Pular para o conteúdo principal

A Era do estado de direito tupiniquim - Luto moral e ético. Ricardo Lewandowsk absolve mensaleiros. Acorda Brasil.

                                                                                                   
                                                                                                     
  

Rô Moreira
Sabe-se que em várias dinastias durante a história da humanidade os governantes eram a própria lei. Suas vontades imperavam sobre o destino dos outros seres normais, este modo de vida não passava de tiranias bestiais daquelas épocas.

O princípio da democracia teve como propósito afastar esse poder tirano do povo já sofrido por tanta crueldade atravéis das leis, onde até o próprio governante teria que se submeter a elas. O conceito de governar segundo a lei obriga o governante agir por meios legais e não mais agir como um tolo qualquer.

Ao criar o Estado de Direito a humanidade avançou no que tange aos direitos fundamentais na área política, social e econômica acabando com uma forma ditatorial de se comandar uma nação. O processo eletivo tem como própósito eleger representantes do povo para que possam expressar as suas vontades, assim a nação deixa de atender aos caprichos e mimos de governantes cruéis e desequilibrados.

Os cidadãos nas democracias estão dispostos a obedecer às leis, mas para aqueles que quiserem burlar essas mesmas leis a justiça tem um papel importante para protegê-las e punir os contraventores. Essas leis tem várias origens, como: as constituições; os estatutos e regulamentos, os ensinamentos religiosos e étnicos, e as tradições culturais. Mas independentemente da origem, a lei tem como propósito preservar e proteger os direitos e liberdades dos cidadãos.

Nos dez anos do PT, sendo oito de governo do ex. Presidente Lula tudo parecia ir bem, ninguém protestava, a imprensa só elogiava e ninguém pintava o rosto, até o STF legislou para agradar o Presidente, lembrando as antigas dinastias, ainda hoje vemos reflexo disso no judiciário. Até cheguei a pensar que de fato "nunca na história desse país" vivemos um momento tão promissor, tão bom para a classe trabalhadora em geral, até a oposição desapareceu completamente e os que tentavam levantar alguma bandeira era ridcularizado, mas diante do julgamento do mensalão, percebe-se que aquela brisa e o mar calmo, no máximo uma marolinha, parece ser fruto de conchavos políticos e suspeita de compras de voto e até barganhas, além é claro, das tais distribuições de uma variedade de bolsas.

Hoje assistimos a atual presidente (Dilma) sofrer com uma série de greves pelo país, cada dia que passa explode um novo movimento, o que será que está acontecendo? Será que a fonte secou? Parece que a atual administração não faz acordo desse tipo, daí está sofrendo represália dessas liderança sindicais.' Alguns dos setores que estão em greve foram os mais valorizados na era Lula, e as suas reinvidicções, não são justas, outras muita além da inflação, e quanto os aposentados e as forças armadas tiveram perdas consideráveis em seus venciemntos, e não foram favorecidos durante o governo anterior e mesmo assim se mantêem firmes colaborando com o governo da Presidente, ao contrário de quem foi super prestigiado no período Lulista, mas agora estão dificultando o governo do PT em seu terceiro mandato.

Aí eu pergunto: O que vocês estão achando do julgamento do mensalão?
Há esperanças de ver a justiça sendo feita?? Em relação as essas greves, o que vocês acham??

São justas.

Opinem!

Comentários

Tom Alvim disse…
Sabe Rô, depois que os "nossos" juízes do Supremo conseguiram, usando do livre convencimento do juiz, forçar a barra para legitima o "casamento" gay e dizer que família é a união entre duas pessoas, depois que instituiram oficialmente o racismo no Brasil através do sistema de cotas, depois que deram a reserva Raposa do Sol para alguns pouco índios em uma região que faz fronteira com a Venezuela, não acredito de forma alguma na justiça humana, ainda mais quando conduzida por pessoas colocadas aonde estão por presidentes que são do PT. A justiça no Brasil é feita de acordo com convicções ideológicas e também de acorco com interesses o mais escussos possíveis. Infelizmente!
disse…
Verdade Tom, a justiça Brasileira é feita de conchavos. Paz querido!
***Lucy*** disse…

Paz Rô,

Por considerar seu blog com conteúdo e bastante instrutivo, venho convidar-lhe a fazer parte de um blog que recentemente fiz parceria.
O método é interessante, pois este mesmo divulga uma série de outros blogs por categorias. Ex: Educação - História - Teologia etc...

Vale a pena conferir

http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/
http://www.marquecomx.com.br/

Em Cristo,

***Lucy***

Postagens mais visitadas deste blog

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda, países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné equatorial, Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R$ 42 Bilhões na Ilha que ficou mais conhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Luis Felipe Salomão, do TSE, suspendeu a propaganda eleitoral em que a coligação petista associa Jair Bolsonaro à ditadura e à tortura.

O ministro atendeu o pedido da defesa de Bolsonaro, que alegou que o programa veiculado viola a lei eleitoral, “uma vez que incute medo na população ao sugerir que se o candidato Jair Bolsonaro for eleito vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos”.

“O tribunal tem feito um esforço no sentido de elevar o nível do debate para se evitar a disseminação desse clima de pânico que estão criando”, disse o advogado de Bolsonaro, Tiago Ayres, a O Antagonista.

Dilma e Gleisi vão a Cuba 'denunciar' situação de Lula no Foro de São Paulo

A ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, viajam na semana que vem para Cuba para participar do encontro anual do Foro de São Paulo, que congrega partidos políticos e organizações de esquerda da América Latina. Ali, as duas pretendem "fazer uma denúncia" sobre a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que os petistas classificam como "prisão política".


"Eu vou agora para o Foro de São Paulo fazer uma denúncia também. Dilma vai, resolvemos ir para fazer a denúncia do que está acontecendo", disse Gleisi ao Valor PRO. "Nós vamos ter todos os partidos de esquerda e centro-esquerda da América Latina reunidos lá, autoridades. E nós vamos para denúncia internacional." O encontro ocorre em Havana entre o domingo, 15 de julho, e a terça, 17. No site da entidade, já há destaques para a prisão do ex-presidente, como um "Mapa de Mobilização Mundial Lula Livre" e manifestações de políticos e entidades…