Subscribe:

20 de setembro de 2013

As consequências Universais da desobediência moral de Adão ao restante da raça Humana


Rô Moreira
O homem, por ser de procedência divina, foi dotado, originalmente, de uma consciência racional, de modo que, desde sua formação sabia distinguir o bom e o ruim, o certo e o errado, o justo e o injusto, o material e o espiritual. A esta capacidade de ajuizamento das coisas e dos fatos, dos procedimentos sociais e morais, dos dons e tendências naturais, dos carismas espirituais, a Confissão de Fé Westminster chama de “leis escritas no coração.” Além do sistema interno de avaliação das coisas implantado na consciência, Deus impôs ao homem uma determinação externa: Não apropriar-se da árvore da ciência do bem e do mal, a única na qual não podia, por força de lei, tocar. Tocou. Resultado: pecou contra o supremo Legislador, foi expulso do Éden, corrompendo também o “código interno” de princípios e de normas. Resultado: depravação completa, desordem social, desajustamento psíquico, alienação de Deus. O ser humano rege-se por leis naturais, na condição de partícipe da natureza; por princípios psicológicos internos, em virtude de sua estrutura psicossomática e de sua sentimentalidade inerente; por normas externas formais, em decorrência de sua inserção na ordem social; por regras econômicas, por ser consumidor e agente mercantil; por ordenanças espirituais, por causa de sua natureza espiritual e sua vinculação, direta ou indireta, com Deus. Paz, Bom final de semana.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...