Subscribe:

14 de outubro de 2013

A graça e a fé



Rô Moreira

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.” Efésios 2:8-9 Somente pela fé, e unicamente por ela, o pecador é salvo com base nos méritos eternos de Cristo. “Sendo assim, a presente sola reafirma os três solas anteriores: a Escritura é o meio pelo qual Cristo é revelado, sendo este o alvo da fé, sendo que a fé é um presente concedido graciosamente por Deus” e isto (a fé) não vem de vós”. Somente pela fé na pessoa e obra de Cristo é meio pelo qual Deus declara o pecador injusto em justo.
A necessidade de tal ato se dá por causa da nossa total inabilidade e capacidade para satisfazer a justiça de Deus. Porque somos pecadores, todas as nossas obras estão corrompidas pelo pecado e, portanto, são inúteis a Deus, ou como a própria Escritura trata (Isaías 64:6) , como algo podre: Diante da nossa impotência e incompetência, não podemos confiar em nossa carne, em nosso esforço e sim unicamente na obra de Cristo na cruz. A fé é a atitude de total confiança no que as Escrituras declaram a respeito de Cristo e sua Obra. Autoexame:
 Você tem se achegado a Deus exclusivamente pela fé em Cristo, o novo e vivo caminho, reconhecendo que não há absolutamente nada de bom em você ou você tenta fazer alguma obra para que Deus o aceite? Essas obras podem ser: frequência no culto, dizimar ou ofertar, ler a Bíblia ou orar, ficar um tempo sem pecar. Pense nisto: Fé salvadora é o arremesso desesperado de uma alma desesperada nos braços de um Todo-Poderoso Salvador
 A justificação pela fé não é somente o perdão dos pecados, mas Deus também imputa sobre aquele que crê a própria justiça perfeita de Cristo. Sendo assim, você tem se visto como Deus o vê, ou seja, alguém declarado como perfeitamente justo?
 Você tem descansado na obra de Cristo como suficiente ou sempre se preocupado que Deus não irá aceitá-lo?
Algumas pessoas tem uma noção errada sobre a importância da fé, achando que depois que somos justificados pela fé somente, nós passamos a tentar ser aceitos diante de Deus, em nossa santificação, pelo cumprimento da lei moral de Deus (boas obras).
Contudo a vida cristã é iniciada, mantida e finalizada pela fé. Você não vai obter nenhum progresso em santificação se você não estiver descansando em Cristo como sua justiça. Justificação é a base para santificação. Portanto, medite nisto: toda boa obra que você realiza buscando ser aceito diante de Deus é, em si, um pecado, pois está minimizando a glória de Cristo e sua dependência dele. Não faça boas obras para ser aceito diante de Deus, faça, pois você o ama e quer que “os homens vejam a sua luz e glorifiquem a Deus”.
 Se há somente um Deus e todos somos igualmente pecadores e justificados unicamente pela fé, não há nenhum povo ou tipo de pessoa que o Evangelho não possa alcançar. Pense no impacto que isso tem sobre missões globais.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...