Pular para o conteúdo principal

Aécio é o mais votado na China



Aécio Neves foi o preferido entre os brasileiros que votaram na China, horas antes da abertura da eleição no Brasil.
No país governado pelo Partido Comunista, o candidato do PSDB recebeu 218 votos, contra 63 para Dilma Rousseff, do PT. As urnas foram fechadas pontualmente às 17h (7h pelo horário de Brasília).
Entre os 604 cidadãos brasileiros inscritos para votar no país mais populoso do mundo, uma parte mal fala português e tem pouca informação sobre a disputa pelo Palácio do Planalto.
Mas como o voto é obrigatório, muitos fazem questão de comparecer para evitar problemas burocráticos no futuro, como na renovação dos passaportes.
ELEITORES
Há casos variados, mas a maioria é de chineses que passaram um tempo no Brasil e obteve a cidadania, além de seus filhos.
Devi Su Liu, 22, nasceu no Rio, onde os pais trabalhavam, mas ficou apenas os dois primeiros anos de vida, tempo insuficiente para falar português. Ao entrar na Universidade de Pequim, para estudar Administração e Informática, Devi decidiu aprender o idioma de seu país natal.
Sobre a eleição, o estudante disse que leu o noticiário pela internet para decidir em quem votaria. "Depois de me informar, optei pela mudança", disse Devi, num português bem razoável.
Em Hong Kong, onde há várias semanas estudantes ocupam avenidas pedindo mais democracia, Aécio Neves também ficou em primeiro. Entre os brasileiros que votaram no consulado de Hong Kong, o tucano teve 105 votos, Dilma 19.

Aécio vota em meio a tumulto em BH; aliados dizem estar confiantes
Em meio a um tumulto causado por cinegrafistas e fotógrafos, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, votou neste domingo (26) em uma escola no bairro de Lourdes, em Belo Horizonte.
A chegada de Aécio à urna ocorreu em meio a uma confusão. Havia muita imprensa além de diversos eleitores que estavam no local para apoiar o candidato.
O tucano chegou acompanhado de sua mulher, Letícia Weber, e o senador eleito Antônio Anastasia (PSDB). "Eu estou muito confiante, nós vamos ganhar", disse.
Anastasia preferiu ficar longe do candidato para evitar o tumulto. Na tentativa de fazer imagens de Aécio houve empurra-empurra e uma das janelas da sala onde o candidato votou foi quebrada.
Apesar da confusão, os eleitores gritaram o nome de Aécio e cantaram o hino nacional. Muito estavam envolvidos em uma bandeira com o nome e a foto de Aécio. (Folhapress)

Comentários

WESLEI ROCHA disse…
Na China sim. Agora no RJ, onde vive e em MG, por onde é senador, ele perdeu.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade