Subscribe:

30 de dezembro de 2011

Analisando o primeiro ano de Governo de Dilma Rouseff




Por Rô Moreia


Este final de ano, resolvi fazer diferente, como toda brasileira preocupada com seu país e por gostar muito de Política, fiz uma analise do primeiro ano do governo de Dilma Rousseff .
Após assistir um vídeo, onde os jornalistas convidados fizeram um resumo do primeiro ano do mandato da presidente Dilma Rousseff, confesso que fiquei preocupada, ainda mais no que tange a falta de investimento em pesquisa e ações de médio e longo prazo. Quando eles falaram sobre a tão famosa reforma tributária, e se mostraram pessimista nesta conquista para o povo brasileiro, a coisa ficou ainda pior nas minhas avaliações.
Hoje se toma muitas atitudes imediatas, como a redução do IPI para linha branca dos eletros ou para vendas de automóveis, aonde os resultados (recursos) dessas vendas, em sua maioria vão para os países de origem, pois quase toda empresa nesta área é multinacional.
As faxinas feitas por ela e o enxugamento dos ministérios eleitoreiros e de barganha do ex. presidente Lula são de grande valia, mas não são suficientes para deixar os brasileiros tranquilos.
Precisamos de algo mais consistente como ferrovias de norte a sul e leste a oeste para o escoamento das safras, barateando assim os custos que pelas estradas são altíssimos e perigosos e das melhorias das próprias estradas. Precisam melhorar os transportes marítimos para a mesma finalidade, precisamos de portos e aeroportos mais modernos e de aeroportos menores para interligar cidades de pequeno porte e próximas. Incentivos que levem emprego ao sertão nordestino, mais saneamento básico e água para população mais pobre, melhorar a saúde e a educação básica para aí, sim, garantir uma estabilidade pelo menos até a próxima geração, ao invés de construir somente teleféricos.
Na década de setenta chegamos a ser a sétima economia mundial e como consequência, nós tivemos uma década perdida (anos 80), apesar dos investimentos dos militares em empresas de grande porte e o incentivo aos excelentes cursos do SENAI, mas na educação, as escolas reprovavam atoa, atrasando assim o Brasil e os brasileiros.
Tínhamos tudo para crescer e quebramos, e, olha que ao entregarem para os civis a nossa dívida interna era de 100 Bi, o ex, Presidente Fernando Henrique a elevou para 700 Bi e o nosso querido e popular ex. presidente Lula elevou-a para 1,750 trilhão, além de não pagar a dívida externa como disse.
Não podemos ser meninos no que tange a nossa vida, esse papo de povo ordeiro é para nos enganar e quanto esse superávit primário é para garantir o pagamento das parcelas e dos juros das dívidas pública. O Brasil ainda é muito atraente, porque tem os maiores juros do mundo (11%) e por isso, atrai os especuladores de outras nações, que aproveitam e levam o nosso dinheiro, já o governo diz que a entrada de dólar na economia brasileira acalma a inflação, mas não apresentam uma forma de ter crescimento sustentado para que possamos ter um crescimento em torno dos 7% ou 8% como ocorre com a China.
Mesmo com tudo isso eu ainda vejo uma luz no fundo do túnel, pois a Presidente Dilma mostra ser bastante competente e prudente na condução do seu governo, sem oba, oba do presidente anterior e sem acordos duvidosos.
Em resumo, seu primeiro ano foi puramente de faxina, ela sentou, e começou a analisar cada área do seu governo, e não esta sendo tolerantes com os corruptos e promete acabar com a farra dos ministérios reduzindo pela metade dos atuais. Em fim, ela fez um bom começo de governo, e acredito que ela irá crescer ano a ano.


Feliz ano Novo a todos. Paz! 
Assistam abaixo o vídeo de um análise sobre o primeiro ano de governo de Dilma!











'Politicamente correto é do diabo' afirma texto de Caio Fábio


Em um texto que combate a prática do chamado politicamente correto o pastor Caio Fábio compara o comportamento ao diabo.
Ele começa o texto falando que ser politicamente correto é “ser contra falar qualquer coisa sobre qualquer tema controvertido”, e que “a pessoa politicamente correta é aquela que aprendeu e pratica a moral da civilização pós-moderna”.
Falando sobre política, o pastor criticou a neutralidade dos que adotam a postura do politicamente correto: “Quando o tema é política, votam, mas jamais dizem o que pensam. E quando o tema é a fé, rebelam-se apenas contra os fanáticos estereotipados, mas não são capazes de dizer ao Dalai Lama o que pensam sobre Jesus, pois, para eles, seria deselegante.”
“Eu abomino o politicamente correto” disse, afirmando que “Jesus não foi politicamente correto” e defendendo sua postura dizendo que “quem o pratica enfraquece, se torna bobão, perde o tutano da alma, e vira em ser belamente mimético”.
“Eu abomino o “politicamente correto” porque se Jesus o praticasse, não haveria Evangelho, ou Cruz, ou a coragem para ser”, prosseguiu.
O texto do polêmico pastor diz também que todo ser que adota tal postura é “frouxo” que ele vê “o politicamente correto fazer uma perversão total do sentido de verdade.” Segundo ele “a verdade agora é a diplomacia. E “toda verdade que não seja diplomática, é feia; e, portanto, deixada de lado”.
“O ser politicamente correto vive como aquele que nada sente, posto que pimenta nos olhos dos outros é refresco”, completou.
Sobre os pastores que adotam tal postura Caio Fábio afirmou que estes “são os que são camaradas de todos, que ouvem todas as barbaridades em silencio, que não batem de frente com nada, e que vivem para evitar qualquer enfretamento. Em público são generosos até com o diabo”, e completou dizendo: “Pastores politicamente corretos, literalmente dizem: ‘Não precisando de mim, disponha’.”
Segundo ele quem se torna politicamente correto por convicção, acaba se tornando discípulo do diabo: “O diabo, quando não cria monstros, cria bonecos de etiqueta. E tal etiqueta produz evasão da vida, das convicções, e da coragem para aceitar e lidar com a contradição” disse.
O texto segue afirmando que “o Evangelho é completamente politicamente incorreto”. Segundo ele, a postura de Jesus era totalmente contrária ao status quo da época e os discursos e atitudes de Jesus por muitas vezes batiam de frente com o que era socialmente aceitável. O texto é encerrado com as afirmações de que “se Jesus fosse politicamente correto, todos ainda estaríamos em nossos próprios pecados”, e que “os profetas poderiam ser qualquer coisa, menos politicamente corretos”

29 de dezembro de 2011

Não Percam a dupla dinâmica, Silas Malafaia e Mike Murdock Sábado, no último dia do ano.


O pastor Silas Malafaia postou em seu Twitter um convite para que seus seguidores no microblog assistam ao programa “Vitória em Cristo” no próximo Sábado, 31/12.

 Malafaia convida a todos os seus fies a assistirem a mensagem de  Mike Murdock.
 “Nao percam neste sábado uma palavra especial no programa Vitoria em Cristo com o Dr. Mike Murdock. Rede Tv às 9h e 12h na Band”, escreveu Malafaia.

Mai uma vez a dupla dinâmica nos visita neste sábado último dia  do ano, para mais uma vez nos envergonhar, ele que sempre vem com sua pidança e agora resolveu adotar o Mike Murdock, pedindo oferta para seu clube de ( um milhão de almas), onde ele e Mike juntos incentivavam o povo de Deus  adiquirirem uma Bíblia comentada no valor de 900,00.

Como o povo de Deus, ou seja ,aqueles que se informam e buscam estar a par de todo lixo que encontramos no meio gospel, fizeram duras críticas a dupla dinâmica.

Só que as criticas não ficaram somente no meio dos blogueiros, mas pastores e lideres das assembléias de Deus fizeram duras criticas a Silas e com razão.

Bryan Trey Smith disse:" recentemente  foi lançado  um livro contando os bastidores do ministério de Mike Murdock, e o controverso autor, que frequentava a casa do pastor, afirma que o tele-evangelista desviava dinheiro de ofertas e se envolvia com prostitutas. “É um fardo viver em uma bolha cristã, sem nunca poder falar sobre o paraíso escondido do pregador, com prostitutas siliconadas, brinquedos sexuais, pornografia pesada, e tudo que o dinheiro podia comprar.

Bom, li no facebook que  “Murdock disse que os relógios, os ternos caros, os vários Corvettes, a BMW e um raro carro esportivo, o Vetta Ventura tinham sido subsidiados por um grupo de 19 pessoas”.
Murdock disse que dirige uma BMW 745, que vale entre $69,000 e $75,000. Mas o seu carro preferido para ir ao ministério é um Porsche. Ele tem a disposição de seu ministério: Corvette, Jaguar e Mercedez, Lincoln Continental e, desde agosto, um jato avaliado entre $300,000 e $500,000 (A FAA, Federal Aviation Administration – Administração Federal de Aviação mostrou documentos que comprovam que o jato pertence ao ministério de Murdock).
Murdock vive em uma casa em estilo hispânico, com 3177 metros quadrados de adobe, que ele chama de Hacienda de Paz – ou “Casa de Paz”. Ele, não o ministério, que possui isto. Também nos jardins estão 1660 metros quadrados de área construída cujo uso é incerto. Os 6,8 acres da propriedade foram avaliados em $482,027 dólares em 2002, documentos do distrito central de avaliação de imóveis de Denton, Texas, comprovam isto.
É difícil ter uma visão adequada da propriedade. Ela é protegida por um alto muro, todo em metal negro. Os portões são marcados com dois “M’s” – suas iniciais. Nos bem cuidados jardins, um caminho serpenteia próximo a uma quadra de tênis e dois outros levam a quatro mirantes na propriedade.
Várias vezes, Murdock disse ter um camelo, um antílope, um jumento, patos, gansos, um leão e cachorros. Próximo do limite de sua propriedade, ele mantinha lhamas em um paddock. Ele também tinha animais mais exóticos ainda: um Koi, uma espécie de cuco originário da Índia oriental e peixes-gato, na propriedade.
Ele tem 24 alto-falantes instalados em árvores, assim ele pode ouvir música gospel em toda a parte do jardim, segundo o que ele mesmo disse durante um de seus programas em 1998.
Dentro de sua casa, Murdock tem vários tanques com peixes, incluindo um grande aquário de água salgada. Na sua sala de ginástica, Murdock pode malhar tendo acompanhamento de seu personal trainer.
Ele pode relaxar em frente ao seu home theater ou em sua banheira de hidromassagem Jacuzzi e pode apreciar a fonte instalada em sua piscina e na sua sala de estar.” .” (PROFIT in the pulpit: lucro no púlpito Postado em Março de 2003. Star telegram By Darren Barbee Star-Telegram Staff Writer).
Enquanto que algumas coisas relatadas acima pelo Star Telegram podem necessitar de mais clarificação, muitas outras temos ouvido da própria boca de Murdock. Se ele não tem essas coisas, então teríamos que assumir que nem o semear e nem o colher estão trabalhando para ele.

É lamentável que ainda tem gente que se deixa levar por estes, e quando não aceitamos estas safadezas no nosso meio, somos tidos como criticos e invejosos. Mais lamentável ainda,  é que no nosso meio, há crentes que não penam , que colocam sua confiança em tudo que estes homens pregam.

27 de dezembro de 2011

A Nova e a Velha Cruz


Por Marcello Comuna

"A mensagem de Cristo é manipulada na direção da moda corrente a fim de torná-la aceitável ao público. 
 A filosofia por detrás disso pode ser sincera, mas sua sinceridade não a impede que seja falsa. É falsa por ser cega, interpretando erradamente todo o significado da cruz". A.W.Tozer

Um texto extremamente contemporâneo e oportuno para o momento da igreja brasileira. 

Qual dos artistas gospels globais teria coragem de declarar essas verdades? Qual?!




Conexão Futura 23/12/2011 - Com Ricardo Gondim

26 de dezembro de 2011

Por que o evangelho ecumênico não é o Evangelho de salvação?


Não sou intolerante. Não sou extremista. Não sou homem-bomba. Não sou belicoso. Não sou inimigo de católicos, kardecistas, muçulmanos, umbandistas, judeus, budistas, testemunhas de Jeová, ateus, agnósticos, etc. Mas jamais apoiarei o ecumenismo. Por quê?

Porque não posso deixar de anunciar que o Senhor Jesus Cristo é o único caminho para a salvação. Não posso deixar de pregar o que Ele mesmo afirmou:“Eu sou a porta” (Jo 10.9); “Eu sou o caminho” (14.6); “Eu sou o Bom Pastor” (10.11); “Eu sou o pão da vida” (6.35), etc.


As pessoas têm livre-vontade e não são obrigadas a crerem como eu creio. Mas não posso deixar de anunciar o verdadeiro Evangelho. O Senhor Jesus não é uma das portas, um dos caminhos, etc. Ele declarou que é a porta, o caminho, para a salvação. Não existe outro Mediador entre Deus e os homens (1 Tm 2.5). Não existe outro Advogado junto ao Pai (1 Jo 2.1,2). Aceitem os religiosos ou não, em nenhum outro nome há salvação (At 4.12). Respeito todas as religiões. Mas não posso deixar de pregar queJesus é a luz do mundo (Jo 8.12), isto é, a única luz.


Algum cristão mal-informado poderá argumentar: “E o amor? Não é mais importante que tudo? Deus não tem uma aliança de amor com a humanidade? E arco-íris que Ele colocou no céu?” É um grande engano pensar dessa forma, pois o amor que o Senhor Jesus apresentou ao mundo é um sentimento casado com a verdade das Escrituras.

Sabe por que os cantores glospel (Globo+gospel) não pregam o verdadeiro Evangelho na televisão? Porque no dia em que eles disserem, em um programa como Esquenta ou Caldeirão do Huck, que Jesus Cristo é a única porta para salvação, nunca mais voltarão lá.

Não se iluda, caro leitor. Não existe aliança de amor divorciada da verdade.
O Mestre dos mestres, Jesus Cristo, afirmou: “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. [...] Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; [...] Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, [...] Quem não me ama não guarda as minhas palavras” (Jo 14.15-24).

Portanto, nesse terceiro milênio, serão conhecidos os verdadeiros servos do Senhor: aqueles que têm a coragem de dizer a todos — mesmo que pareçam intolerantes e desamorosos para com as outras religiões — que o Senhor Jesus Cristo é o único Salvador, o único Senhor, o único Mediador.


Assista agora ao vídeo abaixo e veja como é difícil pregar o verdadeiro Evangelho nesses tempos pós-modernos. Mesmo respeitando as pessoas, seria possível pregar que Jesus é o único Salvador e Senhor sem ofender os religiosos, ateus, agnósticos, ativistas homossexuais, etc.?



Em Cristo,


Ciro Sanches Zibordi

Quer conhecer algo pior do que a PL 122?




Foto Antonio Silva - Facebook




Este Estatuto foi produzido pela ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, estimulado por uma ex-desembargadora, com INTERESSE na defesa de CAUSAS GAYS.

Este estatuto é pior do que a PL 122. Criminaliza tanto quanto, mas é mais abrangente.

Já está no Senado, nas mãos da Marta Suplicy, na calada, para não despertar contrariedades.

Leia o texto na íntegra no link: http://www.oab.org.br/arquivos/pdf/Geral/ESTATUTO_DA_DIVERSIDADE_SEXUAL.pdf

OREM POR ISSO. Respeitamos os homossexuais, mas não aceitamos o FASCISMO GAY, com a sua MORDAÇA.

Sakineh será executada por apedrejamento ou por enforcamento


Faltou firmeza ao ex presidente Lula na época no oferecimento de asilo  a vítima, no fundo ele acabou concordando com o ditador, como fez ao entregar os dois atletas Cubanos para Fidel em 2007, enquanto isto, em relação ao Comunista e assassino Italiano Battist, Lula foi até as últimas conseqüências para defende-lo, ameaçando inclusive o relacionamento entre Brasil e Itália. Rô Moreira.



A iraniana Sakineh Mohammadi-Ashtiani, condenada à morte por infidelidade e cumplicidade no assassinato do marido, será executada por apedrejamento ou enforcamento, avança este domingo uma autoridade judicial local, citada pela AP, quando se acreditava que a pena tinha sido suspensa.
Segundo a agência noticiosa norte-americana AP, Malek Ajdar Sharifi, chefe do departamento de justiça da província do Azerbaijão Oriental - onde a iraniana está presa - foi hoje citado pela agência de notícias semi-oficial Isna, avançando "que as autoridades judiciais ainda estão a discutir se a vão executar por apedrejamento ou por enforcamento".
Sakineh Mohammadi-Ashtiani foi condenada à morte por apedrejamento mas acreditava-se que a sentença tinha sido suspensa em Julho, depois de um protesto internacional sobre o caso.
Aprisionada em Tabriz, Sakineh Mohammadi-Ashtiani, de 43 anos, foi condenada à morte em 2006 por envolvimento no assassínio do seu marido e à lapidação por adultério.
A primeira pena foi fixada em 10 anos de prisão, em recurso, em 2007, mas a segunda foi confirmada no mesmo ano por outro tribunal de recurso.
A Justiça suspendeu em Junho de 2010 a pena de lapidação, enquanto aguardava uma nova análise do caso, após a qual Sakineh Mohammadi-Ashtiani foi considerada culpada de ter morto o marido com a ajuda do amante, Issa Taheri.
O filho de Sakineh Mohammadi-Ashtiani, detido juntamente com a sua advogada a 10 de Outubro de 2010, ao mesmo tempo que dois jornalistas alemães que se tinham deslocado a Tabriz à revelia das autoridades iranianas para os entrevistar, foi libertado a 12 de Dezembro de 2010. 

Band | Canal Livre Jesus Histórico -

24 de dezembro de 2011

Então é natal!




Rô Moreira!


"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" - Isaías 9.6
Então é Natal!
Chegou mais um natal, os lares se enchem de luz, cores e presentes, as pessoas se preparam para comemorar com o grande aniversariante, Jesus! O filho do Deus Altíssimo, o Alfa e Ômega.
Ele é à força que impulsiona a vida, o amor revelado nos corações, à sabedoria que cala qualquer preceito. Aquele que sempre une e nunca separa.
Desejo a todos, que o Natal esteja vivo em cada dia do ano que se inicia, para que possamos viver juntos o amor de Cristo Jesus. Que nossas festas sejam regadas de amor e respeito mútuo, onde Jesus Cristo seja o motivo das reuniões de amigos e família. Onde o presente especial, esteja em cada coração. O amor

23 de dezembro de 2011

Deus Existe - Comercial da Macedônia (Albert Einstein) LEGENDADO

Um convite à transcedência: o natal segundo o Apocalipse

Em palavras bem simples, transcender é subir um degrau e ver além do que a maioria tem visto ou, ainda, "ver com os olhos de Deus". É extenso o testemunho da intervenção divina que insiste em nos fazer ver o que Ele vê, ver com os olhos de Deus o mundo a nossa volta. A mensagem é de Natal, assim, gostaria de convidar você à transcender, ver o Natal com os olhos de Deus. 

A proposta do mundo é transformar a data do Natal em mais uma possibilidade de ganhos fartos para o comércio. Assim, para abarcar o maior número de consumidores possíveis, até os cartões de fim de ano estão vindo com a politicamente correta frase de “boas festas”. Tudo bem genérico, insípido, para agradar calorosamente tanto a gregos como a troianos.

A comemoração do natal no dia 25 de dezembro aconteceu para reverenciar a pessoa de Jesus no dia mais importante para os pagãos romanos. Era o dia do deus sol, o Sol Invictus. Então, como “pública profissão de fé” por parte do Império, que se dobrava diante do cristianismo, aprouve tirarem do pedestal sagrado da idolatria esse fajuto deus sol e colocar o Sol da justiça, Jesus. Esclarecida uma das razões de origem da data, pois, de fato não podemos precisar com certeza o dia do nascimento de Jesus, cabe dizer que tanto o Natal como a Páscoa – festa muito mais fundamental para a Cristandade – são vítimas hoje dessa descaracterização comercial. Embora tenha muita gente enchendo as burras de dinheiro com o Cristianismo e suas versões lights, a verdade é que tudo faz parte de um plano engendrado para a mudança, substituição (ou retorno) do paradigma pagão.

O Natal – a força de seu verdadeiro simbolismo – transcende as normas baixas do paganismo e desse comércio interessado no "lucro santo". Em Apocalipse, capítulo 12, João nos convida a transcender o Natal e vê-lo como Deus o vê. Preste atenção.

"E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz".

Transcender - a grande batalha espiritual. Aquele momento, há mais de dois mil anos atrás, aquela criança nascida, quem imaginaria as forças rebeldes que estavam se colocando contra aquele menino? O espetáculo, o drama, a batalha fora sinalizada no céu. Ao olharmos a manjedoura, é preciso transcender e postarmos os olhos no céu. Aquela mulher apocalíptica não é Maria apenas, mas abarca essa jovem também: a mulher é Israel (Antiga Aliança), mas é a Igreja (Nova Aliança) no simbolismo de João. E é esse povo espiritual que atravessa alianças e eras e grita as dores de parto: Israel de Deus que irá parir aquela criança israelita!

"E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas. E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho".

Transcenda - aquela manjedoura abala as regiões celestiais. É naquela manjedoura, não mais a manjedoura histórica de dois mil anos atrás, mas a outra - a eterna - por causa dessa é que há revolta de Satanás. A manjedoura que pesava sobre a cabeça de Lúcifer era a promessa incômoda da encarnação. O poder, a majestade devida àquela criança, gera no ser angelical sua própria derrocada espiritual. Ele aguardou em fúria, diante do Israel histórico, o momento em que nasceria aquele menino. O menino que declararia vãs as pretensões de glória desse dragão. O dragão permaneceu por todo o Antigo Testamento com sua boca aberta contra a mulher, sem saber o momento exato do nascimento da criança, mas ciente da promessa feita aos homens em Gn 3: 15.

"E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono".

Os cristãos perseguidos do tempo de João precisavam transcender! Não era Roma, não era o sangue ou a carne, mas eram os dominadores deste mundo tenebroso seus verdadeiros inimigos. Então, era preciso perseverar contra as hostes malignas, sabendo que o Natal é uma mensagem já de vitória. É preciso saber que o Natal é um grande sinal no céu e que, na eternidade, esse menino nascido já fora crucificado e já nos salvara desde a fundação do mundo (Ap 13:8 e 17:8)!

Nós, cristãos, precisamos saber que o grande dragão vermelho agora avança contra a Igreja,

"E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo".

Mas...

"...ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte".

Eis o verdadeiro sentido do Natal! O dragão, o grande dragão vermelho, não conseguiu impedir o nascimento do homem que há de reger todas as nações. Mas o capítulo não se encerra. João segue descortinando aos cristãos do seu tempo a História. Eles são mártires, perseguidos, açoitados, humilhados e mortos por Roma porque o dragão, agora, derramava sua Ira sobre a mulher, a Igreja. Mas, ela - nós! - está guardada no deserto: o deserto preparado por Deus para nossa proteção. 

Deus deu-nos asas para transcendermos e vermos de cima, com os olhos de Deus, o que Ele vê!

Casal 20

LEIA TAMBÉM:

"O natal segundo Jean Paul Sartre"


"O natal segundo o Casal 20"



21 de dezembro de 2011

Quem assistiu o Festival Promessa dê um Up aí.



Por Rô Moreira

Levantei uma pergunta no Facebook assim : Festival promessa - quem estiver assistindo dê up aí.
Foram mais de 200 comentários, alguns estavam assintindo e deram um "up", mas a maioria estavam revoltados com a apresentação dos irmãos cantores na Rede Globo.
E ali começou o debate, e foi muito bom, todos se respeitaram e discutiram numa boa o assunto em questão.
Vi ali, como tudo isso tem mexido com nosso povo, muitos parecem desconhecer a realidade de tudo isso, e outros que já pegaram a real intenção do evento e desta ligação da Globo com crentes, estão revoltados.
Muitos parecem anestesiados e não se ligam que tudo isso é business do evangelho, o próprio Silas Malafaia disse no twitter: "estou querendo entender alguns no meio evangélico. Tem gente baixando o “porrete” no evento da Globo dizendo que tem interesse comercial! Pergunto novamente: Por algum acaso as editoras, e gravadoras evangelicas nao tem interesse comercial?" Lamentável! Ele declarou com suas próprias palvras que as gravadoras e editoras evangélicas tem somente interesse comercial, sendo assim: para que se revoltar contra a Globo??
O que Silas esqueceu, parecendo sofrer de aminésia, é que, a emissora de Roberto Marinho sempre menosprezou os evangélicos e que isso tudo é apenas disputa com a concorrente(Record).Lamentável tudo isso. Vi Silas em meio ao evento da Globo fazendo propagando de seus produtos da Central Gospel, que vergonha! A que ponto chegamos.
Muitos aceitam dizendo que o que importa é que o evangelho seja pregado. Realmente, mesmo que este "Eu"vangelho seja distorcido, mesmo sabendo que este "eu"vangelho que diz (que você nasceu pra vencer) e (olha para seu irmão e diga: você é vencedor) mesmo que isso seja um "Eu"vangelho motivacional, mas, que seja pregado este "Eu"vangelho mentiroso. Mesmo que seja um "Eu"vangelho que não firma ninguém na verdade, e que quando vier a perseguição, porque ela virá com certeza, aí é que veremos a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve.
(Ml 3:18)
Sendo assim, que se pregue então este "Eu"vangelho que mexe somente com as emoções e não há conversões, não há frutos permanentes, mas que só faz o povo virar massa de manobra nas mãos de homens fraudulentos
Só sei de uma coisa, é que desta vez, ou vai ou racha esta "Potroca" palavra usada pelo próprio Silas. Esta "Potroca" (alguma coisa sem valor)que pregam como Evangelho, que esse Evangelho fantasioso de encantamentos acabe de uma vez por todas, até porque, sabemos que a igreja de Jesus nunca precisou da Globo para nada. Se os Evangélicos cresceram não foi por conta da Globo e muito menos por conta do Evangelho puro e simples de Jesus, mas porque pregam o "Eu"vangelho" que satisfaz o ego da grande multidão.


Vamos ver no que vai dá isso!
Paz!

Os crentes covardes da Globo

"Todo cristão ou é um missionário ou é um impostor" Spurgeon.


Por Marcello Comuna

Donnie Swaggart
Gostaria de informar a todos que tive que repostar o artigo do Marcello pois o mesmo apresentou problemas no  html do blog, infelizmente tive que exclui-lo.  Peço a todos que fiquem a vontade para comentar novamente. Paz e obrigada a todos pela compreensão.


Deus chamou o seu povo para realizar muitas obras, porém penso que existam três alicerces principais dessas obras. Primeiro, chamar pessoas ao arrependimento, segundo, anunciar o seu Reino e Justiça, e em terceiro, anunciar a salvação através de Jesus Cristo pelo seu sacrifício na Cruz. No meu entendimento, são esses os principais pilares para sustentação de uma vida cristã relevante e subversiva, ou seja, que transforma a ordem das coisas, o status quo.

Jesus certa vez falou sobre separação entre joio e trigo. Na parábola encontrada no livro de Mateus 13.24:30, vemos o Messias dizendo que joio e trigo cresceriam juntos, mas que no tempo certo seriam separados. A interpretação tradicional aponta essa passagem como um anúncio do que acontecerá no juízo final, onde serão separados os verdadeiros cristãos dos falsos. Não discordo dessa interpretação. Mas hoje, quero fazer um link desses versos com o burburinho do momento - O Festival Promessas.

Nós que temos apontado os erros doutrinários das mensagens pregadas pelos cantores envolvidos nessa aproximação com a Rede Globo, nós que temos alertado para a ilusão que a família Marinho tem despertado nos "crentes" - temos sidos ofendidos, cuspidos, vaiados e caluniados como invejosos e hipócritas.

Bem, não preciso me justificar e nem justificar o óbvio. Basta ler as Escrituras para perceber que nossas refutações estão alicerçadas sobre ela. Os adoradores da secularização do evangelho usam a falácia do Espantalho para nos contra argumentar. Criam um personagem para bater como se esse personagem fosse o alvo de nossas criticas. O espantalho em questão é o sucesso dos artistas gospels. Ora, fazer sucesso não é o problema, estar na Globo não é o problema. Seria até muito proveitoso se os que lá chegaram não tivessem se acovardado!

Sim, covardes! Fiz uma análise sobre o discurso dos evangélicos que tiveram no programa do Faustão e não encontrei em seus lábios a verdade genuína do evangelho, encontrei apenas meias verdades.

Aline Barros e Fernanda Brum tiveram a oportunidade de estarem juntas no programa do Fausto Silva, e para meu desgosto, já que considero elas mulheres de Deus, ambas apresentaram um discurso ecumênico, água com açúcar, vago, abstrato. Em certo ponto, passou-se a impressão que elas imploravam para serem aceitas, querendo justificar a música gospel.




Aline diz: Quem não quer uma mensagem dessas?!Eu respondo: Ora, todo mundo quer!
O problema é que a Bíblia diz que muitos não aceitaram e nem aceitarão a mensagem!! Se você está pregando algo que todo mundo aceita, logo, não está pregando o Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo!!

Infelizmente, esse discurso se estendeu para o Festival Promessas e por todos os artistas que por lá passaram. O primórdio da mensagem do evangelho que é o arrependimento não foi mencionado. E por que não foi? Por que para falar de arrependimento consequentemente tem que falar de pecado, e ninguém quer falar de pecado dentro do QG da Babilônia, né?!

Mas como nosso Deus é soberano e sua palavra se cumpre, quando os cristãos se calam as pedras clamam!

O movimento Hip-Hop estava chamando atenção no final da década de 90. O rap foi a música da virada do século. Racionais Mc's encabeçaram o respeito que o movimento adquiriu abrindo as portas para outros cantores. Foi o caso do carioca MV Bill, hoje um rapper e um empresário de sucesso.Conhecido pelos versos e discursos contundentes que denunciam as injustiças sociais, o racismo, a corrupção e a violência da polícia nas comunidades carentes, o rapper da Cidade de Deus chegou, assim como os evangélicos, onde jamais imaginariam - Na Rede Globo.

O ano era 2004, eu tomava uma cerveja gelada e aguardava ansioso pela estreia da nossa cultura Hip-Hop naquela tarde de domingo. A música de sucesso do Bill à época era Declaração de Guerra, cuja a letra é uma das mais pesadas do rapper, com críticas que vão do Planalto até a...bem, continue lendo.

Faustão faz a chamada e MV Bill entra para tocar ao vivo e com banda (coisa rara no programa), vestido de vermelho da cabeça aos pés. Os violinos anunciam que a música seria aquela que não acreditávamos que ele tocaria dentro da Rede Globo. Eu pensei: "Vai dar merda!'.

E MV Bill discorre seus seis minutos de música até que chega nos versos que dizem assim:

"...Porque? Pra que? Só tem Paquita Loira! Aqui não tem preta como apresentadora! Novela de escravo a emissora gosta, mostra os negros sendo chibatados pelas costas..."

Fausto Silva se desespera, começa a falar por cima da música dizendo que aquela parte era um improviso. Mentira! Era a letra oficial! Alguém papou mosca e colocaram um subversivo da favela com o microfone na mão no horário nobre! E o subversivo não perdeu a oportunidade! Ao contrário dos "crentes", honrou a sua Zorba!



O interessante é que com essa atitude o Bill ganhou mais respeito e até hoje tem acesso livre na Globo. Depois disso particpou como um professor na Malhação e recentemente até da Danças dos Famosos. Quando somos verdadeiros, mesmo que causemos polêmicas, as pessoas passam a nos respeitar. Já o camaleão que enverga o discurso conforme a situação, pode até ficar confortavel durante um tempo, mas no fim, a suas máscaras sempre caem.

O joio e o trigo se evidenciam nesse momento. Existem aqueles fãs histéricos que apedrejam qualquer um que critique seus ídolos. Aqueles que choram de emoção nos shows da fé.
E existem aqueles que cumprem as ordenanças cristãs deixadas por Paulo em sua carta a Tito. Julgando tudo de acordo com a são doutrina e chorando pelo desrespeito com as Escrituras.

O conceito de evangelismo está totalmente distorcido na mente de milhares de cristãos. Eles estão afirmando que o Festival Promessas foi uma vitória porque o nome de Cristo foi proclamado.

Eu pergunto: Que vitória há nisso?! Se o contexto desse Festival fosse o Egito, a Coreia do Norte, realmente seria uma vitória. Lá, ser cristão dá cadeia e morte! Ficar repetindo o nome de Jesus como se fosse um mantra não O glorifica em nada e muito menos evangeliza alguém.

Estamos vivendo o momento em que joio e trigo estão sendo separados. Em que ovelhas e cabritos estão sendo revelados. Fiquemos firmes!

Deus abençoe.

19 de dezembro de 2011

Claudia Leitte é repudiada em evento LGBT, por frase dita em 2008

Claudia Leitte não imaginaria que uma frase politicamente incorreta, dita em 2008, causasse tanto barulho ainda hoje. De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da "Folha de S.Paulo", a cantora foi alvo de uma moção de repúdio aprovada por 98% dos delegados na 2ª Conferência Nacional LGBT, em Brasília, na última segunda-feira (19).

Em entrevista ao "TV Fama", da Rede TV, em 2008, Claudia disse: "Eu adoro os gays, mas prefiro que meu filho seja macho". O marido da cantora, Márcio Pedreira, completou: “Deus me livre! Ele será bem criado”.

Miguel Falabella, por sua vez, foi homenageado na conferência. Ele foi reconhecido e apoiado em razão da novela "Aquele Beijo", que possui o travesti Ana Girafa (Luis Salém).

Fonte: Yahoo/Mulheres Sábias 

Vídeo postado pelos gays acusando Cláudia Leitte e seu esposo Márcio de homofobia:

15 de dezembro de 2011

Será que eles venceram?






De início gostaria de confessar que há dias gostaria de já ter feito este post, por várias vezes desisti, mas percebi que era a hora certa, não poderia mais ficar adiando, sei que muitos poderão até não entender ou ter um entendimento diferente do que eu pretendo dar ao fato, mas cabe a cada um tirar a sua conclusão, como bem diz a Editora Chefe deste Blog: “Eu sou responsável pelo que eu falo, não pelo que você entende” (Rô Moreira), espero que você não pare de ler, ou até de comentar, este post pelo fato de já estar tão pesado logo na introdução (risos), prometo aliviar...
Quando voltei para Jesus em 2010, após 16 anos afastado, me deparei com a Blogosfera Cristã, foi maravilhoso, o primeiro Blog que tive contato foi o do Pr. Carlos Roberto – Point Rhema - meu Deus, fique maravilhado... De lá, tive contato com inúmeros blogs, na maioria, edificantes, coisa boa, de qualidade, aprendi muito, me interessei por estudar um pouco mais, comprar livros, ‘gastar’ com material teológico, dou graças a Deus por isso.
Os Blogs têm um papel importantíssimo para muitos de nós, pois é através da Blogosfera Cristã que muitos evangelizam, aprendem, tiram dúvidas, conhecem coisas e pessoas diferentes. Os que têm compromisso com o Evangelho de Cristo se dedicam em trazer assuntos pertinentes da Bíblia, outros, além de escrever maravilhosamente bem são especialistas em fazer comentários edificantes, que agregam aos pontos trazidos pelo post, é uma verdadeira troca de conhecimento que no final só engrandece.
Na Blogosfera Cristã aprendi a conviver, ainda mais, com a diversidade de denominações, fiz amigos Presbiterianos, Batistas, da Internacional da Graça e tantas outras denominações, onde pude aprender, e tenho aprendido diariamente, com todos, mostrando a diversidade que é o Corpo de Cristo.
Mas o que me entristece é ver que essa porta de evangelização e de troca de conhecimento vem perdendo força, pois muitos que se consideram Cristãos estão minando paulatinamente esta ferramenta, basta ver que os comentários em um post que traz uma mensagem é bem menor que naquele post que traz um escândalo.
Muitas pessoas desistiram da Blogosfera Cristã, outros tiraram a possibilidade de se comentar, outros freqüentam bem menos, aquela interatividade de antes não é mais tão presente.
Por outro lado podemos ver que houve um crescimento no número de blogs que publicam escândalos ou fazem ‘brincadeiras’ com os outros. Há blogs que só fazem isso, é uma coisa rara ver um post sobre um estudo, uma reflexão bem fundamentada sobre determinado ponto, pessoas que são os ‘caça-fantasmas’, onde não podemos ver em seus textos o amor de Cristo, pois só vemos o ódio em suas palavras.
Essas pessoas que estão aí infiltradas na Blogosfera Cristã estão ganhando esta batalha, pelo menos é o que parece, e o mais curioso é que usam argumentos fracos, com uma roupagem apologética ou qualquer outra que sirva para prender a atenção da maioria. Estão aí, ‘desmascarando’ os falsos líderes e tantos outros adjetivos que são recorrentes em seus discursos.
Gostaria de escrever mais sobre isso neste post, mas acho que já serve de ponto de partida para um debate ou pelo menos para uma reflexão individual. Não podemos perder este espaço importantíssimo de diálogo, de aprendizagem, de troca de conhecimento e, principalmente, de evangelização, como membro de uma denominação pentecostal que sou digo que o inimigo não pode ganhar mais esta batalha.
Reflita sobre o que você está escrevendo, sobre o que você está comentando e sobre quem você está seguindo, como diria um irmão e amigo que admiro muito, Judson Canto, ‘é só a opinião de uma ovelinha’.
Na certeza de dias melhores.

14 de dezembro de 2011

Tá cada Vez Pior!


Tá russo!

Paul Washer certa vez disse: “O evangelho pregado corretamente é um escândalo. Se o quê você prega não incomoda, então já não é mais evangelho”.

Enquanto a maioria dos evangélicos do Brasil comemora a entrada triunfal dos seus ídolos gospels pelos tapetes vermelhos da Rede Globo, eu chego à triste conclusão que o evangelho nesse país não cresce há muito tempo, ou pelo menos, não na proporção que o IBEGE divulga. Como diria meu amigo Daniel Lopez: “Se não incomoda a Globo, não incomoda o diabo”.

É isso! Por mais lucrativo que o mercado gospel tenha se tornado, será que a diretoria da Rede Globo daria espaço para pregações do evangelho genuíno no melhor estilo Paul Washer, Paulo Junior, Lutero, Calvino ou Spurgeon? Será que se as letras dos “adoradores” do Festival Promessas fossem carregadas de cristocentrismo e teologia do sofrimento e da redenção como os antigos hinos da Harpa Cristã, a Globo, mesmo de olho grande no lucro desse mercado em ascensão cederia seu horário nobre?

Esse evangelho que chegou até a Globo não constrange, por isso afirmo, isso que está lá não são os ensinos de Cristo e dos apóstolos. Um evangelho que apenas causa emoção e não te empurra para o arrependimento é anátema.

Eu tive o desprazer de tentar dialogar com alguns dos que apóiam e comemoram o gospel na Globo. Meu Deus! Fazia tempo que eu não era tão ofendido simplesmente por citar versículos bíblicos! Me regozijo em Deus por isso!

Essa falta de educação é um reflexo claro do tipo de alimento que essa gente anda ingerindo. Arrogância e ganância travestida de humildade. Acho que nem nas antigas Cruzadas o nome de Cristo era tantas vezes pronunciado em vão como em nosso tempo.

Alguns usam Filipenses 1:18 para justificar seus apoios a aliança Globo e Mundo Gospel. Penso que esse versículo não pode ser aplicado à atual conjuntura. Paulo afirma que apesar das motivações erradas, aqueles homens pregavam o Cristo. Então, podemos presumir baseado nas outras cartas do apóstolo refutando heresias e instruindo seus discípulos a fazerem o mesmo que, o Evangelho que aqueles invejosos e competidores pregavam era o genuíno, carregado de uma teologia correta. Duvido muito que Paulo abonasse aquela situação se um falso evangelho estivesse sendo pregado. Logo, chegamos à conclusão que a situação naquele caso era bem diferente, pois hoje, além das motivações erradas, um falso evangelho é apresentado o povo, causado danos que só teremos dimensão na eternidade.

Mas no final, Ele vem pra medir, e seria melhor que muitas pedras fossem amarradas em muitos pescoços. Lucas 17:2.

Deus abençoe.

12 de dezembro de 2011

Tattoo e a bíblia

Tattoo e a bíblia 



Resolvi postar este texto do Ariovaldo em meu blog por conta dos questionamentos que tenho recebido a respeito deste assunto. Este é o segundo e espero que seja o último.



“Sabe o que é? Estou com dúvida sobre se posso ou não fazer uma tatuagem. O que o senhor, pastor, me aconselha?”
Claro que não, seu idiota! Se você ainda tem dúvidas, está mais do que claro que NÃO DEVE fazer.
 Mas como vira e mexe ainda sou obrigado a responder este tipo de pergunta, gostaria de fazer uma
 reflexão objetiva e definitiva sobre tatuagens.
Por: Ariovaldo Jr


FATOS SOBRE TATUAGEM QUE NÃO PODEM SER DESPREZADOS

Dói. Então se sua tolerância à dor é baixa, não se arrisque.
Não sai. Por mais moderno que sejam os lasers prometidos pelo seu dermatologista, sempre ficam pequenas cicatrizes (algumas nem tão pequenas assim).
Não conseguirá trabalhar em qualquer lugar. Claro que isto está mudando, principalmente
 nos grandes centros. Mas ainda não é a realidade na maior parte do Brasil.
Três de cada cinco pessoas que fazem tatuagem se arrependem nos dois primeiros anos.
 Portanto pense bem antes de tatuar o nome da sua namorada ou a cara da sua mãe.
 Do jeito que as pessoas não andam levando relacionamentos a sério, nem depois
 de casado tá dando pra tatuar o nome “dela”. E a cara da sua mãe ficará horrível 
em forma de tatuagem. Fica parecendo aquelas fotos pintadas que se colocam em túmulos.



O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE TATUAGENS

Na verdade a Bíblia não diz nada. 
E ao mesmo tempo diz tudo. 
Tanto os legalistas que são radicalmente 
contra tatuagem, quanto os liberais 
extremistas, tentam forçar a amizade
 utilizando textos ao pé da letra, sem levar em consideração  o contexto.
 Pois analisemos algumas passagens bíblicas:

PASSAGENS BÍBLICAS UTILIZADAS EM REFERÊNCIA A TATUAGENS

“Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis
 qualquer marca. Eu sou o Senhor.” (Levítico 19:28)

Esta passagem é utilizada por boa parte dos radicais que adoram estuprar o contexto
 da palavra de Deus. Conforme está escrito, tanto o fazer lacerações quanto 
o imprimir marcas, referem-se especificamente ao culto aos mortos. Portanto, 
como nem toda tatuagem refere-se a adoração de defuntos, não dá para generalizar.
 Outro ponto importante é que no mesmo capítulo, especificamente no versículo 27,
 há outra afirmação interessante:

“Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem desfigurareis os
 cantos da vossa barba.” (Levítico 19:27)

Percebe como o mesmo texto que ordena que não sejam impressas “marcas” 
sobre a pele também ordena que está vetado os cortes de cabelo do tipo “cuia” 
e também o barbear-se adequadamente? Por que um versículo deve ser levado 
ao pé da letra e o imediatamente anterior a ele não? Paulo explica isso na carta
 aos Gálatas, discorrendo acerca daqueles que queriam guardar a circuncisão 
mesmo após conhecerem a Cristo:

“E de novo testifico a todo homem que se deixa circuncidar, que está obrigado 
a guardar toda a lei.” (Gálatas 5:3)

Então ou pega o pacote completo da Lei, ou aceita de uma vez que somos chamados
 pela graça. Esta graça não implica em ausência de responsabilidades, mas em consciência transformada. Quem faz, deve saber o por quê e estar plenamente ciente de que
 prestará contas por suas ações.

O segundo argumento bíblico utilizado é de que nosso corpo é o TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO
 e, portanto, não devemos profaná-lo. Juro que gostaria de saber de onde provém este conceito.
 Mas vamos lá! Primeiramente é importante observar bem o texto em que a expressão “templo do Espírito” aparece:

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, 
proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1 Coríntios 6:19)

Está explícito no texto como Paulo refere-se ao ESPÍRITO QUE HABITA EM “VÓS”. 
Na realidade nosso corpo não pode ser chamado individualmente de templo do Espírito,
 pois segundo explica mais detalhadamente o apóstolo Pedro:

“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo,
 para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” (1 Pedro 2:4)



Somo pedras. Parte da edificação que é chamada de TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. Individualmente não passamos de meras pedras. Apenas coletivamente somos EDIFICAÇÃO. O mais interessante é como esta edificação é composta por pedras de todos os formatos e tamanhos. É fundamental que cada um encontre seu lugar, onde há ajuste perfeito entre as partes próximas, de modo a compor o todo. A beleza da igreja de Cristo está na diversidade e não na uniformidade. Assim, não serão cores, impressas ou de nascença, que farão com que esta edificação espiritual seja profanada. Além de que, há milhares de outras
pequenas coisas moralmente aceitas que podem denegrir igualmente a “beleza” 
do corpo que é uma pedra viva. Exemplos? Lá vai alguns:

Comer demais, comer coisas que não são saudáveis, desnutrir-se por privar-se de coisas 
que não são saudáveis, maquiagem definitiva, silicone nos seios, lipoaspiração, 
vida sedentária, beber refrigerante demais, não beber água suficiente, tomar sol em
 demasia sem usar protetor solar… Dá pra citar milhares de pequenas coisas 
que detonam com nosso corpo. Muito mais do que uma tatuagem.

A proposição bíblica fundamental para todo aquele que deseja seguir a Cristo é EQUILÍBRIO.
 Deus nos criou para comermos de todas as árvores do jardim. Basta termos moderação e compreendermos claramente quais os LIMITES estabelecidos. O problema é que geralmente as pessoas só conhecem seus limites depois de ultrapassaá-los. Se você for tolo e fizer isto com tatuagens, será tarde demais. Portanto, MODERAÇÃO É BEM VINDA!

E pra encerrar, o terceiro argumento mais utilizado pelos que procuram justificativas bíblicas para condenar tatuagens:

“Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!” (Mateus 18:7)

Este talvez seja o argumento mais fraco, porém tem seus fundamentos. 
Pensem comigo: o que vem a ser literalmente um escândalo? 
Penso que seja aquilo que faz com que destrói pessoas, afastando-as da fé em Cristo
 e da sã doutrina. Assim sendo, uma tatuagem realmente até pode ser 
chamada de escândalo, de acordo com o contexto de cada um. 
Uma família pode criar aversão à fé do filho simplesmente porque discorda 
das decisões que este toma ao tatuar-se por pressão social da igreja que faz parte.
Pode parecer idiotice, mas já vi dúzias de pessoas tatuarem até mesmo a logomarca da igreja.

No entanto, este argumento não qualifica tatuagens como proibidas, pois nem todas provocam necessariamente escândalos. Cabe a cada um discernir o quanto é conveniente e lícito tatuar-se.
 Cada um precisa assumir a responsabilidade por suas ações, levando em conta não apenas estes poucos textos bíblicos citados, mas também toda a mensagem do evangelho.
 Sabendo que cada um prestará contas pessoalmente ao próprio Deus.

Não seja burro. Na dúvida, NÃO FAÇA!
E na certeza, procure um profissional competente.

“e tudo o que não provém da fé é pecado.” (Romanos 14:23b)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...