Pular para o conteúdo principal

Danilo Gentile denuncia que PT usou calúnia contra sua mãe para se apoderar de instituição de caridade.



  • Durante vídeo conferencia promovida pelo cantor Lobão, Danilo Gentile em um depoimento comovido, contou a historia de um lar para meninas e adolescentes criados por moradores de Santo André e que tinha sua mãe como uma das coordenadoras. “A livre iniciativa levou o lar a crescer muito, havia investimento dos empresários locais. Ele cresceu tanto que se tornou referencia até mesmo para a imprensa internacional”, contou. Segundo Gentile, quando o lar se tornou relevante, o PT, que comandava a prefeitura de Santo André, decidiu estatizá-lo valendo-se de um depoimento mentiroso do pai de uma das meninas. “Ele acusou minha mãe de agredir uma das meninas, só que, no dia da tal agressão, ele estava em uma mesa de cirurgia amputando dois dedos perdidos em um acidente de carro sofrido quando estava justamente indo buscar uma doação para o lar”, frisou o humorista evidentemente emocionado. Mesmo comprovando que estava internada no dia da suposta agressão, as declarações da mãe de Gentile não surtiram efeito e a gestão do lar foi assumida pela prefeitura. “Em seis meses ele não existia mais”. Começaram a contratar o namorado de um secretario de Santo André com o objetivo de dar palestras, ao custo de 10, 12 mil reais. Ai ninguém aguenta, o lar faliu e as meninas que moravam lá tiveram que voltar para a rua. É isso que acontece quando o Estado assume algo que estava sendo bem cuidado pela iniciativa privada” lamentou Gentile  
  • Com trechos de Bhaz Editado por Folha Política.

Comentários



Ninguém aguenta aguenta mais o PT.
Prisão já para o chefe da gang dos mensaleiros que tá pagando alto pelo silêncio dos seus comparsas.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade