de grupos de direita por supostamente atuar com dois pesos, duas medidas durante análises feitas contra petistas. Janot nega esse tipo de atitude. Dos 24 condenados em 2011 pelo STF no processo do mensalão, onze já receberam algum induto, que é o benefício de diminuir ou amenizar o tipo de pena. 
Já são considerados homens livres, por exemplo, o ex-deputado João Paulo Cunha, o ex-tesoureiro Delúbio Soares e José Genuíno. A atitude de Janot fez com que ele novamente recebesse muitas críticas nas redes sociais, especialmente porque José Dirceu já tem uma pena considerada branda e ainda teria cometido uma falta durante sua prisão. Até o momento, Rodrigo Janot não comentou as críticas feitas contra ele. 

Blatingnews

Mais de 200 mil vidas se entregaram a Jesus em apenas um ano, no Tibete Avalanche de conversões tem sido marcada também pelas decisões de 62 monges budistas, que entregaram suas vidas a Cristo no ano passado

Fonte: Guiame/ Com informações do Christian Today | 27/06/2016 - 11:00 Mais de 200 mil vidas se entregaram a Jesus em apenas um ano, no Tibete Algo sobrenatural está acontecendo no Tibete, uma região da China, considerada como a mais alta do mundo e a casa do Monte Everest, a maior montanha da terra que está cerca de 9 mil metros acima do nível do mar.

 Os tibetanos são em sua maioria, budistas, mas há também alguns muçulmanos e cristãos, de acordo com relatórios. No ano passado, um sacerdote budista tibetano decidiu entregar sua vida a Jesus Cristo e tornou-se pastor, depois de ver o amor de Cristo, demonstrado por um grupo de missionários, que ajudaram e forneceram bens de ajuda humanitária para o povo de sua região.
O apoio dos missionários chegou ao Tibet em decorrência de um grande terremoto que atingiu a região, de acordo com Joe Handley, presidente da Missão 'Asian Access', uma organização cristã busca espalhar a Palavra de Deus no sul da Ásia. Agora, a semente do amor de Cristo tem crescido. Em um relato mais atualizado, Handley informou que outros 62 monges budistas decidiram fazer o mesmo que seu ex-lama e agora também estão seguindo a Cristo. E isso não é tudo. "Só no ano passado, [os líderes da igreja] estão estimando-se que mais de 200.000 pessoas entregaram suas vidas a Cristo, como resultado dos trabalhos da comunidade cristã na região", diz Handley.
 Mas o que estaria causando essa avalanche de conversões cristãs? Handley diz que isso tudo é devido também ao trabalho dos missionário, que levam uma mensagem de esperança e cura para o povo do Tibete, após o terremoto devastador do ano passado. "Eles não viram budistas, hindus ou outros grupos religiosos ajudando no meio dos escombros. Em vez disso, semana após semana, os seguidores de Jesus que sacrificaram o seu tempo e arriscaram suas próprias vidas para servir, se dispondo a ser as mãos e os pés de Jesus", diz ele. A 'Asian Access' está desempenhando um papel fundamental neste movimento espiritual, por meio da formação de líderes das igrejas, com o objetivo de estabelecer o crescimento espiritual a longo prazo na região. "A 'Asian Access' só tem o privilégio de se colocar ao lado de pastores-chave como os que investiram na vida deste sacerdote tibetano", diz Handley.

 "Investimos profundamente, construindo a sua capacidade para que eles possam alcançar suas comunidades". "Deus faz coisas incríveis quando você investe nas pessoas. É possível vê-las crescendo mais profundo nEle, crescendo mais forte como líderes, aprendendo a reproduzir outros líderes e depois se espalhando pela região com os esforços de plantação de igrejas, de maneiras notáveis", acrescenta. A 'Asian Access' está agora pedindo por orações e apoio financeiro dos cristãos em todo o mundo, para que a organização possa alimentar o movimento espiritual no sul da Ásia.

CPAD NEWS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...