Pular para o conteúdo principal

Em tom de despedida Rachel Sheherazade diz que seus dias na TV estão contados



Hoje (31), a jornalista Rachel Sheherazade, em tom de despedida, postou em sua página no facebook a seguinte frase: “Gente boa, tenho certeza que meus dias estão contados. Mas enfim, vou para o youtube se isso acontecer.” , fazendo referencia a seu colega de profissão Paulo Eduardo Martins, comentarista do Jornal da Massa, na rede Massa de Televisão, afiliada do SBT no Paraná, que foi demitido do Jornal da Massa no ultimo dia 28 depois de diversas e duras críticas ao PT e ao governo.
Veja vídeo da ultima aparição do jornalista no jornal: Despedida emocionada de jornalistas que foram censurados e demitidos por criticar políticos

A exemplo de Paulo Eduardo Martins, Rachel Sheherazade é afinca crítica do governo e do PT em suas opiniões no telejornal “SBT Brasil” e tem cativado milhares de brasileiros com suas críticas condizentes à realidade nacional, que a maioria dos jornalistas se omitem ou são forçados a manter suas opiniões encobertas pelas emissoras.


O SBT e a jornalista a algum tempo vem recebendo  retaliações de políticos em consequência das opiniões de Rachel. A ultima e mais pesada veio da base do governo, em que o PCdoB, através da deputada Jandira Feghali, apresentou representação junto a Procuradoria Geral da República contra o SBT por apologia ao crime. Jandira pede também que as verbas de patrocínio sejam retiradas da emissora, e que Rachel seja demitida do Telejornal SBT Brasil, e que seja avaliado a possibilidade de cassar a concessão de transmissão do SBT.
No dia 27, Rodrigo Janot – Procurador Geral da República, aceitou a representação do PCdoB e investigará o SBT. Pouco depois da divulgação oficial desta informação o SBT divulgou nota informando que Sheherazade se afastará do comando do “SBT Brasil” até dia 14 de abril.
Redação / Edição
Revolta Brasil

Comentários

Pb Fernando disse…
Asco e revolta é isso que sinto desse governo corrupto bem como desses por esses ministros, procuradores etc... manipulados por eles.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade