Subscribe:

29 de dezembro de 2010

Quando os Pastores se tornam Ateus




Você ouve o Evangelho de Jesus e se apaixona. Assenta-se para ouvir. Começa a ler. Fascina-se com as promessas de resposta às orações. Vê crescer em você uma imensa expectativa de ouvir a Voz e saber a Vontade Dele. Alegra-se ao ver que Deus fala, que a Palavra é viva, e, também, que orações são de fato respondidas. Mas...Então você começa a desejar crescer em Deus, mas, ao mesmo tempo, como todos os que você admira são pastores, evangelistas, líderes, missionários, cantores, etc. — surge em você a idéia de que crescimento somente acontece nas fronteiras do ministério e no convívio com a liderança. Assim, o eixo da emoção da fé começa a mudar, e, devagar, a pessoa vai ficando cada vez mais desejosa de parecer-se com os que aparecem, e faz isso sem culpa, pois, de fato e sinceramente, a única coisa que a pessoa quer é fazer uma assimilação daquilo que ela, agora, entende como sendo o caminho visível e imitável da piedade. Nesse ponto inicia-se o processo de esquizofrenização do ser devotado a crescer em Deus nos bastidores da suposta organização de Deus entre os homens: a igreja.Então, devagar, você vai vendo que os seus “homens de Deus” são levianos, mentem, são egoístas, avarentos, cobiçosos por sórdida ganância, odiosos, invejosos, hipócritas, alguns são associados à maçonaria e, outros fazem práticas própria dos mafiosos.Ora, gradualmente, depois de ter odiado por um tempo as coisas que veio a saber, você persiste no mesmo convívio; e, então, começa a se sentir melhor do que as outras pessoas do clube da maldade; e, por isso, o próximo passo será que você diga a si mesmo que tem crédito de coerência na vida, a fim de "pedir umas férias a Deus", e, assim, dedicar-se, pelo menos como hobby, a algum pecado ou surto de capricho.Quando você faz isto, sente o que Adão sentiu no Éden, e, assim, vendo-se nu, cobre-se, e, por causa disso, busca cobrir-se com as vestes convencionais, a saber: mentira, hipocrisia, performance, falsa humildade. Entretanto, mais que tudo, a tendência é que você se torne misericordioso com o pecado, embora não necessariamente com o pecador que não seja você. Entretanto, aqui também pode surgir outro filho do povo do engano, que é aquele que, justamente porque já se sabe agora membro do clube dos que ele antes repudiava, decide agora disfarçar-se de hostil e acusador daquilo que ele mesmo, às ocultas, pratica; pois, assim, pela denúncia do tema, ganha um forte e poderoso álibi para os outros; embora ele mesmo cristalize-se na hipocrisia.Ora, como neste ponto Deus está no exílio da vida da gente, o que fica é o poder das networks. E, também, muita dedicação à imagem pública, à comunicação e à autoproteção; enquanto você vai vivendo da máquina que à sua volta foi montada. Então, quanto mais tudo funciona, mais distante de Deus você fica, e sem notar. E mais: você começa a dizer para você mesmo que aquela vida com Deus de antes era coisa de criança, mas que agora, depois de ver como as coisas são, ainda assim você faz a Deus o favor de pregar o evangelho. E como você pensa que é isso que Deus quer (que se pregue o Evangelho, ou qualquer coisa que cite o nome "Jesus"), você julga que o crédito é seu justamente por você fazer o que Deus quer que se faça, mas que sem você Ele não faz ou faria. Desse modo, por razão de seu auto-engano, você começa a tornar-se a medida de todas as coisas para você mesmo, sem perceber que você está monstrificado, e isto enquanto é endeusado pelos pagãos que, de tão cegos, só enxergam as purpurinas das glórias de cultos de fumaça de gelo seco e de levitas angelicalmente erotizados, que se exibem meigamente como ninfos e ninfetas de um culto pagão estranhamente oferecido em nome de Jesus, e, em cujo espetáculo você seduz Deus para que lhe faça mais concessões, pois você prega; e, segundo você aprendeu, Deus tem delirium tremens quando ninguém prega o nome Dele no mundo.Se você não sabia, saiba agora: Foi assim que você chegou até aqui onde agora, gloriosamente, se jacta de estar. E você passa a ser parte de tudo isso, e se justifica dizendo que seria pior sem a sua presença, pois você já não é como era antes, mas, pergunta você: "Quem é?" — e responde: "Eu pelo menos sei o que não é, e, estou aqui apenas para ver se mudo alguma coisa".Então, você prega em meio às piores contradições e sentimentos interiores, e as coisas acontecem, e isso faz com que você diga: "Deus é bom, pois, mesmo assim, cheio das concessões, Ele ainda me abençoa!"Ora, neste dia, o antes singelo e alegre jovem crente entra no Templo dos Lobos vestidos de Ovelhas, e, sem propaganda, adere à maçonaria das ações secretas praticadas pelos membros do clube do sucesso ministerial.Daí em diante ele é ateu e não sabe. Afinal, ele já é tal ateu que o nome de Deus é falado por ele sem que ele sequer perceba. Deus é oco e mais leve que o nada no coração desse um dia crente, mas que hoje é líder de crentes exatamente por já não crer em mais nada.O casamento arruinado pela hipocrisia e a insinceridade. Então, com tanto assédio, esse ser um dia crente diz para si mesmo: "Sofro tanto. Está na hora de ser consolado por alguma irmã". E assim ele vai... Até que tem um harém. O mesmo acontece com o dinheiro. Ele pensa: "Sem mim nada entraria aqui. Então, eu é que dou a eles e não eles a mim. É meu!"Chega a hora em que você se levanta para pregar e o diabo senta para descansar; isto porque o diabo pensa: "Ele é meu orgulho! Representa-me muito bem. Com lobinhos assim eu poderia tirar férias!"Então você prossegue. Vira bispo, apóstolo, primaz, pai-póstolo, Reverendíssimo Augustus, um César da Religião. Cheio de altivez, de empáfia, de arroto. Viram pastores de si mesmos, e, existem para o banquetear-se. Quem não faz a viagem por essa vertente, em geral, ao passar pelos desapontamentos, se havia sido “ungido” e não pode mais voltar atrás, o que daí nasce é muita amargura e ressentimento em razão de que os que apareceram não foram eles, mas sim os “piores”. E ficam com raiva de Deus, e isto apenas por jamais terem tido a visão certa da vocação, que não é para o que é elevado entre os homens enquanto é abominável diante de Deus, mas para o oposto.Esses que não viraram lobos vestidos se ovelhas tornaram-se ovelhinhas vestidas de coelhinhos ou de Barbies. Ou então se tornam poetas e menestréis da perplexidade humana, embora de Deus sintam, quando sentem, apenas saudades.Não faça essa viagem. Ninguém escapa impune por andar nas trilhas desse enganado caminho. O chamado à conversão em tais casos é um só:Arrepende-te! Volta ao teu primeiro amor! Enquanto é tempo!


(
Caio Fabio)

17 comentários:

João disse...

Realmente há de se pensar muito nesse caso da misteriosa fé, dá-lhe mistérios. Abrçs e Feliz ano novo com tudo de bom e do melhor!!


João;

Cláudio Nunes Horácio disse...

Rô, o Caio descreveu em detalhes a minha queda nos idos de 1994. Aconteceu exatamente isso tudo aí comigo, deste jeito, desta maneira. FELIZMENTE, Deus me buscou, restaurou, voltei infinitamente melhor, como no comecinho de tudo. Glória a Deus. Paz.

disse...

Ele conhece bem tudo isso, ele viveu de um estagio a outro. Tem propriedade no que fala, é um alerta a todos. Estava falando com Juber e ele me lembrou bem sobre que
Caio foi chamado por exemplo como "o Billy Graham do Brasil", por gente como John Stott e Leighton Ford. Foi ainda chamado por Russell Shedd de o maior pensador evangélico do Brasil.Por isso ele sabe o que fala!

Adriano Lima disse...

Olá!

Estarei completando 10 anos de fé no próximo dia 28 de fevereiro de 2011, mas jamais me esquecerei de como os livros do Caio me ajudaram nos primeiros dias.

Que Deus nos ajude mais e mais a edificarmos a nossa santíssima Fé em Cristo Jesus, que é o Autor e Consumador da mesma.

Um abraço, fique na Paz.

disse...

Graças a Deus que fostes restaurado Cláudio. Deus seja louvado!

Eduardo Medeiros disse...

o caio constata o normal, o que virou rotina no meio eclesiástico organizacional. tudo é de fato uma grande máfia religiosa. onde estão os pastores de antigamente que deram sua vida, saúde e tempo para se dedicar a um evangelho ainda que equivocado em muitos aspectos, no entanto, feito com amor, desprendimento e sem a perspectiva de auferir ganhos financeiros.

mas o caio também lidera uma organização por mais que ele diga que o caminho não é uma organização religiosa. não que eu esteja pondo o caio no mesmo nível da pastorada e bispada que infestam o cristianismo hoje, mas quem lidera e é ouvido como tendo o "verdadeiro evangelho" está sempre caminhando numa corda bamba daquilo que ele mesmo denuncia.

rô, se eu não vier mais aqui até o ano que vem, te desejo um bom ano novo para você e sua família e que foi muito gratificante para mim te conhecer. você é uma grande mulher.

beijos

disse...

Edu disse:
mas o caio também lidera uma organização por mais que ele diga que o caminho não é uma organização religiosa.
Concordo contigo Edu, querendo ou não é uma organização também, mesmo não tendo Cnpj, mas que é bem diferente é sim.
Edu obrigada, também gostei muito de conhecer alguém tão cabeça dura quanto eu. Feliz 2011 pra vc e sua casa, agora com Eduardinho tudo será diferente rss. Paz!

Mulher na Polícia disse...

Oi Rô,

Uau, é isso que eu chamo de denúncia. Olha a CPI dos Pastores aí, gente... Pergunto: Por que esse moço ainda não chamou a polícia? rs... Lá na delegacia, não tem esse papo de "argumentação teológica" não. rs rs rs

Lindona... brincadeira, tá? Parabéns pelo teu blog. Muito lindo! Já te "algemei" lá no "Mulé".
: )

Bjo, bjo!

disse...

rss Seja bem vinda , também adorei seu blog. Paz querida!

Gilson disse...

Só pode descrever toda essa ascensão, queda e volta ao primeiro amor quem já foi o protagonista ou quem foi testemunha ocular sem se envolver na corja. Acredito que com o Caio, que admiro muito, conheço-o desde os tempos de Manaus, onde já morei por 8 longos anos em minha juventude (parece que lá demora mais a passar, aconteceu de tudo um pouco de cada coisa e ai ele pode hoje nos brindar com esse fenômeno do mundinho da liderança evangélica.

disse...

Gilson também morei lá por 6 longos anos, como você disse lá o tempo parece não passar nunca kkkkkkkkkk. Mas valeu a pena morar lá. Paz!

CARLOS HERRERA disse...

OLÁ RÔ
FELIZ 2011, QUE ESSE ANO QUE SE AVIZINHA SEJA DE REALIZAÇÕES PESSOAIS E ESPIRITUAIS, SEMPRE A DIREÇÃO DA VONTADE DE DEUS..
ABRAÇOS AMIGA

disse...

Obrigada Carlos, para ti também, tudo em dobro. Paz!

João Dórea disse...

Olá Rô,

Tive essa experiência não com a intensidade do Caio, nem na mesma área. Tenho 15anos de cristianismo, no qual 2 deles estava desviado, à 9 anos me reconciliei com Deus.

Nesta experiência aprendi que não se deve jamais se distanciar da leitura diária bíblica, pois é o combustível para continuarmos avançando.

Em relação ao Caio, não tenho nada contra a pessoa dele mas contra o exclusivismo que ele oculta muito bem. Pelas sua críticas a muitos líderes que em alguns casos concordo com ele, aos modelos de ministérios. Só falta ele dizer publicamente que a forma em que ele pastoreia é a correta e que só o que ele ensina é o conrreto. Isso eu jamais vou concordar. Exclusivismo só a Jesus!

Feliz ano novo Rô, cheio de alegrias e realizações!

René disse...

Rô,

O Caio desfilou com maestria as características do caminho do engano. Que coisa!!

Tive que rir com a frase: "Chega a hora em que você se levanta para pregar e o diabo senta para descansar". Eu ri, mas sei que isto é verdade e é pra chorar!!

Bj e Paz, amiga!

disse...

Eu não ri com esta frase não René, eu me arrepiei toda com tanta verdade. Tudo que ele falou, falou com propriedade. Paz René!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

"A boca fala do que o coração está cheio"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...