Pular para o conteúdo principal

Fernanda Brum cobra R$ 80 mil e pastor diz “Não”



Pedro E. Barbalho, 52 anos, nascido no estado do Maranhão, é vereador pelo PSC no município de Jacundá, cidade de 50 mil habitantes, localizada à sudeste do estado do Pará, onde mora por mais de 31 anos. Pertence a Igreja Batista Nacional Missionária onde é diácono e evangelista. Muitas vezes confundido como pastor, exerce seu quarto mandato como vereador. Há 4 anos atrás durante o aniversário da cidade, o então prefeito pediu que Irmão Pedrinho (como é conhecido) trouxesse um cantor evangélico para participar das comemorações. Este, entrou em contato com a empresária da cantora carioca Fernanda Brum que lhe informou o valor do cachê, na época algo em torno de 80 mil reais. Irmão Pedrinho negou-se a fechar o contrato e nunca mais investiu na vinda de celebridades Gospel em sua região.


Pastor Daniel Damasceno, que é pastor titular da sua igreja conhecida por uma expressão missionária nas pequenas cidades e áreas carentes, não paga e nem aprova a ideia de pagamentos de cachês. Para as festas e eventos utilizam cantores locais ou o próprio ministério de louvor. Os recursos são investidos nas comunidades no trabalho missionário local e transcultural.
"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."




Comentários

***Lucy*** disse…
Olá Rô ou Rozinha, o que aconteceu que vc não aparece mais no meu face?
Gostaria de saber o motivo?!, acredito que sempre lhe tratei com carinho...
Divergir..., faz parte, apesar de termos opiniões diferentes no que tange a eleição/predestinação, eu lhe prezo bastante, mana!

Triste com sua atitude!!!

Em Cristo,
***Lucy***
ROGER A SILVA disse…
Se o caso acima for fato eu bato palmas para o pastor,pois com esse dinheiro o pastor poderia ajudar muitos irmão carentes em sua congregação.Essa turma que cobra absurdo para fazer um show(pq isso não é adoração;adoração se da de coração sincero)na verdade eles já recebem aqui nesse mundo o seu galardão.
Louvável a atitude do vereador, pois ao que tudo indica o evento seria custeado pelos cofres públicos (prefeitura e não igreja) e ele se mostrou zeloso com tais recursos. Fez melhor que muitos líderes evangélicos que alimentam esta promiscuidade com recursos da Igreja (perdõe o termo, mais estes shows gospel com dinheiro dos fiéis tá mais pra isso). Dinheiro que seria melhor aplicado em missões ou socorro aos necessitados.
Com certeza a celebridade não estava mesmo interessada em louvar o Deus criador dos céus e da terra e deveria mesmo ser preterida no evento.
Esta praga no meio cristão certamente não teria proliferado se não contasse com a aquiescência de pastores que contratam e pagam estes valores absurdos pra estes "artistas".
Parecem desconhecer que isto é financiado com contribuições sinceras de muitos cristãos humildes.
disse…
Não fica triste não, eu desativei meu face. Por isso tu não encontras mais o perfil, eu não te bloqueei. Foi isso que aconteceu. Paz querida!
POSTAR ESSAS COISAS SEM SABER SE É VERDADE, SEM UMA FONTE CONFIÁVEL NÃO É COISAS CERTA.
PESQUISEI ISSO E NÃO ACHAI NADA REFERENTE A ESSA FOFOCA...
@criz_coke disse…
gente! isso é mentira ...
Mas, tem muito lobos, disfarçado de ovelhas, não esqueçam!! A paz de Cristo, que excede todo o vosso entendimento, seja com todos.
Não esqueçam, a muitos lobos vestidos de ovelhas( Mt 7;15 ), a paz de Deus que excede vosso entendimento em Cristo Jesus, sejam com todos ( Fp 4;7 )
Fábio Barcelos disse…
Precisamos ter certeza do que puplicam na net, mas se for fato devemos Orar por ela.pois só Deus é quem pode jugar.

Postagens mais visitadas deste blog

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Dilma e Gleisi vão a Cuba 'denunciar' situação de Lula no Foro de São Paulo

A ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, viajam na semana que vem para Cuba para participar do encontro anual do Foro de São Paulo, que congrega partidos políticos e organizações de esquerda da América Latina. Ali, as duas pretendem "fazer uma denúncia" sobre a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que os petistas classificam como "prisão política".


"Eu vou agora para o Foro de São Paulo fazer uma denúncia também. Dilma vai, resolvemos ir para fazer a denúncia do que está acontecendo", disse Gleisi ao Valor PRO. "Nós vamos ter todos os partidos de esquerda e centro-esquerda da América Latina reunidos lá, autoridades. E nós vamos para denúncia internacional." O encontro ocorre em Havana entre o domingo, 15 de julho, e a terça, 17. No site da entidade, já há destaques para a prisão do ex-presidente, como um "Mapa de Mobilização Mundial Lula Livre" e manifestações de políticos e entidades…

Briga entre advogados de Lula se torna explícita e agora envolve familiares

12911
A humilhação a que o abobalhado Cristiano Zanin submeteu o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence, extrapolou os limites do bom senso e da discrição e já envolve parentes dos envolvidos. A indignação do filho de Sepúlveda, Evandro Pertence, segundo conta o jornal Estadão, foi estampada no seguinte torpedo disparado contra Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, num grupo de WhatsApp: “Não precisamos de vocês para ter qualquer tipo de protagonismo! Meu pai é e sempre será maior que vocês”. Lamentável que, certamente por dinheiro – não há outra explicação - Sepúlveda se nivele por tão baixo.
Perdemos um grande jurista para o PT. É mais um estrago provocado por esta infame organização criminosa. É também a demonstração da notória inteligência da seguinte expressão popular: "Quem com porcos anda, farelo come."
Informação do Jornal da Cidade