Pular para o conteúdo principal

Suíça investiga contas de pessoas ligadas à Petrobras


 A Justiça suíça confirma que investiga contas relativas a pessoas ligadas à Petrobrás. O anúncio é de Michel Lauber, procurador-geral da Suíça. "A investigação está em andamento", declarou Lauber na manhã desta segunda-feira, 8, em Genebra. Ele garante que, neste momento, a colaboração com a Justiça brasileira "caminha bem". A Suíça abriu processo penal contra o ex-diretor da Petrobras por lavagem de dinheiro.
 
Eleição
Já Didier Burkhalter, presidente da Suíça, garantiu nesta segunda-feira que as investigações sobre o caso vão continuar, independentemente das considerações políticas e eleitorais no Brasil que o caso possa ter. "Na Suíça há uma lei e se cumpre", disse durante uma coletiva de imprensa em Genebra.
"Há uma colaboração judicial que está ocorrendo e na Suíça existe uma separação de poderes", indicou. "A lei é aplicada sem levar em conta o contexto e não vamos mudar nossa política", completou.

Jamil Chade



 Rô Moreira!

 Ao afirmar a separação dos poderes o presidente suíço não titubeou dizendo que eles têm suas independências e não sofrem pressão alguma por interesses alheios como ocorre na Brasil. A interferência do executivo nos outros poderes no Brasil atual, tem sido imoral, para não dizer algo mais graves, pois a intenção de se perpetuar no poder e a busca do enriquecimento ilícito tem mostrado como os políticos do PT e seus aliados tem sido nefasto para a nação. A quase falência da Petrobras e as pressões para saírem ilesos dos crimes cometidos durante esses doze anos, tem sido uma constante neste desgoverno. Ainda bem, que essa imoraidade e banditismo não ultrapassa as divisas de países de gente séria como o presidente da Suíça tem se mostrado, exemplo de pessoa pública. E quanto ao povo brasileiro, o alerta é para acordarem, sair desta condição de inércia, pois o partido dos Petralhas deixaram a grande massa de quatro com todo populismo exercido durante a sua governança.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade