Subscribe:

28 de outubro de 2014

Comemoração? Militantes do PT criticam Globo e xingam William Bonner

Palco para a comemoração da reeleição da presidente Dilma Rousseff, a Avenida Paulista, em São Paulo, recebeu na noite de domingo, 26, centenas de militantes. Vestidos de vermelho e com bandeiras, o grupo, que seguia na pista sentido Consolação, cantava músicas que criticavam a imprensa e faziam referência à crise de abastecimento de água na cidade.
-------globonewsRepórter da Globonews passou por situação delicada
(Imagem: Reprodução)
Nas ruas, era possível ouvir gritos de guerra contra a revista Veja e a Rede Globo que diziam "Nem Globo/ Nem a Veja/ É Dilma com certeza" e "A verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura". Além disso, o âncora e editor-chefe do 'Jornal Nacional', William Bonner, foi alvo de xingamentos. A situação foi registrada pelas câmeras da Globonews durante a cobertura da festa.
No local para falar da comemoração, o repórter Gabriel Prado, da Globonews, passou por situação delicada. Ele foi chamado pelo apresentador Dony De Nuccio para fazer a passagem ao vivo e repassar as informações da comemoração. Atrás dele, um grupo gritava "Ei, Bonner, vai tomar no c*". Em menos de 30 segundos, Prado falou sobre o evento e devolveu a palavra a Dony.

 Durante o pronunciamento da petista reeleita também aconteceram manifestações contra a Globo. Dilma, que falou por mais de 25 minutos, precisou parar em alguns momentos por não ter voz para continuar. Em uma dessas pausas, foi possível ouvir os gritos de "O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo". As palavras da presidente depois da divulgação do resultado abordaram assuntos como reforma política, a condução da economia e a união da população para realizar as mudanças. "Terei o compromisso rigoroso com o combate à corrupção, propondo mudanças na legislação atual para acabar com a impunidade". Dilma finalizou seu discurso ao dizer que "não fugirá da luta".


Portal .com comunique

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...