Pular para o conteúdo principal

Postagens

Admiradores de Ives Gandra Martins, 85, torcem pela sua recuperação

Postagens recentes

A inesperada “carta na manga” que Bolsonaro lançou mão contra os governadores

Fotomontagem: Jair Bolsonaro e João Dória

Muitos governadores estavam belos e formosos fechando tudo e jogando a conta da falta de atividade econômica nas costas do governo federal.

O enredo estava amarrado: STF libera o pagamento das dívidas dos estados com a União, eles ficam com dinheiro, usam para sair de heróis e depois o governo federal que se vire.

Era o fim do “Bozo”....

Só que Dória, o maestro da banda toda, esqueceu que existe a CLT....

Aliás, acho que Dória, por todo seu histórico, talvez nem saiba o que é CLT.

Mas, precisamente no seu artigo 486 que diz :
“No caso de paralisação temporária ou definitiva do trabalho, motivada por ato de autoridade municipal, estadual ou federal, ou pela promulgação de lei ou resolução que impossibilite a continuação da atividade, prevalecerá o pagamento da indenização, que ficará a cargo do governo responsável.”

Bolsonaro tinha essa carta na manga faz tempo.

Mais uma jogada de mestre!

Quem mandou fechar, terá que pagar indenização.

Agora muitos govern…

Governador do Pará proíbe carreatas e passeatas

Imagem: Alexandre Dávila/Arquivo pessoal
“Carreatas e passeatas estão proibidas. Qualquer movimentação neste sentido representa infração ao decreto”, diz o governador paraense. Helder Barbalho(MDB), governador do Pará, assinou decreto, nesta sexta-feira (27), aumentando medidas restritivas de circulação de pessoas e ampliando o isolamento social. Barbalho diz que as medidas estão sendo tomadas com o objetivo de combater a propagação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.  Entre as medidas, segundo o site Poder360, o governador autorizou o uso das forças de segurança para impedir a realização de carreatas e passeatas. Em entrevista, Helder Barbalho declarou: “Carreatas e passeatas estão proibidas. Qualquer movimentação neste sentido representa infração ao decreto, estando autorizada a Secretaria de Segurança do Estado (Polícia Civil, Polícia Militar e Detran) a tomar as providências para evitar essas manifestações que estimulam as pessoas a voltar às ruas, descumprindo o outro…

Band sai do ar e programação volta uma hora depois

Segundo a emissora, uma pane elétrica causou o problema
(Foto: Divulgação / Band) Todas as emissoras do Grupo Bandeirantes de Comunicação ficaram fora do ar, por mais de uma hora, na noite desta quinta-feira (26). Os sinais caíram por volta das 18h15, durante o programa “Brasil Urgente”, apresentado por José Luiz Datena. De acordo com o jornalista Flávio Ricco, no momento da queda, o programa estava brigando pelo segundo lugar no ibope, com a entrevista do médico Anthony Wang, em tela dividida com Datena. A audiência estava oscilando entre 8,5 e 9 pontos. A programação voltou ao normal por volta das 19h14. Em nota, o Grupo Band afirmou que sofreu um problema elétrico inesperado na sede de São Paulo, apesar de todo o sistema de geradores em pleno funcionamento.
Informações do UOL noticias

CNN tira do ar médico renomado quando explicava as péssimas consequências do confinamento (veja o vídeo)

Antony Wong

Um flagrante que demonstra claramente o ativismo da grande mídia a favor do confinamento horizontal, no sentido de que as pessoas sejam impedidas de retomarem as suas atividades por conta do Coronavírus.

Desta vez foi a CNN que atuou para evitar que a sociedade tivesse conhecimento de uma opinião abalizada e divergente dos interesses inconfessáveis das grandes empresas de comunicação.


O respeitado médico Antony Wong foi tirado do ar no momento em que concedia uma entrevista maravilhosa e altamente explicativa, onde corroborava tudo aquilo que vem sendo dito pelo presidente Jair Bolsonaro.

Uma atitude deprimente da emissora, que depõe contra o jornalismo profissional.

Veja o vídeo: da Redação
O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse:

‘Mourão é pau para toda obra’, diz Bolsonaro

“Alguns falam que eu sou um cara até muito cordial perto do Mourão”, diz Bolsonaro.
O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta sexta-feira (27), que o vice-presidente Hamilton Mourãoé “um companheiro aqui, pau para toda obra”. A declaração foi feita durante entrevista ao jornalista José Luiz Datena, na Band. Datena questionou se o chefe do Executivo conversou com Mourão após o vice-presidente dizer que Bolsonaro “talvez tenha se expressado de uma forma que não foi a melhor” em pronunciamento nesta semana.
“Com todo o respeito com o Mourão, mas ele é mais tosco do que eu. Mas muito mais tosco. Não é porque é gaúcho, não, está certo?”

Bolsonaro acrescentou:

“Alguns falam que eu sou um cara até muito cordial perto do Mourão. Mas o Mourão é um companheiro aqui, pau para toda obra. E é o único que não é demissível no governo, então pode ficar à vontade, está certo?”

No desespero, Globo usa colunista para pedir renúncia de Bolsonaro em troca de "anistia" aos filhos

Fotomontagem: Jair Bolsonar A agonia tomou conta do grupo Globo. E não é pra menos. Coloque-se no lugar de um veículo de comunicação que há muito tempo tenta, a todo custo, encontrar motivos para denegrir a imagem do presidente da República, e não encontra nada de concreto. A Globo vive num mundo de fantasia. Deve realmente ser um desespero inimaginável. Afinal, ‘acabou a mamata’. Nesta quinta-feira, 26, não foi diferente. Aliás, foi sim, inconveniente. Talvez, uma das maiores demonstrações do desespero global em relação a Bolsonaro. O Valor Econômico, um dos braços do grupo Globo, publicou um artigo assinado pela jornalista Maria Cristina Fernandes, onde escancaradamente e sem qualquer resquício de lucidez, ela pede a renúncia do presidente. Pura mediocridade. Com argumentos rasos e sem qualquer discernimento, Maria Cristina narra os acontecimentos das últimas semanas de forma equivocada e parcial. Para a jornalista é muito difícil - na verdade impossível - um impeachment de Bolsonar…