Subscribe:

31 de janeiro de 2011

Tribos sacrificam bebês deficientes e de mães solteiras



O que acontece com crianças que nascem com problemas motores ou com deficiências mentais em tribos indígenas? Alguns grupos do interior do Brasil simplesmente sacrificam os bebês…

Como agir em relação a cultura ? O governo não quer se meter dizendo que não pode entra na cultura de um povo. Mas e o direito a vida??





Andando em amor


Por Rô
Não consigo entender como alguém diz que ama a Deus e aborrece seu irmão. Não anda com seu irmão dizendo não ter afinidades com o mesmo. Muitos falam tantos em amar os diferentes, mas não consegue andar uma légua com seu irmão e com o próximo. Como amar a Deus que não vê??

João expressou esta verdade em termos claros: “Se alguém disser: ‘Amo a Deus, mas odeia o seu irmão é um mentiroso: pois quem não ama seu irmão a quem vê, a Deus, a quem não vê, não poderá amar” (1 Jo 4,20).O amor deve ser a marca distintiva dos seguidores de Cristo. Por isso, como cristãos, nossa responsabilidade não é apenas ensinar ou pregar o amor, mas, colocá-lo em prática diariamente. Jesus disse: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. (Jo 13.35). É pelo amor que demonstramos que passamos da morte para a vida: Quem não ama a seu irmão permanece na morte”. (I Jo 3.14)
Isso tudo acontece quando julgamos as pessoas, como boas e más, sempre achamos isso por causa da nossa natureza humana, e esta natureza humana que nos faz rotular o outro como uma pessoa não confiável e nada agradável para andar conosco, pois como andar comigo se não concorda com o que penso?? talvez seja bem mais fácil rotulá-las, pois assim sabemos em quem confiamos e quem devemos evitar. Mas na verdade é possível que haja ladrões e samaritanos entre nós, aliás temos também este aspecto em nós.
Devemos buscar nos relacionarmos em amor com os outros, pois quem viola este relacionamento não pode dizer que ama a Deus, pois quem não ama seu irmão permanece morto.
Como irmãos devemos buscar uma relação de semelhança com o Senhor, se somos como Ele, então, Ele é o nosso padrão modelo e ideal de vida, isso é permanecer em amor. Esta iniciativa de amar procede de Deus: (1 João 4.19 NVI). “Nós amamos porque ele nos amou primeiro”
Assim como ele tomou a iniciativa em nos amar, assim devemos agir em relação aos nossos semelhantes. Não fique esperando pelo outro, vá ao encontro dele e revele o seu amor.  É impossível estabelecer uma relação de amor a Deus sem que tenhamos relacionamentos amáveis com os nossos irmãos e semelhantes. A prova concreta do amor ao invisível (Deus) é o amor ao visível (irmão).
“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus” (I Jo 4.7).
"Assim, pois, sigamos em paz e a edificação de uns para com os outros" (Romanos 14:19). Como servos de Deus em comunhão com o Espírito Santo, deveremos trabalhar humildemente para manter a unidade: ".. completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma cousa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Paz.

30 de janeiro de 2011

Lágrimas no Olhar

Erga a tua voz e Clame ao Senhor , e Ele ouvirá o teu clamor.

Tenham uma semana abençoada na presença do Senhor. Paz!




Grandes provações tens passado
Em momentos tens chorado
Sem ter o que fazer
Sem ninguém pra conversar
Sem poder se levantar e reagir
Quando alguém te fere com palavras
Que machucam o coração
As lágrimas nos olhos
Molham o teu rosto
E é tanto sofrimento

Erga tua voz e clame ao Senhor
E Ele ouvirá o teu clamor

Pra que temer, se Cristo está contigo
Se Ele é teu amigo
Pra que se abater
Pra que ficar assim, desse jeito
Ninguém é perfeito
Jesus ama você

Saiba que Jesus te consola
E o sorriso então renasce
Ao nascer da alvorada
E jamais te deixará

Erga...

10 Sintomas de “LOBISMO” Eclesiástico




Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam pelas mãos deles, e o meu povo assim o deseja: e que fareis no fim disto? Jeremias cap. 5 vs. 31

Aos críticos gratuitos da crítica analítica, devo-lhes dizer uma coisa: É simplismo e superficialidade dizer que não devemos julgar (criticar e apontar desvios de caráter e conduta), se assim fosse, estaria anulado todo ministério dos profetas, juízes, apóstolos e do próprio Senhor Jesus que vieram com o dedo em riste denunciando as falcatruas da religião.

“LOBISMO”, foi a terminologia que adaptei, para caracterizar os “LOBOS”, ministros (servos e escravos, nada mais que isso), que perderam a visão de “despenseiros” do Reino, tornando-se mercenários da fé.

Assim como no post anterior “7 dicas para manipular uma Igreja”, essa catalogação é fruto de anos de observação e indignação com aquilo que chamam de “ministério” no meio evangélico.

“Ministérios” esses que na sua grande maioria, são resultado da necessidade de auto-afirmação ou, na sua face mais vil mercenarismo puro.

Essas evidências, identificam aqueles que perderam a paixão voluntária pelo ministério, e tornaram-se profissionais frios e calculistas de um cargo eclesiástico em benefício de si mesmo.

Qualquer semelhança aqui exposta, não é mera coincidência, são constatações factuais.

1º Gostam de poder, mas estranhamente se recusam a servir. Como amam falar em línguas estranhas, profetizar, revelar e demais peculiaridades do gênero (obs. Eu creio na contemporaneidade dos dons sobrenaturais). Mas tudo isso é canalizado para a promoção pessoal, pois não mostram o mesmo empenho na hora de dar atenção ao ser humano que precisa de um ombro humano para dividir suas mazelas.

2º Valorizam programações, mas menosprezam relacionamentos. Participam de todos os congressos, campanhas e eventos que lhe rendam marketing, mas não gostam de relacionamentos inter-pessoais com medo de ficarem vulneráveis e serem descobertos, ou por receio de tornarem-se meros mortais desgastando a auto-imagem.

3º Gostam de entradas triunfais, mas a saída tem de ser à francesa. Entram com a reunião começada e saem com ela terminada. São espalhafatosos em sua apresentação pública mas a saída tem que ser de “fininho” para não correrem o risco de atender alguém. Gostam de provocar expectativa em seus ouvintes para manter vivo o “mito” (valorização do mensageiro em detrimento da mensagem).

4º Esbanjam muito carisma, mas na mesma proporção lhes falta caráter. São de fácil comunicação e apresentação em público, mas é nos bastidores da vida onde cai a máscara e é revelado a podridão do ser. Casamentos e famílias falidas, vida financeira desregrada, politicagem eclesiática e secular a base de troca de favores, são só alguns exemplos da desfaçatez de valores éticos desses personagens.

5º Idolatram títulos eclesiásticos, não admitem serem chamados pelo nome. Sim senhor, não senhor, apóstolo, bispo, pastor, reverendo é essencial se quiser manter um bom relacionamento com “Sua Santidade”, caso contrário ficará relegado a indiferença ou serás responsável por um surto de crise de identidade na celebridade gospel.

6º Nas assembléias disputam os primeiros assentos, manter a pose é prioridade. Não lhe tome o assento de honra. Ele é capaz de te expor, envergonhar, difamar e até brigar em público para sair bem na foto.

7º Suas mensagens são sempre bombásticas, holofotes voltados pra si é questão de sobrevivência. A prédica deles mais se parece com produção “hollywoodyana”. Matrix, Jornada nas estrelas, Ghost, parecem produções de fundo de quintal perto de suas apresentações espetaculares. Não conseguem trafegar no normal (ordinário), somente no bombástico (extra-ordinário) que cause admiração (frenesi) nos seus espectadores.

8º Fazem de tudo para serem solicitados, mas o cachê tem de ser pré-combinado e pré-depositado. Aqui, vale até propaganda em rádio pirata. Tudo para a divulgação do “EUVANGELHO”. Mas nem pense em recolher uma oferta voluntária após a reunião, que você está fadado a ficar na mão.

9º Em suas preleções não faltam trilha musical, manipular emoções é fundamental. Histeria é alvo inegociável. Trilha sonora “Home Theater” manipulada por um sonoplasta com aumento de volume nas frases de efeito e diminuição nos momentos de comoção, fazem parte do show. Proporcionar uma reunião narcotizante, que mexa com as emoções, e tire o povo da realidade diminuindo a capacidade de raciocinar nem que seja por algumas horas, é sua especialidade.

10° Mostram zelo excessivo com as ovelhas gordas, descaso total com as ovelhas magras. Preocupam-se com o sofrimento dos irmãozinhos “empresários” que não tem quem lhes defenda, mas os irmãos mais pobres que já são experimentados na fé, esses se viram sozinhos. Como diria o “Justo Veríssimo”, personagem do Chico Anísio: “Eu quero que pobre se exploda!”.


A lista é sucinta para dar a oportunidade de interação àqueles que já observaram tais desvios e sintomas e querem colaborar com as constatações para ampliarmos as informações no combate a essa doença crônica...

Por Franklin Rosa

28 de janeiro de 2011

O que a Bíblia diz sobre o homossexualismo e o homosexual?

Esta é a última pergunta de sua carta. Geralmente deixamos para o fim o que queremos perguntar primeiro. Como você lê a Bíblia, acredito que não esteja querendo saber minha opinião sobre o homesexualismo, mas o que Deus fala de tal prática na Bíblia. A opinião das pessoas podem até ser respeitadas, mas há momentos quando precisamos decidir se obedecemos a opinião das pessoas ou a Palavra de Deus. E entendi que é esta que é a opinião importante para você.

Você deve estar em dúvida se deve aceitar realmente o que diz a Bíblia, que foi escrita há tanto tempo, ou se o melhor seria simplesmente se deixar levar pela opinião pública e pelo senso comum. A opinião pública irá cada vez mais considerar a prática do homossexualismo apenas uma opção de vida, porém é importante você decidir quem deve dirigir sua vida: a opinião pública ou Deus. Um dia todos nós deixaremos a opinião pública para trás - o que os outros pensam e dizem - e iremos nos encontrar com Deus. Lembre-se de que foi a opinião pública que decidiu pela soltura de Barrabás e condenação de Jesus.

"Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás. Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado." Mateus 27:21, 22

O homossexualismo não é doença, e na Bíblia ele é descrito como até mais do que um pecado: é uma perversão e abominação diante de Deus. Não sou eu quem afirma isso, mas o mesmo livro que você tem aí com você e costuma ler. Veja bem que estou me referindo à prática, não à pessoa do homossexual. Deus ama cada pessoa, independente de como ela seja, mas não ama práticas que são contrárias à Sua própria natureza. É importante que você entenda isto, pois a primeira reação que temos contra Deus é a de tentarmos nos defender de algo que Ele condena, achando que não somos amados. O testemunho abaixo é de alguém que conheceu este amor:

"Espero que você compreenda que não importa o quão longe você tenha ido em seu estilo de vida homosexual, nunca é tarde demais para mudar, nunca é tarde demais para voltar ao lar. Deus tem o poder de reformá-lo completamente em corpo, alma e espírito. Por causa do que Deus fez por mim, o velho Jerry Arteburn acabou. Ele se foi. E sou uma nova pessoa através do poder de Deus. Creio que você queira mudar. Espero que você sinta que deva mudar. Você precisa tentar. Existe um caminho melhor. Deus tem um plano melhor. Com a decisão de buscar a vontade de Deus para sua vida, ela pode ser uma vida com significado." Jerry Arterburn, falecido em 13 de Junho de 1988 aos 38 anos, de AIDS.

A Bíblia está cheia de passagens condenando tal prática. Os homens de Sodoma queriam conhecer os anjos que se hospedaram na casa de Ló. Daí vem a palavra "sodomita" que é o homem que procura outro homem para possuí‑lo como a uma mulher. Tanto o que faz o papel de homem como o que faz o papel de mulher estão pecando e cometendo uma abominação:

"Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel. Não trarás o salário da prostituta nem preço de um sodomita à casa do SENHOR teu Deus por qualquer voto; porque ambos são igualmente abominação ao SENHOR teu Deus.... Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é... Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação" Dt 23.17; Lv 18:22; 20:13

Em algumas traduções, ao invés de "sodomitas" a expressão usada é "rapazes escandalosos", "rapazes alegres" (daí usar a palavra inglesa "gay" que significa "alegre"), "prostitutos cultuais" ou "prostitutos sagrados" (porque os israelitas tinham incorporado o sexo aos rituais religiosos, como faziam os pagãos) (1 Reis 14.24; 15.12), e os homossexuais são novamente citados no Novo Testamento, em Romanos 1.26,27, tanto com respeito ao homem como à mulher (lésbicas, lesbianismo), prevendo aí um juízo que cairia sobre seus próprios corpos, sem contudo identificar especificamente que juízo seria esse:

"Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro." Rm 1:26,27

Li na revista Newsweek a reportagem sobre o médico que descobriu que a homossexualidade é uma alteração existente no cérebro. O curioso é que o médico revela ser homossexual desde criança, e que isto sempre lhe dava uma intranquilidade de consciência, até descobrir que era algo congênito (de nascença). Fico na dúvida se ele descobriu alguma evidência científica ou se descobriu tão somente algo que queria descobrir. Mas o artigo mostrava que tudo não passava de uma teoria, assim como a teoria da evolução. Ou seja, não há provas.

Não nego que existam pessoas que nascem com mais hormônios do sexo oposto, mas isto não é justificativa para que cometam alguma torpeza. Talvez sejam até mais tentados em sua carne do que aqueles que têm uma predominância de hormônios de seu próprio sexo, mas nada justifica que venha a praticar um ato sexual abominável a Deus. Tentar usar o argumento de excesso de hormônios (masculinos ou femininos) para justificar o homosexualismo ou lesbianismo é o mesmo que usar o argumento da pobreza para justificar o crime. Como diz o ditado, você não pode evitar que as andorinhas voem sobre sua cabeça, mas pode impedir que façam ninhos em seus cabelos.

Há homens claramente efeminados (com características femininas), de nascença, modo de criação ou devido a um excesso de hormônios femininos, que se casam, têm filhos e são felizes como homens. Devemos lembrar que o homossexualismo é tratado, na Bíblia, não apenas como um pecado, mas como uma abominação. O que pratica um ato sexual condenado por Deus é culpado daquele pecado, não importando se tenha alguma tendência fisiológica para tal.

Isto porque são necessários alguns passos até se chegar ao ato, passos estes que poderiam ser evitados se a pessoa simplesmente quisesse evitá‑los. Uma pessoa nascida em meio a bandidos e assaltantes pode ter a tendência de se tornar um bandido e assaltante, mas isto não a isenta da culpa se vier a praticar um crime. (Aliás, o crime é praticado em qualquer classe social e a grande maioria das pessoas pobres são pessoas honestas, não se valem da desculpa da pobreza para poderem roubar). Nossa carne certamente se inclinará para o mal, pois a Palavra de Deus diz que "a inclinação da carne é inimizade contra Deus" (Rm 8.7).

Aquele que é nascido de novo tem uma nova vida e possui o Espírito Santo habitando em si. Este lhe dará vitória contra qualquer tendência natural de nossa carne. Se acharmos que a inclinação de nossa carne deve ter livre curso, então temos que dar livre curso também aos outros desejos que brotam no coração de todos, ou seja, de praticarmos o que bem entendermos, matando, roubando, ferindo e praticando todo tipo de torpeza.

Talvez alguém diga que é diferente de matar ou roubar, pois não faz mal aos outros, que homosexuais são cidadãos que podem viver uma vida respeitável, que devem ser respeitados etc. Sim, é verdade. Conheço homossexuais que são muito mais honestos e respeitáveis do que muita gente que vive com a Bíblia debaixo do braço. Além disso, de acordo com as leis que temos na maioria dos países tal prática não pode ser comparada àquelas que costumamos enxergar como crimes contra o ser humano e a sociedade, e em alguns lugares tratar um homossexual com discriminação pode ser considerado crime.

Mas não é esta a questão que está sendo tratada aqui, não me propus a escrever aqui de como os homens enxergam isso ou aquilo, mas de como Deus enxerga e diz em sua Palavra. E se você crê que a Bíblia é a Palavra de Deus, convém analisar a prática sob esse ponto de vista, ou descartá-la de vez para ter a opinião pública ou sua vontade própria como bússolas de sua vida. A responsabilidade é sua e é você quem terá de prestar contas de seus atos a Deus.

Entenda que o que escrevo aqui não é uma crítica à pessoa homosexual, mas à prática da homossexualidade, e também não estou me baseando no modo como a sociedade aceita ou deve aceitar determinadas práticas. Não sou melhor do que qualquer pessoa e jamais poderia me colocar na posição de juiz. Eu mesmo sou suscetível a qualquer prática mais ou menos prejudicial ou contrária à Palavra de Deus e, como todo e qualquer ser humano, estou incluído na condenação genérica da qual a Bíblia fala e que coloca todos nós na mesma condição: pecadores necessitados de um Salvador. Portanto, não são seres humanos falhos que devemos tomar como referência, mas o que Deus diz em Sua Palavra.

"Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer... Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só... Não há temor de Deus diante de seus olhos... para que toda a boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus... Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus... Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus." Rm 3

Evidentemente, a tendência na sociedade será cada vez mais de aceitação de diferentes inclinações sexuais, sob a alegação de se tratar de opção pessoal e não implicar em dano à sociedade como um todo. Até mesmo as leis tenderão a reconhecer uniões do mesmo sexo como válidas para preservar os direitos das pessoas envolvidas, como acontece em qualquer sociedade entre duas pessoas. São questões civis legisladas por homens e que acabarão definidas pelos legisladores e serão obedecidas pelos cidadãos.

Obviamente nisso não se inclui a idéia de casamento gay defendida por alguns, já que isso seria uma triste caricatura de uma instituição divina criada para o relacionamento entre um homem e uma mulher para, entre outras coisas, auxílio mútuo, procriação e, principalmente, representar Cristo e Sua noiva, a Igreja.

Portanto, o ponto aqui não é o que a sociedade aceita, o que as leis dizem do ponto de vista de uma relação civil entre duas pessoas ou o que as pessoas querem fazer por escolha própria. O ponto é: Deus aceita a homosexualidade como algo normal para Ele? Não. Deus pode amar um ateu, mas não irá amar o ateísmo, contrário à Sua própria existência. Ele pode amar o homossexual, mas não irá amar o homosexualismo, contrário ao Seu plano original da Criação:

Disse Jesus: "Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." Mc 10:6-9

Assim como Deus faz, devo amar e respeitar todas as pessoas, independente do estilo de vida ou preferência sexual que escolheram, mas isso não implicará que eu deva aceitar ou concordar com suas práticas ou com o modo de vida que escolheram. Você queria saber o que a Bíblia diz do homosexualismo e eu não poderia amenizar o que encontro ali.

Lembre-se de que qualquer verdadeiro cristão deve proceder como o Senhor Jesus procedeu quando andou neste mundo: Ele sempre amou o pecador e detestou o pecado. Todas as pessoas devem ser amadas como Deus as ama, independente de seu modo de vida. Mas amá-las não implica em aceitar seu modo de vida, principalmente quando temos diante de nós um testemunho claro daquilo que Deus pensa sobre o assunto.



27 de janeiro de 2011

Análise de algumas frases femininas




O mais bonito em um casal é quando um conhece bem o outro. Com o tempo, homens, felizes com suas companheiras, aprenderam certos comportamentos verbais de suas digníssimas. Como diz aquele velho ditado, o homem sempre tem a última palavra: sim, querida!

Algumas palavras ditas por mulheres, para bom entendedor, podem salvar um relacionamento, ainda mais quando a mulher está com TPM. Veja na lista abaixo, os exemplos mais corriqueiros e entenda o que as palavras podem dizer, nas entrelinhas...

CERTO. Quando uma mulher te ouve, ouve e ouve, e nem olha direito pra sua cara e diz “Certo", saiba é só pra encerrar a discussão e você parar de falar, porque ELA está certa!

ESQUECE! É uma mulher de saco cheio, dizendo dane-se!

OBRIGADA! Só responda: de nada. Agora, quando uma mulher agradece com ar de sarcasmo e diz MUITO OBRIGADA, ela não está agradecendo, está te chamando de completo incompetente, idiota, imbecil e se você responder “de nada”, ela vai dizer ESQUECE!

PRECISAMOS CONVERSAR. Se prepare, que vem chumbo grosso. Quando a mulher está segura, é porque normalmente você irá levar um pé no traseiro ou levar um sermão sem escapatória, a culpa é sua!

SABE, EU ESTIVE PENSANDO... Seja gentil e nem fale “ah,não..”, porque você poderá libertar de dentro dela a ira dos quintos dos infernos e ser chamado de insensível, grosso, egoísta, mais uma vez.

DEIXA PRA LÁ, QUE EU RESOLVO. Te chamou gentilmente de incapaz. E nem tente falar que você resolve, porque pra ela tentar resolver, é sinal que ela te pediu umas 500 vezes antes. E se perguntar “o que aconteceu, meu amor?”, ela dirá: NADA!

NADA! Sim, nada... Aí, você diz “Como nada?”.Você descobrirá como um NADA pode ser tudo aquilo que você nunca desejou ouvir nem saber na sua vida. A ira divina cairá sobre você. Bem feito, quem mandou não resolver as coisas antes...

TUDE BEM. Sabe quando você pisa na bola e ela diz tudo bem? Não está nada bem. É só uma maneira serena dela dar um tempo e preparar um PRECISAMOS CONVERSAR.

SUSPIRAR ALTO enquanto você fala ou depois de você falar. Significa apenas: ai, como ele é burro, o que estou fazendo aqui, ao lado dele?

5 MINUTINHOS! Significa 30 minutos. Se ela disser uma hora, significa de 2 a 3 horas. É só calcular em progressão geométrica.

E a desafiadora frase VOCÊ É QUEM SABE, tem como tradução “vamos ver até onde vai a sua inteligência e conhecimento sobre a mulher que está do seu lado. E nem ouse perguntar, “SEI O QUÊ?”, senão ela irá responder “NADA!”.

Brincadeiras à parte, a vida é assim mesmo. Quando misturamos sentimentos, emoções e amor, inventamos sempre um jeito de nos fazermos entender sem precisar ser diretas demais e perder as estribeiras. Mas que é verdade, é sim!

Georgia Maria

26 de janeiro de 2011

A heterofobia do astro Ricky Martin


Na revista Veja desta semana foi publicada uma entrevista do astro portorriquenho Ricky Martin. Há pouco tempo, ele admitiu ser homossexual, o que é um direito que lhe assiste. Entretanto, ao que parece, isso não foi o bastante. Ele quer agora provar que ser homossexual denota muito mais que ser diferente dos heterossexuais. Significa ser superior a eles!

Ao falar a respeito de como deseja ser definido por seus filhos, na escola, Martin afirmou: “Quero mais é que eles falem a seus amigos: ‘Meu pai é gay e ele é muito legal. Seu pai não é gay. Triste o seu caso’. Quero que eles sintam orgulho em fazer parte de uma família moderna”. Ora, quer dizer então que um pai heterossexual é inferior a um pai homossexual? O filho de um pai heterossexual não pertence a uma família moderna? É um filho triste pelo fato de seu pai não ser um homossexual? Esse pensamento de Martin me parece preconceituoso e discriminador, próprio de quem não respeita as diferenças.

Martin também disse: “Quando você é garotinho e seus pais o levam ao parque, alguém logo diz: ‘Olha que bonita aquela garota! Que graça! Você gostou dela?’ Somos levados a sentir atração pelo sexo oposto, e isso provoca uma confusão enorme quando se sente algo diferente. A pressão toda é para sermos como os outros; é mais fácil. Hoje sinto que os outros é que são diferentes, não eu. [...] Queria que o mundo entendesse que amar do jeito que eu amo não é revolucionário, é natural”. Em outras palavras, o indivíduo heterossexual — fisiologicamente homem — é inferior ao indivíduo homossexual, também homem na sua constituição fisiológica. Isso é um verdadeiro absurdo!

Mais uma afirmação falaciosa de Ricky Martin: “Todo gay nasce gay. A vida social às vezes se opõe a essa natureza, e aí começa o conflito”. Essa tese não pode ser confirmada, à luz da ciência. O que é normal e natural, cientificamente, é ser homem e mulher. Aliás, a Bíblia diz que Deus nos criou assim: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou” (Gn 1.27).

É legítimo uma minoria pedir que a maioria a respeite, conquanto seja diferente dela. Mas é um contrassenso uma minoria querer provar, a ferro e fogo, que é superior à maioria! Os homossexuais — que são, de fato, diferentes da maioria das pessoas, visto que não aceitam a sua constituição fisiológica — gostam de acusar de homofobia os que possuem opinião contrária à deles. Fica aqui uma pergunta para reflexão: Como devemos definir o comportamento de quem, ao assumir a homossexualidade, procura convencer a todos de que pertence a uma super-raça, moderna e mais evoluída? Eu o definiria como preconceituoso e discriminador.



25 de janeiro de 2011

Vontade soberana e Permissiva




Por Rô


Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e todos os que nele habitam”. Salmos 24:1


Hoje não pude deixar de prestar atenção no comentário do Edu, em que ele questiona que Deus não precisaria provocar uma catástrofe para levar algumas pessoas. Resolvi pegar seu comentário e transforma-lo em postagem pois achei interessante seus questionamentos, pois entra no quesito soberania e vontade permissiva de Deus, acho que da um bom debate .

Existem coisas que não podemos compreender com nossa mente limitada. Mas vamos tentar raciocinar um pouco sobre esta questão??

O que mais me chamou atenção no seu comentário é que Deus agiu em favor da igreja, a deixando intacta, vejo isso como a vontade de Deus, pois quando ele quer livrar, ele livra e pronto. Segue abaixo o comentário do Edu, e sua opinião. E vocês o que acham? Opinem!

***************************************************************

rô, mesmo não concordando que foi "Deus quem o tomou para si" (creio que deus não precisaria provocar uma catástrofe dessas só para levar para junto de si algumas pessoas), acredito que esse tipo de fé é consoladora e acaba por deixar tudo nas mãos de deus cujos propósitos são incompreensíveis. esse tipo de fé tem ajudado muitas pessoas a se consolarem desde os primeiros mártires do cristianismo.

respeito a fé dessas pessoas e me solidarizo em sua dor e esperança.

mas tem certas declarações de crentes que eu não suporto ouvir. por exemplo, veja essa mensagem que recebi no orkut: ...

25 de janeiro de 2011 04:22

ExcluirA Paz do Senhor!
Eu sou membro da Igreja Cristã Maranata em Teresópolis-RJ.

Todos estão acompanhando as tragédias aqui na região serrana do Rio de Janeiro. Mas estou enviando este e-mail para contar os livramentos que o Senhor tem dado à Igreja aqui em minha cidade.

O bairro mais afetado foi o Caleme, onde fica uma de nossas Igrejas e onde moram vários irmãos. Um irmão mora exatamente em frente à Igreja. Ele acordou de madrugada com o barulho. A montanha inteira desceu: terra, árvores, pedras e muita água. Quando correu para a varanda para ver o que estava acontecendo viu uma “onda” de água e lama de aproximadamente QUATRO METROS que passou levando carros, casas, árvores, paralelo, pessoas, tudo o que estava no caminho. Logo em seguida, veio uma segunda “onda” que destruiu todo o resto.

O mais interessante foi que, quando o irmão olhou para frente, a Igreja estava INTACTA! A água destruiu TUDO, até o calçamento da rua foi arrancado pela força da enxurrada, tem mais de um metro de lama por todo o caminho, mas não entrou nem um pingo de água dentro do Templo.

A enxurrada passou em frente e atrás da Igreja, mas nem uma gota passou pela grade (isso mesmo! Grade! Toda vazada pintadinha de branco! Padrão de nossa Igrejas! Mas a água não passou! Incrível né? Esse é o Nosso Deus!!).

O muro do condomínio que fica ao lado do Templo foi arrancado e destruído. Abriu um buraco onde era o condomínio! Do outro lado, o muro (de concreto!) também foi arrancado e a casa destruída. A marca da lama está em todos os lugares, menos na grade da Igreja, que continua branca e linda como sempre. Até eu achei que os irmãos tivessem lavado, rsrs, mas ela simplesmente não sujou!!

Quando o Pastor abriu o Templo, o chão estava até encerado!! Brilhando!! Nem uma poeira havia no chão da Igreja!!

A salinha em anexo está servindo para guardar o equipamento dos jornalistas. O pessoal da Globo quando chegou não acreditou no que viu. Tudo destruído, e a Igreja intacta no meio de tudo. Nem a grama foi afetada. O Senhor preservou tudo!! (O paralelo da Rua foi arrancado, mas a grama da Igreja continuou perfeita no lugar!)

As casas dos nossos irmãos estão intactas também. Só tiveram que sair de lá porque a rua foi completamente destruída. Não tem acesso de carro, nem abastecimento de água nem luz, pois a tubulação foi carregada pela “avalanche” de água e lama que desceu das montanhas, e os postes também foram arrancados.

Tudo foi destruído, menos a igreja e as casas dos servos que vivem lá.

Louvado seja o nome do Senhor!

Nenhum de nossos irmãos perdeu casa, nem família. Alguns estão em casas de parentes e até mesmo de outros irmãos da Igreja apenas por precaução e por não ter mais rua de acesso no bairro do Caleme.

Vamos orar para que cada um que passar em frente à Igreja veja o cuidado do Senhor e entenda que só o Senhor é Deus, e que possam reconstruir a vida na presença do Senhor, caminhando conosco.

Obs.: Este relato diz respeito à cidade de Teresópolis-RJ. Temos também Igrejas nas cidades de Petrópolis, Nova Friburgo e São José. Continuemos a orar por todos os irmãos que vivem aqui na região serrana do Rio, que todos possam viver uma grande experiência de livramento e cuidado do Senhor, e que nada venha a lhes faltar.


Opinem!

Pastor que perdeu filho em Friburgo dá seu testemunho


Heldai 12 anos
Graça e paz!

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.” Romanos 11:33-36.

As orações, o apoio e o carinho de vocês estão sendo de grande importância nessas horas difíceis que enfrentamos. O nosso filho Heldai (Que no hebraico Significa sonho duradouro – Estará eternamente em nossos corações e com o Senhor Deus na glória) de apenas 12 anos, era um menino cheio de sonhos, cristão honesto e convicto, servo, carinhoso, amigo e companheiro. No ano de 2010 nossa igreja Metodista em Vila Virgínia realizou vários eventos em que ele participou de quase todos por ser apaixonado pelo Senhor Jesus e por gostar de servir a Deus. Era um apaixonado pelo PROJETO MISSIONÁRIO UMA SEMANA PARA JESUS o qual participou nos últimos dois anos dando apoio as irmãs da EBF.


Meu filho faleceu na madrugada do dia 12 de janeiro com os demais familiares (06) nossos que também foram soterrados, que mesmos estando em um lugar até então seguro, sem encostas e morros em volta; que eu e minha esposa e filha costumávamos também ficar lá nas férias. Seu corpo; dos tios (Padrinhos e Metodistas de Nova Friburgo-RJ) e primo foram achados sexta-feira à tarde. Não houve sepultamento com a presença dos familiares no sábado; os caixões estiveram lacrados e não nos deixaram sequer vê-los e foram colocados nos túmulos dos nossos familiares lá mesmo em Nova Friburgo- RJ.

O que houve em Nova Friburgo-RJ além das fortes chuvas; foram tremores de terra que também resultaram em deslocamentos de relevos, não respeitando as matas ciliares nativas (Eu estava lá e ouvi!). Diante dessa tragédia em que além do Heldai, perdemos mais 06 outros membros da família, nunca deixamos de crer na soberania e nos desígnios de Deus. Ele resolveu levar o Heldai para si. Por ele ser amigo do Pai e da Mãe, mesmo tendo o senso bíblico-teológico da eternidade de Deus, a saudade, a falta e ausência ainda é muito forte dentro de nós.

Além do acompanhamento incondicional do Bispo Adonias que esteve em Nova Friburgo-RJ em todo tempo no local da tragédia; do Bispo Paulo Lockmam; do apoio das nossas igrejas Metodistas em Catalão-GO e Vila Virgínia no envio de irmãos até o local, e principalmente das orações dos colegas pastores e as demais igrejas da Quinta Região que foram fundamentais; não sei o que seria de nós.

Chegamos terça-feira em Ribeirão Preto- SP. Estamos sendo acompanhados por profissionais da área médica, pelo Bispo Adonias e pelo carinho dos irmãos da nossa igreja local. Nossas vidas jamais serão as mesmas; mas a graça de Deus com seu amor e as orações de vocês nos ajudarão à prosseguir, a caminhar e a nos refazer como família.

Muito obrigado por tudo!
Em Cristo Jesus!
Rev. Márcio Ramos da Silva

Fonte: Brasil Metodista

24 de janeiro de 2011

Aí eu pergunto. No que isso edifica?






Por Rô

Cada vez mais me espanto com o misticismo dentro dos Templos Evangélicos, aquele que não conhece a verdade, a "palavra de Deus", é presa fácil nas mãos de lobos. Aí eu pergunto no que isso edifica? fazer algo virar ouro?? isso edifica em que?
Irmãos o livro de Mateus 22:29 diz que erramos por não conhecermos as Escrituras. Irmãos devemos ser como os Bereanos, eles eram mais nobres do que os Tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, eles examinavam todos os dias as escrituras para ver se tudo era de conformidade com a palavra.
Atos 17.11 - (Ver Deut. 17.18 e 19)
O exemplo dos crentes bereanos serve de modelo para todos quantos ouvem os pregadores e ensinadores expondo as Escrituras. Nenhuma interpretação ou doutrina deve ser aceita sem exame. Pelo contrário, tudo deve ser examinado cuidadosamente mediante o estudo pessoal das Escrituras.
A palavra traduzida "examinar" fazer um exame cuidadoso e exato". A pregação bíblica deve levar os ouvintes a se tornarem estudantes da Bíblia.
A veracidade de toda doutrina deve ser averiguada de Conformidade com a Palavra de Deus (ver Ef 2.20 nota). leiam, exortam e ensinem, até que eu vá. I Timóteo 4.13
Persistir em ler a Palavra de Deus, é indispensável para um crescimento espiritual, bem estruturado e saudável.Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam. E não quereis vir a mim para terdes vida. João 5.39 e 40
É um grande erro não conhecer a Bíblia.
Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. Mateus 22.29 Quão bem isso se aplica a tanta gente de hoje em dia! Quão grande é a certeza deles de que sabem muito, mas quão pouco realmente sabem sobre as Escrituras.
prova final vem pela nossa obediência à Palavra de Deus. Os crentes são os "ungidos" (Salmo 105:15), pois recebemos a unção do Espírito Santo do Ungido, Jesus Cristo (o Santo). Essa unção não é privilégio de um grupinho selecionado, mas é dada a todo o crente, no momento em que ele nasce de novo, de uma vez para sempre (versículo 27).
Todas as coisas que precisamos saber como filhos de Deus estão à nossa disposição para aprender, porque pelo Espírito Santo podemos estudar a Palavra de Deus.
Depois com as experiências que Deus nos dá, podemos ir crescendo em nosso Conhecimento. Mas depende de nós se vamos aprender ou não, de forma a crescer na graça e no conhecimento de Cristo. Esta epístola foi escrita àqueles que têm a verdade do Evangelho, para seu estímulo e advertência. Temos a verdade, mas as mentiras estão entrando sorrateiramente, e elas não procedem da Palavra de Deus. Como vemos isso hoje! Irmão busquemos o Conhecimento das Sagradas Escrituras, só assim ficaremos livres do engano e da mentira pois uma igreja com um Pastor deste não precisa nem pedir dízimos srrs desculpem-me, mas não resisti. Paz a todos!

23 de janeiro de 2011

Ataques com ácido no rosto a filhas e esposas são comuns no Paquistão



Gente boa de Deus, acabo de assistir no National Geographic as coisas que acontecem nas regiões do paquistão e países vizinhos: escravidão em pleno século XXI, violência contra mulher, pedofilia, estupros, discriminações sociais de todos os tipos. Peço a você que lê este post que ore AGORA e tbm sempre por todas estas pessoas. O repórter perguntou se os maridos são punidos e "a anja" que cuida delas, a Masarrat dona da Depilex disse: "a maioria são famílias tradicionais, o marido pede DESCULPAS e fica tudo certo. A gente vive no paraíso e não sabe. Cláudio


Milhões de mulheres que vivem em paises islâmicos não tem o que comemorar no Dia Internacional da Mulher.

Em muitos paises, os crimes de honra (trazer vergonha para a família) são punidos da pior forma possível:

Filhas e esposas que se “ocidentalizam”, que recusam casamentos encomendados pelos país, que buscam uma maior liberdade, que buscam apenas serem felizes são punidas pelos pais e maridos com ataques de acido no rosto, que fica totalmente desfigurado.

A maioria das mulheres não tem condições de pagar por cirurgias plásticas, que nunca fazem o rosto voltar ao que era antes.

A serie "Zonas de Guerra", do canal National Geographic, retratou o drama de mulheres que foram atacadas com acido e vivem escondidas com vergonha.

O jornal The New York Times também publicou uma reportagem sobre a forma brutal e covarde com que milhões de mulheres são tratadas em paises islâmicos.






"A violência contra as mulheres é endêmica no Paquistão e os estupros individuais e em grupo estão aumentando. O assunto é muito sério para ser tratado de forma retórica", disse a ativista.

"Ainda existem costumes no Paquistão como a ''swara'', na qual a mulher é vendida, estuprada ou forçada a se casar com um homem em troca de uma dívida de sua família ou para selar uma aliança", afirmou Seemi Alam, educador de Lahore (leste do Paquistão).

"Em um país em que oito mulheres são estupradas a cada 24 horas e no qual de 70% a 95% das mulheres sofrem violência doméstica, não se sabe quem comemora o Dia Internacional da Violência contra as Mulheres", disse à EFE Asma Jahangir, presidente da Comissão de Direitos Humanos do Paquistão.

- O Paquistão é um Estado muito patriarcal, com tradições feudais e tribais arraigadas, onde os crimes de honra são comuns. As reservas de líderes religiosos podem prejudicar a aprovação de leis. Além disso, há hoje em dia um auge do fundamentalismo islâmico.


IMAGENS FORTES


“Violência de Género” é uma série de trabalhos do fotógrafo espanhol, Emílio Morenatti, com rostos de mulheres paquistanesas agredidas com ácido.

A série foi premiada com o Photo Press 2009.




Click here to enlarge

Saira Liaqat, 26 anos, mostra para a câmera um retrato dela antes de ser queimada em sua casa em Lahore, Paquistão. Quando ela tinha quinze anos, Saira foi obrigada a se casar com um homem da sua família, porém sua família só permitiu que ela fosse morar com ele após terminar os estudos. O marido não gostou da idéia e no final de Julho de 2003, chegou na casa dela com um embrulho, e pediu para que ela fose buscar um copo com água. Ela foi até a cozinha buscar e quando se virou para lhe entregar a água, ele jogou ácido em sua cara, cegando-lhe o olho direito e comprometendo a capacidade de visão do esquerdo. Saira foi submetida a 9 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Irum Saeed, 30 anos, posa para a fotografia em seu escritório na Universidade urdu de Islamabad, Paquistão, quinta-feira, 24 julho, 2008. Irum foi queimada no rosto, costas e ombros a doze anos atrás, quando um rapaz a quem ela rejeitou o casamento jogaou ácido sobre ela no meio da rua. Ela já foi submetida a 25 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Shameem Akhter, 18 anos, posa para as lentes do fotoógrafo Emilio Morenatti na sua casa em Jhang, Paquistão.
Shameem foi estuprada por três rapazes que jogaram ácido em seu rosto a três anos atrás. Shameem foi submetida a 10 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Najaf Sultana, 16 anos, fotografia tirada em sua casa em Lahore, Paquistão. Quando tinha 5 anos, Najaf foi queimada pelo seu pai enquanto ela estava dormindo, aparentemente porque ele não queria ter uma outra menina na família. Como resultado da queimadura, Najaf ficou cega foi abandonada por seus pais, ela agora mora com parentes. Ela foi submetida a cerca de 15 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Shehnaz Usman, 36 anos, posa para a fotografia em Lahore, Paquistão. Shehnaz foi queimada com ácido por um parente devido a uma disputa familiar há cinco anos. Shehnaz foi submetida a 10 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes






Click here to enlarge

Shahnaz Bibi, 35 anos, posa para a fotografia em Lahore, Paquistão. Dez anos atrás Shahnaz foi queimada com ácido por um parente devido a uma disputa familiar. Ela nunca fez nenhuma cirurgia plástica.






Click here to enlarge

Kanwal Kayum, 26 anos, ajusta o véu para posar pra foto em Lahore, Paquistão. Kanwal foi queimada com ácido a um ano atrás por um rapaz com quem ela rejeitou o casamento. Ela nunca passou por cirurgia plástica.






Click here to enlarge

Munira Asef, 23 anos, foto tirada em Lahore, Paquistão. Munira foi queimada com ácido, há cinco anos por um menino a quem ela recusou se casar. Ela foi submetida a 7 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Bushra Shari, 39 anos, ajusta o véu para a fotografia em Lahore, Paquistão, Bushra foi queimada com ácido jogado por seu marido que ela estava tentando se divorciar dele há cinco anos. Ela foi submetida a 25 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

MEMUNA Khan, 21 anos, posa para a fotografia em Karachi, no Paquistão. Menuna foi queimada por um grupo de meninos que jogaram ácido sobre ela para resolver uma disputa entre seus familiares. Ela passou por 21 cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Zainab Bibi, 17 anos, ajusta o véu para a fotografia em Islamabad, Paquistão. Zainab foi queimada em seu rosto com ácido jogado por um menino a quem ela recusou se casar há cinco anos. Ela já foi submetida a várias cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.






Click here to enlarge

Naila Farhat, 19 anos, fotografia feita em Islamabad, Paquistão. Naila foi atacada quando voltava da escola, com a ajuda de seu próprio professor, seu rosto foi queimado com ácido jogado por um menino a quem ela rejeitou casar-se há cinco anos. Ela já foi submetida a várias cirurgias plásticas para tentar se recuperar de suas cicatrizes.




Violência contra mulheres ainda é comum no Paquistão





Ataques a mulheres levam a debate sobre venda livre de ácido no Paquistão





As chocantes e frequentes histórias de mulheres atacadas com ácido na Ásia






Click here to enlarge
Última edição por San Andreas; 08-03-10 às 22:14.


Leia mais: http://www.adrenaline.com.br/forum/geral/297041-ataques-com-acido-no-rosto-filhas.html#ixzz1BrX1iDAm





EM MEIO A DESGRAÇA UM ANJO, UMA ANJA DE DEUS MELHOR DIZENDO:
Masarrat o Anjo da Guarda, e criadora da fundação Depilex Smile Again


Mulheres vítimas por causa de sua beleza no Paquistão - M.V.W - 10/08/2010 21:02

No Paquistão, uma Empresária abriu um salão de beleza, para trabalhadoras que tem uma aparência que pode chocar o cliente despreparados. Ela abriu um centro de reabilitação para mulheres que são vitímas de queimaduras provocadas por seus familiares e maridos. Elas são queimadas com ácidos, gasolina etc... Um meio popular de violência no Paquistão.



Masarrat, na casa dos 40 anos, decidiu criar a Depilex Smile Again depois de ser abordada na rua por uma mulher completamente desfigurada. Ela vinha coberta com um véu e quando tirou a cosmetóloga percebeu que ela não tinha rosto. A mulher contou-lhe que o marido lhe tinha atirado ácido para o rosto. Masarrat decidiu, então, pôr um anúncio oferecendo emprego no jornal, 42 mulheres responderam. Ao longo do tempo foi percebendo que muitas das vítimas deste tipo de violência do género têm entre 14 e 25 anos.
A fundação Depilex Smile Again tenta ajudá-las a curar as feridas físicas e psicológicas empregando-as em salões de beleza e facilitando-lhes acesso a intervenções cirúrgicas.






Vejam aqui e no Susto de Amor do mano Claudio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...