Pular para o conteúdo principal

Marcelo Paiva e Roger travam duelo sobre a ditadura militar



Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, 55. "Era melhor do que essa ditadura disfarçada que vivemos hoje."Roger diz que a lavagem cerebral é "um processo de anos e anos" praticado por militantes da esquerda.Para o cantor, é mais difícil "lavar o cérebro" de quem, como ele, pertence à Mensa, organização que reúne pessoas com QI alto.
Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor,Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritorMarcelo Rubens Paiva, 55. Mas isso não quer dizer que tenha se arrependido.
À Folha, o autor da canção "Inútil" admitiu ter sido "extremamente grosso", mas reiterou suas declarações e disse que o jornalista "pode ter sofrido lavagem cerebral". Paiva não quis comentar as declarações.
FLIP
O imbróglio começou durante a Flip, em 2/8, quando Paiva, em mesa sobre o golpe militar no Brasil, usou Roger como exemplo de alguém que desconhece aquele período histórico.
Como resposta, Roger escreveu as mensagens no Twitter, e as apagou em seguida.
Paiva causou comoção ao chorar quando falou do pai, o deputado Rubens Paiva, morto sob tortura na ditadura militar.
"Não sofri na ditadura porque não estava fazendo merda. A pessoa tem que saber quais são os riscos do que está fazendo", afirmaRoger. O cantor diz ter vivido "uma vida absolutamente normal" durante o período. "Era melhor do que essa ditadura disfarçada que vivemos hoje."
Roger diz que a lavagem cerebral é "um processo de anos e anos" praticado por militantes da esquerda.
Para o cantor, é mais difícil "lavar o cérebro" de quem, como ele, pertence à Mensa, organização que reúne pessoas com QI alto. "Você pode ser uma peneira ou uma esponja. Nós somos peneiras."
Questionado sobre se suas preferências políticas são de direita, afirmou que a repórter também estava "com o cérebro lavadinho". Respondeu que votará em quem "tirar o PT do poder", Aécio Neves (PSDB) ou Marina Silva (provável candidata do PSB).
INÚTIL
O humorista do "Porta dos Fundos" João Vicente de Castro, filho do jornalista Tarso de Castro, um dos fundadores do jornal "O Pasquim", entrou na briga na sexta (15).
Ele escreveu uma mensagem no Instagram a Roger. "Quem estava fazendo merda era o seu pai, que criou um homem simplista, preconceituoso como você (...) Você é realmente inútil", diz o texto.
Roger contra-atacou: "Uma pena que o filho de um escritor tão brilhante seja tão tapado. Resultado de anos de lavagem cerebral. Ele acha que o pai dele é um herói que lutou por mim. Uma mentira repetida tantas vezes".
Atualmente, Roger toca no "talk show" do SBT "The Noite", e também faz "comentários inteligentes" (segundo o site do programa) no quadro "O Homem do QI 200".
O QUE ELES DISSERAM
"Vou dar um exemplo de uma pessoa que vai ficar muito chateada (...), o Roger, que é meu amigo (...), que escreveu músicas ícones da minha geração e de combate à ditadura. Hoje ele tem reações completamente opostas, acusa a Dilma de terrorista, faz uma confusão", MARCELO RUBENS PAIVA, em debate na Flip, em 2/8.
"Sinto muito seu pai ter morrido defendendo o comunismo. Não é motivo para eu ser igualmente perseguido agora por esquerdistas"
"E equivocado está você. Lula é um canalha e vc sabe disso. Babaca"
"E tem mais, seu bosta: minha família não foi perseguida pela ditadura. Porque não estava fazendo merda", ROGER MOREIRA, no Twitter, em 11/8
em mensagens a Marcelo Rubens Paiva,
EMBATES RECENTES NO TWITTER
LOBÃO x MANO BROWN
À Folha, em maio de 2013, Lobão acusou os Racionais MCs de serem "o braço armado do governo". Pelo Twitter, Mano Brown chamou Lobão para a briga: "Tô sempre no Rio de Janeiro, se ele quiser resolver como homem, demorô! Do jeito que aprendi aqui".
NX ZERO x DETONAUTAS
Em janeiro de 2014, Di Ferrero, do NX Zero, sugeriu no Twitter que o líder do Detonautas promovia-se às custas de Chorão, morto em 2013. Tico Santa Cruz respondeu: "Então é o seguinte @ferrerodi se vc tiver algo a ajudar, ajude, e se tiver algo pra falar, fale na minha cara. Falou? To no seu aguardo".




Comentários

DARIO FERREIRA disse…
Tem algo muito errado com esta democracia,pois durante o regime militar era aceito partidos não militares,já com a democracia não ocorre;quer dizer que é uma ditadura pior do que a que os democratas chamam de ditadura militar.Quem exige liberdade tbm deve aceitar a liberdade.Realmente este sistema lavou a cabeça dos brasileiros ao ponto de repudiarem a organização militar.É coisa de império a estratégia desta falsa democracia.O caos mostra a farsa política que criou a ideia de ditadura militar.

Postagens mais visitadas deste blog

Dilma e Gleisi vão a Cuba 'denunciar' situação de Lula no Foro de São Paulo

A ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, viajam na semana que vem para Cuba para participar do encontro anual do Foro de São Paulo, que congrega partidos políticos e organizações de esquerda da América Latina. Ali, as duas pretendem "fazer uma denúncia" sobre a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que os petistas classificam como "prisão política".


"Eu vou agora para o Foro de São Paulo fazer uma denúncia também. Dilma vai, resolvemos ir para fazer a denúncia do que está acontecendo", disse Gleisi ao Valor PRO. "Nós vamos ter todos os partidos de esquerda e centro-esquerda da América Latina reunidos lá, autoridades. E nós vamos para denúncia internacional." O encontro ocorre em Havana entre o domingo, 15 de julho, e a terça, 17. No site da entidade, já há destaques para a prisão do ex-presidente, como um "Mapa de Mobilização Mundial Lula Livre" e manifestações de políticos e entidades…

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Descontrolada, Gleisi diz que o juiz Sérgio Moro é 'safado e sem-vergonha'; assista

A senadora Gleisi Hoffmann subiu à tribuna do Senado para defender a tentativa de tirar o ex-presidente Lula da cadeia com um habeas corpus ilegal concedido por um desembargador militante no plantão, contrariando o próprio Tribunal, as cortes superiores, e o CNJ. Descontrolada, Gleisi concentrou seus ataques no juiz Sérgio Moro, que ela chamou de "safado e sem-vergonha". Gleisi ainda garantiu que "O Brasil vai pagar muito caro, a democracia brasileira vai pagar muito caro. E eu tenho certeza de que vamos criar situações muito graves no Brasil ainda de instabilidade, a que nós não vamos conseguir dar direção e saída".



Assista: 

Leia também: