Subscribe:

18 de maio de 2011

Entre erros e acertos


Por Rô Moreira

[O Presidente Lula governou o país através de medidas provisórias, distribuindo cargos e indicando ministros no STF para impor a ditadura Lulista na base do dando é que se recebe. Hoje podemos ver alguns ativistas gays dizerem que o Lula disse isso ou aquilo, como se a palavra dele fosse à última].

Essa semana está ocorrendo em Brasília o 8º congresso LGBT, onde vários parlamentares que foram eleitos com votos dos cristãos, católicos e evangélicos, estão ativamente envolvidos na causa deles para forçar a aprovação da PL122, inclusive a comissão de educação está analisando a possibilidade de introduzir um material totalmente tendencioso, para ser instrumento de educação pelos dez próximos anos e um abaixo assinado foi entregue a senadora Marta Suplicy com mais de cem mil assinaturas contra a homofobia.

A questão é bem mais grave do que se imagina, ou se queira acreditar. Ninguém em sua sanidade normal pretende penalizar as pessoas por terem uma outra opção sexual diferente dos demais. Acreditamos que todos são iguais perante a nação e as suas leis, até porque, todos pagamos impostos, mas a intenção dos que defendem a aprovação da medida não é só a conquista de um direito, é criar uma casta superior onde toda a sociedade tem que se curvar a ela. Não podemos admitir privilégios a nenhuma categoria em detrimento das demais.

Alguns políticos insistem em dizer que o estado é laico, mas esses mesmos políticos esquecem de dizer que a sociedade brasileira é constituída de cidadãos com princípios cristãos e quanto a PL122, ela é uma afronta sociedade desde a sua origem e o material didático proposto é um incentivo à pedofilia e ao homossexualismo e, é isso que está se discutindo. Dois homens não formam um casal nem aqui e nem na China, no máximo uma dupla e quanto à família, ela se constitui de homem, mulher e filho e, em relação à adoção a coisa é mais grave ainda. Muitos dizem que não serão afetados, mas toda a sociedade vai sofrer as consequências caso isso venha ser aprovado. Isto é fato.

Na blogosfera cristã está ocorrendo um fenômeno que podemos chamá-lo de “Crise Moral”. Enquanto no congresso os ativistas chamam senadores e deputados contrários a PL122 de conservadores, na igreja os pastores contrários a esses absurdos são chamados de religiosos, falsos moralistas e que estão promovendo “caça as bruxas” e agora também querem dominar as mentes de gente que pensa.

É patético ver como as pessoas que dizem pensar e afirmam ter o caráter de Cristo postam os seus textos contrariando a palavra da verdade. E o pior, é que para afirmarem os seus absurdos se apressam em apontarem os que defendem a igreja e partem em defesa de homens e mulheres ímpios, irreconciliáveis e que não querem nada com a nossa fé.

A bíblia nos alerta em relação ao homem de Deus que erra ao praticar heresias e pecados. “Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afetos naturais, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.” [2ª Tm 3. 2-5].

Hoje tem sido muito comum em nosso meio ver grandes pastores pregando em beneficio próprio como o Silas que muitos dizem que seu interesse é outro, sei e entendo tudo isso, mas neste momento isso é irrelevante diante do que vem pela frente ou seja, a PL122. Tomo a liberdade de citar alguns que pregam em seu beneficio: o Silas Malafaia, o Edir Macedo, R. R. Soares, Waldemiro, René Terra Nova e os pastores que os acompanham, além de vários outros que em menores proporções pregam com a intenção de um dia alcançar os status que estes alcançaram.

O que eu quero dizer com isso? Mesmo contrária a esses homens, não tenho o poder de tirá-los do cenário "gospel," só me resta de público contestá-los e denunciá-los, quando agirem de forma a ferir a verdade de Deus [palavra] e a igreja [nós].

Em especial ao pastor Silas Malafaia, mesmo com todos os seus erros, ele se tornou principal porta voz em defesa da igreja e da família na sociedade na questão “homofobia” e quando ele vai de encontro aos interesses dos ativistas, eu tenho que ter maturidade suficiente para entender e aprender a separar as coisas, pois neste momento ele está defendendo a liberdade da igreja que é a nossa causa maior, ou não fazemos parte desse Reino? Lembre-se que a igreja ainda não subiu e quem vai sofrer as consequências futuras de uma timidez momentânea seremos nós.

O cristão tem que aprender a separar as coisas. Quando um líder espiritual age de maneira contrária à palavra de Deus, ele deve ser repudiado severamente, doa a quem doer. Isso é muito natural em nosso meio, o cristão tende a ser altamente rigoroso quando um pastor tem atitudes tidas como herege. Agora, quando o ímpio age de forma contrária aos interesses da igreja, mesmo sabendo que no futuro essas ações irão perturbar a própria, somos complacentes. Alguns inclusive dizem que Deus não precisa que venhamos a defendê-lo, isso é uma grande contradição não acham?? Repito. A igreja ainda esta na terra.

Como disse o senador Magno Malta, é nefasto dizer que os Evangélicos são contra os homossexuais, isso não existe. Existe sim, uma reação para tentar impedir que um projeto de lei muito perigoso seja aprovado causando futuros danos irreversíveis a sociedade brasileira e nisto eu incluo a família e a igreja.

Então meus amados irmãos lutem contra esta causa PL122, independente de quem está encabeçando esta causa em nosso favor, não olhe para o Silas, mas olhe somente para o propósito, vamos ser rigorosos com todos que tentam perturbar a igreja do Senhor [nós], independente de serem ímpios ou cristãos. Paz.

17 comentários:

Casal 20 disse...

Rô, como disse no post do Marcello, concordo com ele em relação às pessoas que fazem a metade. Há, verdadeiramente, hipócritas religiosos que estão se aproveitando da bandeira da luta para fins escusos. Assim, estes acabam defendendo a metade do Evangelho (aquilo que lhes interessa) e não o Evangelho inteiro.

A discussão não é sobre igrejismos e moralismos e seu texto expressa perfeitamente isso. A militância gay é uma "visão de mundo" e não apenas uma expressão de um gosto pessoal. É muito mais do que isso: a militância gay é, antes de tudo, uma interpretação, uma nova interpretação social, política, econômica e religiosa. E, para mim, quando cristãos defendem a luta contra a ditadura gay e, semelhantemente, são também oponentes de tudo aquilo que insiste em se colocar no lugar de Deus, estamos, então, defendendo o Evangelho inteiro numa sociedade que só consegue enxergar a metade.

Parabéns pela defesa do Evangelho inteiro.

Abraços sempre afetuosos.

disse...

Sim, o problema Fabio é nos deixarmos levar por causa destes religiosos que estão se aproveitando da bandeira da luta para fins escusos que defendem somente a metade do Evangelho (aquilo que lhes interessa) e não o Evangelho inteiro, por causa dos escândalos e olhamos e vemos que não existe nenhuma moral Evangélica como muitos dizem por causa "destes" e passarmos agir como estes, tenho visto muita gente assim por causa "destes" muitos estão defendendo pela metade também, e isso para mim é lamentável, pois não existe só estes, há muita gente boa lutando também, isso não é hora de lutas internas mas é hora de nos unirmos, os gays estão todos se unindo e nós?? apontando os problemas internos, quem tem ou não moral para agir em defesa da igreja, não é hora disso. Paz

Eduardo Medeiros disse...

rô, concordo que a pl 122 é absurda.

não por eu ter alguma coisa contra a homoafetividade. mas defendo que qualquer pessoa que pela sua consciência(seja moral ou religiosa)seja livre para discordar da "prática" e não, do direito deles terem direitos.

as organizações homossexuais quer meter goela a baixo da sociedade que não concordar moralmente com a união homoafetiva é a mesma coisa que homofobia ou incitar a violência contra os homossexuais.

ora, preconceito existe sobre um monte de coisa: contra flamenguista, contra vascaíno, contra tricolor, contra botafoquense, contra gordo, contra magro, contra orelha de abano, contra orelha pequena, contra nariz grande, contra nariz pequeno, contra rico, contra pobre, contra alah, contra orixá, contra funk, contra música clássica, contra mulher bonita, contra mulher feia, blá blaá blá....

ora, o preconceito só se torna perigoso, quando ele descamba para a violência e a intolerância.

o que é ser intolerante com um gay? é não sentar ao lado dele no ônibus. é ter uma "repugnância santa" contra os seus afetamentos. é não ser amigo de uma pessoa por ela ser gay. é demití-lo por ele ser gay ou não contratá-lo por ser gay. é olhar um gay morrendo de aids e dizer: "bem feito seu pecador miserável" blá blá...

então, apesar do preconceito ser algo ruim(o preconceito racial já é crime e com razão)nem todo preconceito é violento ou impede a convivência e nem toda declaração contra a homoafetividade é homofobia.


mas como eu sou do meio cristão, sinto-me livre(já que não tenho que prestar contas a pastor nenhum e a convenção nenhuma), a criticar a postura de muitos cristãos que no afã de proteger sua fé, não demonstram amor pelo homossexual e sua repulsa à sua orientação, contaminam também a aversão à pessoa.

por mim também, os cristãos parariam de pregar um deus moralista(mas sei que isso é impossível para a maioria); logo, só resta o diálogo.

a pl como está não pode ser aprovada. o campo de interpretação do que é homofobia precisa ser de novo estabelecida para os seus padrões reais.

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Rô,

Para mim o post está excelente, falou tudo.
Agora, comento, "um pouquinho":
Veja bem, o que me causa espécie é o seguinte argumento (já li no post do Marcello de hoje muita gente usando): a questão do "evangelho inteiro".
Explico: fico imaginando que pessoas que não se unem em prol de uma causa como esta, luta contra o PL 122/2006 ou criticam quem está tendo a coragem de tomar a frente, diante da omissão de tantos (tantos mesmo), deve ter um grande círculo de amigos igualmente santíssimos (sem ironia), pois criticar quem busca o bem de todos, não esqueçam que o PL 122/2006 atinge a todos (basta ver a questão da demissão de uma pessoa homossexual, pode ensejar uma justificativa de demissão por preconceito, aí tanto o cristão como o não cristão pode ser acusado, e sofrer o rigor da Lei), fazendo confusão com as coisas, não concordar com alguns pontos teológicos é uma coisa, agora querer dizer que determinado Pastor, no caso o Pr. Silas, está agindo com segundas intenções é forçar demais a barra.
Não sou defensor do Silas, já disse isso, tenho minhas reservas, mas citem aí o nome de um Pastor para ficar no lugar dele, que tenha uma reputação ilibadíssima, MAS QUE TENHA CORAGEM, não adianta pregar a verdade, O EVANGELHO POR INTEIRO, e ser UM MEDROSO, veste calças, que não sai de seu "mundinho", do meio de gente pacífica, a sociedade não é feita só por lordes, pessoas de fino trato (em que pese estes, também, cometerem atrocidades, na maioria das vezes as escondidas), quero que me apontem um, apenas um, e me calarei.
Agora, ter opiniões divergentes sobre determinados assuntos, todos temos esse direito, não estou, aqui, querendo usurpar direito de ninguém, nem impor a minha opinião.
Agora retomando, quem entende o evangelho por inteiro, deve ter outros comportamentos: como posso querer o evangelho por inteiro e ser membro de partidos como o PT, ser socialista, querer o bem estar da população independe de ser socialista, não há necessidade de ser filiado ou simpatizante de partidos políticos que defendem essas ideias; e o tanto de gente que apoiou a Dilma, e dize ser evangélico, sendo que ela, e seu partido, têm ideias e princípios que nada têm a ver conosco? Ai se agente for puxar para imaginar, PENSAR UM POUQUINHO (agora sim estou sendo irônico) iríamos passar dias e dias escrevendo.
Por este tipo de comportamento nosso, de criticar por criticar, quando não fazemos nem uma vírgula comparada ao que está sendo feito por quem está sendo criticado é que a Igreja Católica diz que não se preocupa com os evangélicos, pois eles mesmos se destroem, um acaba com o outro, o que é uma realidade.
Termino por aqui, esperando a tréplica.
Apoiadíssima Rô, sempre.
Fiquem na Paz.

Casal 20 disse...

Rô e Fábio, apoiadíssimos. Espero que tenha ficado clara a minha posição.

Eu não disse que não estaria ao lado de quem não prega o evangelho inteiro, até mesmo porque quem me conhece e conhece o blog sabe da minha postura de co-beligerância com Silas e outros semelhantes. Mas, ainda que haja co-beligerância da minha parte, não significa que não deixarei sempre de observar as diferenças e discordâncias.

Espero que as palavras não me estejam traindo, do contrário, estou aberto à repreensão e conselho dos queridos.

Abraços sempre muito afetuosos.

disse...

Fabio Ribas - te conheço meu amigo, mesmo em pouco tempo, mas sei que você sabe separar as cosias como eu. Louvo a Deus pela sua vida. Paz

Edu - a PL 122 é absurda demais. Paz

Fabio José Lima - Realmente gostaria que alguém me apontasse um pastor com conduta ilibadíssima, não enchemos uma mão meu amigo. concordo contigo. Paz

Anderson Rogerio Andujar disse...

Texto sóbrio e objetivo, parabéns pela postura. Paz...

helena disse...

PLAC, PLAC, PLAC, PLAC... Rô, este é o meu aplauso ao seu texto, por ser coerente, e conivente com a verdade. E como já foi citado, a comunidade gay está unida, já já a igeja...

Não vamos falar em religosidade, mas vamos repudiar a aprovação dessa lei, não vamos apontar nossos defeitos enfiando assim uma navalha na nossa própria carne, pelo amor de Deus! ninguém aqui é perfeito, mas vamos nos unir e continuar a pregar a verdade(Jesus Cristo), pois só assim haverá Salvação. Quem tem que recuar é o inferno e não a igreja.

Rô, mais uma vez... PLAC, PLAC, PLAC...

disse...

Anderson, obrigada. Paz

Helena vc é ótima rsss. bjs

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Aguardo a quatlépica.....kkkkkkkkkkkk
Por isso que o LATINO quer ser crente! TÁ TUDO MISTURADO...KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
...Prá relaxar um pouco.


AMIGA...Tô bestificada!
Estão dizendo que JESUS era gay....amava JOÃO.E que o casamento em Caná da galiléia, era o deles.
O QUE É ISSO??!!
NÃO VAI DEMORAR MUITO, E JESUS vai DESTRUIR este mundo.A blasfêmia...NÃO TEM PERDÃO.
SOLTARAM BARRABÁS...

Beijos e fica com DEUS.

Marcello Comuna disse...

Clélia, amei seu comentário!

Esses dias insinuaram na minha faculdade que Jesus era maçom...sabe como é, os maçons são construtores, Jesus também construía coisas (carpinteiro), logo, Jesus era maçom.

Tem muita gente doente no nosso meio e manter a serenidade e mansidão com eles em tempo integral tem se tornado cada dia mais difícil.

Rô,

Seu texto aborda um tema importante, a falta de unidade no corpo de Cristo. E isso é inevitável por conta da doença instalada em alguns membros. Eu li e rê-li o meu texto publicado ontem para ver ser encontrava algum ruído de comunicação nele. Não achei.

Minha opinião ficou clara, mas caso tenha originado alguma dúvida por parte de algum irmão, SOU TOTALMENTE CONTRA A PL122, porém não posso deixar de exortar aqueles que só se mostraram relevantes para a sociedade pq sua comodidade "bolística" está sendo ameaça. Como citei, as drogas, a violência entre outros também ameaçam a família e nunca vi esse mover por conta disso.

Agora não pensem que só pq é o Malafaia que está encabeçando essa luta contra a PL122 que estou torcendo contra. De maneira alguma. A exortação é para que depois de passado tudo isso possamos ser mais relevantes em todos as outras mazelas de nossa sociedade.

Eu sei separar as coisas mana, talvez ainda deva aprender a separar mais, porém, mantenho minha opinião; não é pq tenho um inimigo em comum com Z que Z necessariamente é meu aliado. Me baseio no comportamento de Jesus que mesmo tendo alguns pontos em comuns com os fariseus não se aliava à eles.

Faço meu trabalho no campo, com a escória, gays, viciados, emos, prostitutos e prostitutas, lugar onde com certeza o Malafaia não passa nem de longe.

Mas ainda sim torço para que Deus tenha misericórdia de nós e nos livre dessa lei. Que Ele use a mobilização evangélica para operar.

Mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Caminhando para vitória mas sem perder a ternura.

Abraços fraternos hermana.

Marcello Comuna disse...

Respondi seu comentário lá no blog...

Mulheres INDO disse...

boa noite Rô.
mulheres INDO

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz minha Irmã,

Passando aqui para dizer que lhe indiquei para participar do Meme Literário, querendo visite a página correspondente no meu blog e responda as perguntas.
Fica na Paz.

Alberto Couto Filho disse...

Rô, amada

Meu comentário sobre a sua brilhante postagem, já o fiz em 210 páginas, quando escrevi:
VINDE APÓS MIM - JESUS não disse IDE após seus líderes.
Bons, muito bons...o que? Quem?
Seu artigo, meu livro, os comentários dos seus seguidores.
A paz

disse...

Boa noite Mulheres Indo. Paz

Fabio, to chegando por lá. Apesar de ter respondido um méme ontem indicada pela Rita. Mas to indo lá. Paz

Irmão Alberto estarei enviado um
e-mail para o senhor, temos que conversar ou melhor colocar nossas conversas em dia rsss. paz meu querido amigo.

Cida Kuntze disse...

Boa noite Rô querida!
Meu coração tem doído por causa desse projeto. Hoje ainda, junto com mais 2 amigas estávamos orando a respeito. Que o Senhor guarde as nossas crianças brasileiras.
Um beijo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...