Subscribe:

31 de outubro de 2013

"Eu errei", diz pastor do Equador "Gostaria ainda de dizer que nem o bispo Macedo nem a Universal têm qualquer participação nos excessos que cometi na reunião de trabalho"

Por Unicom / Foto: Reprodução 


A Igreja Universal do Reino de Deus apoia o posicionamento da Universal do Equador sobre os excessos cometidos em reunião de trabalho conduzida pelo pastor Walber Barboza naquele país. O pastor admitiu, diante de colegas, membros da igreja e sua direção, que errou.
Leia tradução da nota divulgada pela Universal do Equador:
A Igreja Universal do Reino de Deus do Equador tomou conhecimento de episódio ocorrido em 25/9/2013, durante reunião de trabalho entre o pastor Walber Barboza e outros pastores.
A Universal do Equador lamenta a conduta do pastor Barboza, que dirigiu frases infelizes e agressivas aos presentes, e repudia suas afirmações, ditas por ele em nome próprio, jamais pela instituição.
No Equador, assim como nos quase 100 países onde está presente de modo formal, a Universal preza e exige de seus bispos, pastores e obreiros o comportamento respeitoso e cordial que cada qual merece.
Em sintonia com as orientações da Direção Espiritual da Universal, a igreja do Equador já tomou as providências cabíveis para que acontecimento como esse nunca mais se repita.
O pastor Barboza encaminhou pedidos de desculpas formais a todos os presentes e à Universal.
Igreja Universal do Reino de Deus do Equador
O pastor Walber declarou: “Reconheço que me excedi, proferi frases estúpidas. Minha intenção era positiva, de ensinar e motivar os pastores. Mas sei que, no calor do momento, fui infeliz na escolha e tom das palavras. Peço perdão a todos os que ofendi e constrangi. A Universal tem pressa de ajudar o povo do Equador e essa intenção não foi bem comunicada por mim.”
“Gostaria ainda de dizer que nem o bispo Macedo nem a Universal têm qualquer participação nos excessos que cometi na reunião de trabalho”, concluiu.
A nota original: http://iurd.ec/?p=8600
A Direção Espiritual da Universal entende que o episódio está resolvido e superado.
Assista ao vídeo com esclarecimento e pedido de desculpas do pastor Walber Barboza:
 Resumo do vídeo:
“Gostaria de destacar que o vídeo mostra apenas fragmentos de uma reunião de mais de 1 hora, escolhidos maldosamente para fazer de mim um monstro, que não sou. Ao pegar apenas pequenos trechos e editá-los, o vídeo distorceu completamente o sentido do que disse naquela ocasião. A pessoa responsável pela edição do vídeo quis prejudicar a mim e à Universal.”
“Reconheço que me excedi, que proferi frases estúpidas. Mas aquilo foi dito num encontro a portas fechadas, entre pessoas adultas. Minha intenção era positiva, de ensinar, de motivar os pastores. Mas sei que, no calor do momento, fui infeliz na escolha das palavras.”
“Por que eu estava tão exaltado naquele encontro? Porque a Universal tem pressa e tem imensa vontade de acertar e de ajudar o povo do Equador.”
“Gostaria ainda de dizer que nem o bispo Macedo nem a Universal têm qualquer participação nos excessos que cometi na reunião de trabalho. Muito pelo contrário. O bispo Macedo nos ensina a cada dia, com gestos e palavras, a tratar o semelhante com respeito, ética, o valor da família, da esposa e dos filhos.”
“Quero pedir sinceras desculpas por tudo que trouxe inconveniente a você membro da Universal, especialmente se alguém lhe perseguiu ou criticou por causa dele.”

Arca Universal

1 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Acabei de assistir o extremo da Cara de Pau.

Depois do vídeo gravado por um MALDOSO(?) ou HERÓICO cinegrafista de celular, que demonstra claramente o baixo nível deste líder que tentou covardemente insultar os seus liderados, somente consigo entender como um ser tão desqualificado pode suportat o título de pastor.

Tirste para os muitos que pertencem a esta igreja comandada a mão de ferro.

Bem, que a qunatidade certa de Óleo de Peróba sirva para apaziguar os ânimos e que o cinegrafista de celular não seja eliminado. Afinal, se a reunião era às portas CERRADAS, o que fazia ali no momento da oportunidade de anunciar este tipo de escravidão vivida no Equador.

Bem....

O menor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...