Subscribe:

31 de março de 2014

É hoje! Pastor Silas Malafaia é entrevistado por Danilo Gentili no SBT

Imagem: Roberto Nemanis/SBTA entrevista do pastor Silas Malafaia no programa ‘The Noite’ com Danilo Gentili irá ao ar nesta segunda-feira (31) à meia-noite.
No programa o pastor Silas abordou diversos assuntos relevantes, como política e o futuro dos evangélicos no Brasil.
Deixe seu comentário no Verdade Gospel.

Em tom de despedida Rachel Sheherazade diz que seus dias na TV estão contados



Hoje (31), a jornalista Rachel Sheherazade, em tom de despedida, postou em sua página no facebook a seguinte frase: “Gente boa, tenho certeza que meus dias estão contados. Mas enfim, vou para o youtube se isso acontecer.” , fazendo referencia a seu colega de profissão Paulo Eduardo Martins, comentarista do Jornal da Massa, na rede Massa de Televisão, afiliada do SBT no Paraná, que foi demitido do Jornal da Massa no ultimo dia 28 depois de diversas e duras críticas ao PT e ao governo.
Veja vídeo da ultima aparição do jornalista no jornal: Despedida emocionada de jornalistas que foram censurados e demitidos por criticar políticos

A exemplo de Paulo Eduardo Martins, Rachel Sheherazade é afinca crítica do governo e do PT em suas opiniões no telejornal “SBT Brasil” e tem cativado milhares de brasileiros com suas críticas condizentes à realidade nacional, que a maioria dos jornalistas se omitem ou são forçados a manter suas opiniões encobertas pelas emissoras.


O SBT e a jornalista a algum tempo vem recebendo  retaliações de políticos em consequência das opiniões de Rachel. A ultima e mais pesada veio da base do governo, em que o PCdoB, através da deputada Jandira Feghali, apresentou representação junto a Procuradoria Geral da República contra o SBT por apologia ao crime. Jandira pede também que as verbas de patrocínio sejam retiradas da emissora, e que Rachel seja demitida do Telejornal SBT Brasil, e que seja avaliado a possibilidade de cassar a concessão de transmissão do SBT.
No dia 27, Rodrigo Janot – Procurador Geral da República, aceitou a representação do PCdoB e investigará o SBT. Pouco depois da divulgação oficial desta informação o SBT divulgou nota informando que Sheherazade se afastará do comando do “SBT Brasil” até dia 14 de abril.
Redação / Edição
Revolta Brasil

30 de março de 2014

PASTOR DA AD BRAZ SE CONVERTE AO CATOLICISMO APÓS 20 ANOS COMO EVANGÉLICO. SERÁ UMA NOVA "TENDÊNCIA"?



LEIA AQUI O RELATO DE CONVERSÃO DO EX-PASTOR DA AD BRÁS.

Ontem fez exatamente 20 anos do meu batismo na Igreja Assembleia de Deus. Foi em 27 de Março de 1994, domingo, na igreja sede da Assembleia de Deus no Brás (Ministério em Madureira, hoje mais conhecida como AD Brás).

Foi um momento marcante em minha vida, eu estava vivendo uma linda experiência de conversão e aquele ato batismal era o cumprimento de uma decisão tomada poucos meses antes, quando aceitei a Jesus como meu Salvador. Sempre fui apaixonado pelo Evangelho desde criança, quando ganhei minha primeira Bíblia aos sete anos, poderia até ver isso como uma vocação sacerdotal.

Passados estes vinte anos eu vivo novamente a experiência da conversão, mas desta vez minha fé me trouxe de volta à Igreja Católica Apostólica Romana. 

No período em que estiva na Assembleia de Deus participei de grupos de mocidade, fui professor de Escola Bíblica Dominical e cursei Teologia(Básico) pela EETAD, curso que deixei pela metade para viver o meu sonho de trabalhar em uma emissora de rádio.

Por um período de sete anos eu apresentei um programa chamado "Jovens Para Cristo", que era patrocinado pelos membros da igreja. Neste período eu trabalhei como funcionário desta emissora até o seu fechamento pela Anatel em 2002. Após o fechamento da emissora de rádio, passei por um período de depressão e me afastei da igreja.

Meses depois eu, por conta própria, decidi procurar uma igreja diferente para frequentar, um misto de vergonha e orgulho me impediu de retornar à minha antiga congregação. Deste tempo, até aqui, fui membro de três igrejas diferentes, passei por altos e baixos na minha fé. Apesar de sucessivas decepções, aconteceu a maior dádiva da minha vida, conheci a moça que hoje é minha esposa e mãe de meu filho. Deus me abençoou com uma família maravilhosa.

Nestes últimos anos desenvolvi diversas atividades ministeriais, especialmente voltadas para a evangelização de jovens, também ministrei cursos para formação de lideres e obreiros. Até que cheguei ao pastorado, fui pastor auxiliar pelo período de um ano e pastor titular por outro período de um ano em uma congregação que inaugurei junto ao ministério do qual fazia parte.

Pouco depois do nascimento de nosso filho, por motivos alheios à minha vontade, renunciei à direção da igreja que pastoreava e meses depois entendi que deveria abrir mão do ministério pastoral. Era dia 12 de Outubro de 2012 eu preguei o meu último sermão na igreja sede da igrea que congregava e sabia que não retornaria mais a um púlpito na condição de pastor.

Tudo que eu sempre almejei e alcancei, deixei pra trás, somente restou em meu coração a ardente paixão pelo Evangelho e minha vida consagrada a Cristo. Ao longo desta experiência muita dor, angústia e lágrimas derramadas.

Talvez, nesse ponto, você esteja se perguntando o motivo de atitudes tão drásticas, tão radicais. Tais motivos, claro existem, mas decidi não falar sobre tais assuntos no momento. 

Reencontro com o catolicismo

Fui criado católico, fui batizado, fiz a primeira comunhão, mas aos 18 anos, nenhum destes fundamentos fazia o menor sentido pra mim. Na adolescência fiz parte de movimentos ligados à "Teologia da libertação" e com o passar do tempo fui me afastando da igreja. Aos 18 anos aceitei ao convite de um amigo e fui com sua família a um culto da Assembleia de Deus, fiquei maravilhado com aquela atmosfera. Nunca havia sentido uma sensação tão boa,eu me senti tocado por Deus e aceitei seguir aquele caminho.

De modo algum eu quero invalidar este processo de conversão. Foi uma experiência real, verdadeira e produziu frutos em minha vida.

Porém, não é segredo para ninguém que a expansão do Protestantismo no Brasil, especialmente o ramo pentecostal, se deu por conta de uma visão anti-católica que, baseada em textos bíblicos, proclamava a verdadeira salvação por meio apenas de igrejas pertencentes a este seguimento. Igreja Católica era sinônimo de idolatria e o Papa, o próprio Anti-cristo.


Passei a ver o catolicismo como uma religião idólatra e anti-bíblica. Por anos tive esta visão e convicção.

No auge da rede social Orkut, entrei em uma comunidade de debates entre católicos e evangélicos. A comunidade "Debate Católicos e Evangélicos" carinhosamente chamada de "DC&E" congregava um número interessante de pessoas tanto católicos quanto evangélicos, ali tínhamos debates teológicos de grandeza magistral, mas também exemplos extremistas de fundamentalismo religioso, de ambas as partes.

Logo em minha primeira participação na comunidade entrei em um tópico que debatia algo sobre as Escrituras, fui logo confrontando e declarando de que adiantava debater sobre a Bíblia e não acreditar, nem fazer o que ela mandava.

Naquele dia eu levei a maior surra de interpretação bíblica, apanhei até cansar de um católico chamado Paulo, mais conhecido como Confrade. Eu não tinha argumentos, mesmo sendo um leitor ativo da Bíblia, me considerando apto a debater as Escrituras, eu fui calado pela sabedoria e conhecimento daquele rapaz. Derrotado, pedi perdão pelo equívoco...

Passei e estudar com mais afinco o catolicismo, seus costumes, o Magistério, a Tradição, os dogmas, especialmente os ligados a Maria, mãe do Mestre.

O efeito disso foi a anulação do sentimento anti-catolicismo adquirido e o início de uma fase de fraternidade e aprendizado. Porém, nunca concebi a ideia de me tornar católico novamente. Deste período de debates surgiram amizades, encontros, como o da foto abaixo.

Esta imagem é um registro histórico de um dos orkontros realizados pelos membros da comunidade. Este foi o primeiro em São Paulo, havendo outros no Rio de Janeiro e algumas outras cidades do Brasil.

comunidade foi fundamental para renovar a minha mente. Passei a enxergar a Igreja Católica com a Igreja de Cristo, todo protestante deve entender que, sem ela, o Evangelho não nos alcançaria.

No entanto foram necessários alguns anos para que eu entendesse que deveria regressar à Igreja mãe. Foram necessárias várias decepções, muitas frustrações, para poder abrir o meu coração e conceber que meu lugar é na Igreja Católica.

Após renunciar ao pastorado e à direção de uma igreja, eu me desigrejei. Não queria mais saber de templos e religião institucionalizada.

Decidi romper com a religião. Eu tinha a minha fé, acreditava em Deus e viveria para fazer o bem e por minha família. Não queria mais vínculo com denominação alguma, minha religião era Cristo, e pronto.

Iniciei o projeto deste blog [Compartilhando a Graça], compartilhando textos com amigos do Facebook. Comecei a escrever sobre a fé cristã, postar reportagens e notícias sobre os cristianismo, inclusive algumas polêmicas e escândalos.

Até que um belo dia escrevi o texto Castel Gandolfo: Onde o Papa passa as férias. Isso foi no dia 11 de Janeiro de 2013, no início da noite.

Foi uma noite mal dormida, pois sonhei com o Papa Bento XVI e a ideia de ser novamente um católico. Cheguei a comentar com minha esposa: "... e se eu voltasse para Igreja Católica?"

A ideia se transformou em desejo, e o desejo, decisão. Eu comecei a compartilhar isso com meu amigo Marcio Araújo, mais um remanescente da "DC&E", e desde então ele tem me ajudado. Márcio é dono da página Beleza da Igreja Católica e tem sido um grande incentivador da minha jornada. Pouco tempo depois criei a página Francisco, o Papa da humildade, fiquei maravilhado com a mensagem cristocêntrica do Papa, só faltava conferir se a Igreja correspondia a tamanho entusiasmo.

Comecei a participar da Missa, mas mantive a discrição. No início ia para observar, mas, com o passar do tempo, eu já estava envolvido de corpo e alma. Um determinado dia marquei uma reunião com o padre Douglas, pároco da nossa região. O recebi em minha casa para um café da manhã e conversamos bastante.

Foi muito especial, contei a ele minha história e tenho recebido o seu apoio e instrução, iniciei o curso de Crisma a pouco dias em uma classe de Catequese voltada para os adultos. Estou vivendo intensamente este processo de conversão, aprendendo a viver esta fé milenar em sua plenitude.
(...)


FONTE: http://santos-decalcajeans.blogspot.com.br/2014/03/pastor-se-converte-igreja-catolica-apos.html

Vi no Guedes

28 de março de 2014

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país"

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país"Superprofeta" visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país
 Famoso por “chamar” chuva e prever tragédias, queniano reúne 10 mil em MS

O pastor David Owuor já foi chamado de “profeta da chuva” e de “superprofeta” por ter anunciado grandes tragédias, como os furações Katrina e Irene, que destruiu parte dos Estados Unidos, além do terremoto que, em 2010, devastou o Haiti, meses antes de ocorrerem. Na África é conhecido por “chamar” a chuva com suas orações.
“Em alguns eventos ele orou para chover e choveu. O mais conhecido foi em 2011, na Nigéria. Dez dias antes de uma conferência que faria, David começou a noticiar que haveria uma chuva na data. Ele registrou isso. Gravou em uma rádio local e colocou no Youtube. Era um período de seca. No dia da conferência foi uma grande multidão e, durante o evento, com sol escaldante e céu brilhante, choveu forte por mais de uma hora”, explica o pastor Gladiston Amorim, 51 anos, do Ministério Atos de Justiça.
Ele coordenou a primeira vinda de David ao Brasil assegurando que “em nível de ofício profético talvez não exista outro”. Acrescenta que Owour tem um ministério de milagres, tendo testemunhos gravados de paralíticos, cegos, surdos mudos, leprosos e portadores de HIV.
Sempre vestido de roupas brancas e com sua característica barba comprida, Owur largou uma bem sucedida carreira de cientista médico para pregar o evangelho.  Esta semana ele foi o destaque na “Conferência de Arrependimento e Santidade – A preparação para a vinda do Messias”, evento evangélicos em Campo Grande.
Marcada para os dias 25 e 26 de março, no Parque das Nações Indígenas, a cruzada reuniu cerca de 10 mil pessoas.
Os organizadores afirmam que 50 igrejas evangélicas e 138 pastores do Mato Grosso do Sul se mobilizaram durante os últimos meses para preparar a vinda de Owuor.  Ontem foi o encerramento de sua visita ao país.  Ela já passou este mês por São Paulo e Rio de Janeiro, mas em eventos fechados, apenas para pastores.
Nas duas cidades, ele profetizou uma “invasão” de insetos no Brasil. O bispo Carlos Ferreira, 55, explica: “Ele falou que vem uma grande nuvem de insetos, que vai tomar conta das casas, caso a Igreja, as pessoas, que não se arrependam. Isso pode ser literalmente uma praga ou uma tragédia como consequência do pecado. É melhor não facilitar”.
No continente africano, o pastor Owur já levou essa mensagem a outros países. Mas ele também trouxe uma boa notícia. Segundo o material divulgado, o profeta anunciou que a igreja, “no Brasil, já está preparada para um avivamento, um grande despertar”.
Alaíde Santana Lopes, de 75 anos, que foi de São Paulo até Campo Grande apenas para a conferência, disse que essa é a mensagem que o povo precisa ouvir: “Espero que o Brasil realmente se arrependa, a começar pelas esferas federal, estadual e municipal, porque Deus está voltando”.
Mesmo sabendo das críticas que receberia, inclusive de evangélicos, o bispo Ferreira explica que o evento teve “um grande diferencial”: o fato de Owuor não cobrar nada. “Deus o mandou e o povo de Campo Grande não pode deixar de receber essa unção… Ele paga a despesa dele e da equipe. Não recebe oferta e não cobra nada, porque tem uma mensagem para entregar. Ele paga para trazer essa mensagem”, ressalta.Com informações Campo Grande News.

Gospel Prime

Joaquim Barbosa diz que o Congresso é dominado pelo executivo, e provoca reações desagradáveis no Congresso




27 de março de 2014

Teólogo publica vídeo comparando funk “Beijinho no Ombro” a “Sabor de Mel”, de Damares: “Qualquer semelhança não é mera coincidência”; Assista

Teólogo publica vídeo comparando funk “Beijinho no Ombro” a “Sabor de Mel”, de Damares: “Qualquer semelhança não é mera coincidência”; Assista
A funkeira Valeska Popozuda tem ocupado a grande mídia com a música “Beijinho no ombro”, que fala sobre demonstrar aos inimigos que com fé em Deus é possível superar dificuldades e inveja, além de vangloriar-se com as conquistas. Em 2008, a cantora Damares chegou ao topo da música pentecostal no Brasil com a conhecida “Sabor de Mel”, de temática semelhante.
Dentro desse contexto, o teólogo e blogueiro Yago Martinspublicou um vídeo em sua página no Facebook fazendo a comparação entre as duas letras e afirmou que sua iniciativa era um alerta ao povo evangélico: “Um pequeno comparativo didático: qualquer semelhança não é mera coincidência. Pois mais cômica que seja a comparação e a apresentação da mesma, a intenção primária não é fazer rir, mas alertar a respeito de um ponto. Pensem nisso”, sugeriu aos internautas.
Posteriormente, o teólogo comentou o vídeo numa entrevista ao GPrime, e disse que a letra da música de Damares foge aos princípios básicos dos ensinamentos de Jesus: “Não falo de teologia acadêmica ou elucubrações profundas, mas até mesmo o sermão do monte ou os ‘Bê-á-bás’ da fé. Jesus disse: ‘Vocês ouviram o que foi dito: Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem’ (Mateus 5:43-44). Como podemos ter uma igreja evangélica que ainda não conseguiu internalizar um dos princípios teológicos básicos da fé, que é o amor? Os púlpitos fracos que prometem bênçãos e vitórias criam um monstro que tem nome de cristianismo, mas está longe da religião de Jesus”, observou Yago.
O jovem teólogo acrescenta que a música “‘Sabor de Mel’ é uma teologia da vingança, onde a cantora conclama os crentes a desejarem o destaque a fim de tripudiar sobre os próprios inimigos”, e isso seria uma distorção dos princípios do Evangelho. “A canção deseja que os que não te ajudaram antes se arrependam disso por não terem conseguido o destaque que Deus te deu. Devemos amar aqueles que são nossos inimigos, e não desejar que eles ‘nos vejam por cima’”, acrescentou.
“Sabor de Mel”, composta por Agailton Silva, é uma das músicas gospel pentecostal que mais são alvo de críticas por parte dos teólogos em geral, que enxergam nela uma mensagem de incentivo à meritocracia, conquistas por esforço próprio e ameaças aos indiferentes, tornando-os “inimigos”.
“Existe certo tipo de sentimento de vitória sobre os inimigos que faz sentido e é até mesmo cristão. No Último Dia, os inimigos do Evangelho receberão a justa paga, e seremos vitoriosos sobre eles. Uma canção que celebra a vitória final sobre os inimigos da Cruz pode ser bíblica e fiel. Nem de longe é o que encontramos na canção de Damares, no entanto. Lá há nada mais que um ‘beijinho no ombro pras inimigas’, uma palavra de escárnio contra inimigos pessoais, o que é inadmissível”, pondera Martins.
Assista ao vídeo comparativo de “Beijinho no Ombro” e “Sabor de Mel”:


Gospelmais

26 de março de 2014

BOLSONARO: TIRO NO OLHO DA DILMA

Mae pobre, grita desesperadamente na porta do Palácio da Presidente Dilma e se quer ela envia alguém. Motivo; sua filha foi brutalmente assassinada por um menor.
Vejam. É de doer o coração.



24 de março de 2014

Calvinismo e Capitalismo - Qual mesmo é a sua relação?



Por Alderi Souza de Matos
A questão de como se relacionam o calvinismo e o capitalismo tem sido objeto de enorme controvérsia, estando longe de produzir um consenso entre os estudiosos. O tema popularizou-se a partir do estudo do sociólogo alemão Max Weber (1864-1920) intitulado A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, publicado em 1904-1905. Numa tese oposta à de Karl Marx, Weber concluiu que a religião exerce uma profunda influência sobre a vida econômica. Mais especificamente, ele afirmou que a teologia e a ética do calvinismo foram fatores essenciais no desenvolvimento do capitalismo do norte da Europa e dos Estados Unidos.
Weber partiu da constatação de que em certos países da Europa um número desproporcional de protestantes estavam envolvidos com ocupações ligadas ao capital, à indústria e ao comércio. Além disso, algumas regiões de fé calvinista ou reformada estavam entre aquelas onde mais floresceu o capitalismo. Na sua pesquisa, ele baseou-se principalmente nos puritanos e em grupos influenciados por eles. Ao analisar os dados, Weber concluiu que entre os puritanos surgiu um "espírito capitalista" que fez do lucro e do ganho um dever. Ele argumenta que esse espírito resultou do sentido cristão de vocação dado pelos protestantes ao trabalho e do conceito de predestinação, tido como central na teologia calvinista. Isso gerou o individualismo e um novo tipo de ascetismo "no mundo" caracterizado por uma vida disciplinada, apego ao trabalho e valorização da poupança. Finalmente, a secularização do espírito protestante gerou a mentalidade burguesa e as realidades cruéis do mundo dos negócios.
Calvino de fato interessou-se vivamente por questões econômicas e existem elementos na sua teologia que certamente contribuíram para uma nova atitude em relação ao trabalho e aos bens materiais. A sua aceitação da posse de riquezas e da propriedade privada, a sua doutrina da vocação e a sua insistência no trabalho e na frugalidade foram alguns dos fatores que colaboraram para o eventual surgimento do capitalismo. Mesmo um crítico contundente da tese de Weber como André Biéler admite: "Calvino e o calvinismo de origem contribuíram, certamente, para tornar muito mais fáceis, no seio das populações reformadas, o desenvolvimento da vida econômica e o surto do capitalismo nascente" (O Pensamento Econômico e Social de Calvino, p. 661). Todavia, esse e outros autores têm ressaltado como a ética e a teologia do reformador divergem radicalmente dos excessos do capitalismo moderno. Por causa das difíceis realidades econômicas e sociais de Genebra, Calvino escreveu amplamente sobre o assunto. Ele condenou a usura e procurou limitar as taxas de juros, insistindo que os empréstimos aos pobres fossem isentos de qualquer encargo. Ele defendeu a justa remuneração dos trabalhadores e combateu a especulação financeira e a manipulação dos preços, principalmente de alimentos. Embora considerasse a prosperidade um sinal da bondade de Deus, ele valorizou a pessoa do pobre, considerando-o um instrumento de Deus para estimular os mais afortunados à prática da generosidade. A tese de que as riquezas são sinais de eleição e a pobreza é sinal de reprovação é uma caricatura da ética calvinista. Para Calvino, a propriedade, o lucro e o trabalho deviam ser utilizados para o bem comum e para o serviço ao próximo.
Em conclusão, existe uma relação entre o calvinismo e o capitalismo, mas não necessariamente uma relação de causa e efeito. Provavelmente, mesmo sem o calvinismo teria surgido alguma forma de capitalismo. Se é verdade que a teologia e a ética reformadas se adequavam às novas realidades econômicas e as estimularam, todavia, o tipo de calvinismo que mais contribuiu para fortalecer o capitalismo foi um calvinismo secularizado, que havia perdido de vista os seus princípios básicos. Entre esses princípios está a noção de que Deus é o Senhor de toda a vida, inclusive da atividade econômica, e, portanto, esta atividade deve refletir uma ética baseada na justiça, compaixão e solidariedade social.

Deputada sobre Rachel Sheherazade: "Ou tira ela do ar, ou recebe punição" Jandira Feghali move ação contra a jornalista e o SBT sobre opinião no "SBT Brasil"



A deputada federal Jandira Feghali (PC do B - RJ) falou pela primeira vez sobre a representação que enviou para a Procuradoria Geral da República contra a jornalista Rachel Sheherazade, apresentadora do "SBT Brasil" e o canal de Silvio Santos.

Em entrevista para o site "Brasil 247", Jandira explicou que não quer deixar a declaração de Rachel, que teria defendido que um menor fosse amarrado à um poste e linchado, impune aos olhos da Justiça: "O que ela fez foi apologia ao crime. O SBT tem que responder por isso, não pode acobertar uma pessoa que, com toda a liberdade, manda matar. E que isso sirva de parâmetro para outras emissoras que tentam fazer isso".

Jandira deixou claro que o seu problema não é com a jornalista, e sim com o que ela falou no ar: "Obviamente meu problema não é com a Sheherazade, ela tem abertura para fazer o que faz, mas estamos questionando o SBT, que viola a Constituição e dá espaço para a apologia ao crime. A ação entra em embate com o SBT. Ou tira do ar a jornalista, ou recebe punição. Ou muda a conduta, o que acho difícil".

Uol

23 de março de 2014

Comunas foram provocar os manifestantes da marcha para a família na Central do Brasil em frente ao Comando do Leste e tiveram que enfiar as bandeiras vermelhas entre as pernas e saíram correndo. Detalhe: Só no grito de corre vagabundos! E correram.



Manifestantes da Marcha da Família entram em confronto com opositores à marcha em frente ao Comando Militar do Leste ao lado da Central do Brasil.


RIO DE JANEIRO : Manifestantes de ambos os lados do espectro político do Brasil entraram em confronto brevemente neste sábado no Rio, onde os esquerdistas chegou às vias de fato com um grupo que comemora 50 anos desde o golpe militar .

Mais de 2.000 pessoas , entretanto, demonstraram , em São Paulo , o envio de uma mensagem para a presidente Dilma Rousseff , que dizia: " Dilma , ouça , não estará lutando no ( Mundial) Cup ", e houve protestos menores em várias outras cidades brasileiras.

Elementos de direita no Rio tinha chamado para uma reencenação de um 1964 "Marcha das Famílias para Deus e Liberdade ", que veio poucos dias antes de um golpe militar , que durou até a restituição da democracia em 1985.

Grupos de esquerda organizado prontamente uma contra-manifestação e , apesar de uma forte presença policial , várias pessoas romperam as linhas policiais e entraram em confronto no centro da cidade .

O grupo de extrema-direita , totalizando cerca de 300 , estavam em dores não para louvar a ditadura.

Mas eles disseram Rousseff , que sofreu tortura no regime militar como um ativista de esquerda e é o favorito para ganhar a reeleição nas eleições de outubro de se conduzir o país à ruína.

"A democracia não existe no Brasil - não temos uma maioria, mas uma série de minorias , como índios e feministas , com Dilma no comando, " ativista Felipe Paulomo à AFP.

"Nosso governo é uma fraude. Queremos  ele fora", gritou um homem com as palavras " família, Deus e Liberdade " estampada em sua camisa.

Um manifestante erguida uma faixa com os dizeres : " O povo brasileiro é com as Forças Armadas . "

Entre os 100- forte grupo de esquerda , uma mulher que deu seu nome como Hannah levava um cartaz de papelão : "Nunca mais ditadura - fascistas para fora. "

Ela disse à AFP: " Aí vêm os torturadores de novo, lições não aprendidas com a morte de seus pais causado. "

Historiadores estimam cerca de 400 dissidentes foram mortos com menos de 21 anos de regime militar .

Em junho passado , o governo brasileiro foi surpreendido quando mais de um milhão de pessoas se manifestaram contra o custo da Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio, em um país arruinada pela corrupção e infra-estrutura deficiente .

Este ano, foi menor, mas , por vezes, violentos protestos e elementos radicais prometeram para abastecer mais agitação durante o torneio de futebol de junho-julho .

Vejam o Video abaixo:

21 de março de 2014

Marchas pró e contra intervenção militar serão realizadas no sábado em SP


Fabiana Maranhão
Do UOL, em São Paulo
Ao menos três marchas, duas pró e uma contra a intervenção militar no país, serão realizadas neste sábado na área central e na zona sul de São Paulo. As manifestações estão sendo organizadas pelas redes sociais.
Uma das marchas vai sair às 15h da praça da República e seguirá em direção à praça da Sé, no centro. Até às 13h30 desta sexta-feira (21), cerca de 2.000 pessoas tinham confirmado presença no evento.
A ideia dos organizadores é lembrar os 50 anos da Marcha da Família com Deus pela Liberdade, que reuniu em 19 de março de 1964, centenas de milhares de pessoas no centro da capital paulista.
A caminhada organizada por setores conservadores do país pedia a saída do então presidente João Goulart. Treze dias depois, o presidente foi deposto, e foi instituído um governo militar.
Uma segunda marcha pró-intervenção vai partir no mesmo horário do obelisco do Ibirapuera, na zona sul da cidade, e terá como destino o Comando Militar do Sudeste, no mesmo bairro.
Pouco mais de 400 pessoas confirmaram, por meio das redes sociais, presença no evento. A organização da marcha pretende entregar uma carta, pedindo a intervenção militar no governo federal.
Uma marcha que é contra esse movimento, batizada de Marcha Antifascista, está marcada também para às 15h, com concentração na praça da Sé e com destino ao prédio que abrigou o antigo Deops/SP (Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo), na Luz. No local, funciona atualmente o Memorial da Resistência.
Cerca de 5.600 pessoas confirmaram presença no evento por meio da página da marcha no Facebook. "Setores ulta-reacionários querem trazer de volta a marcha fascista que deu aval ao golpe de 1964 no Brasil, e nós da Ação Antifascista Brasil somos contra qualquer forma ou apoio ao fascismo", afirmam os organizadores.
A reportagem do UOL entrou em contato com a Polícia Militar para saber se haverá reforço no policiamento, mas não obteve resposta. Marchas semelhantes estão sendo organizadas para este sábado em várias capitais e cidades do país.

20 de março de 2014

MP Denuncia Malafaia por oração - ALERTA MEU, AO PASTOR Silas Malafaia



Minha carta ao pr. Silas:  Pastor Silas malafaia, sua ambição esta extrapolando a ética pastoral.

 O jogo do poder quase sempre é um laço para quem é homem de Deus. Veja o caso do pastor Caio Fabio. Leia o livro ou veja parte do seu depoimento no youtube, em que ele fala da aproximação com o PT e o LuLa em 1998. Ele orava pelo Lula, eram amigos, se reunia com ele intimamente até que, o PT e o Lula, armaram para ele no caso conhecido como Dossiê Caimam. E, conforme narrado no livro, foi o começo da sua ruina.
Igreja não é curral eleitoral. A igreja não precisa de ninguém para nos defender do avanço da perseguição, quanto mais um politico do PT que é obrigado a seguir a cartilha do Partido que ideologicamente é claramente contra a verdadeira Igreja de Cristo e a família. Veja o exemplo dado esta semana pela CNBB ( Confederação Nacional Dos Bispos Brasileiros da ICAR) que , em carta aberta pede a todos os cristãos, pedem para que não votem em nenhum candidato do PT pelo bem da FAMILIA brasileira. fez isso sem chamar ninguém que é candidato a cargo politico.
Pastor Silas, sua ambição esta extrapolando a ética pastoral e também a lei eleitoral que, o sr. deveria dar exemplo ( o que o sr. fez foi propaganda eleitoral para um candidato ao governo do RJ. fora do período legal.) E isso desrespeitando, também, o altar da igreja.
A bíblia, que o senhor é mestre, como Nicodemos era, diz para orarmos pelas autoridades constituídas, e não votarmos ou pedir votos para eles. Fica aqui o meu veemente protesto.

Rev. Ricardo Rodrigues






19 de março de 2014

Jandira diz que é comunista com muito orgulho, e que fez mesmo uma representação contra o SBT - Jandira Feghali ataca a Marcha das Famílias.



Jandira diz que é comunista com muito orgulho, que fez mesmo uma representação contra o SBT,
( porque a Rachel Sherazade , segundo ela, incitou o ódio). Que vai mandar identificar IP de computador e mandar processar quem faz comentários agressivos contra ela e as companheiras comunistas ( mas ficou quieta como mulher quando um comunista incitou que estuprassem a Rachel Sherazade). E por fim, vai enfrentar os que apoiam a marcha pela família ( que ela, de forma dissimulada, não menciona a palavra

família, mas chama de golpe contra a Presidenta)


 

Caso Sheherazade leva governo a estudar suspensão de verba para o SBT - Secretaria de Comunicação examina pedido motivado por comentário de apresentadora sobre ação de “justiceiros” no Rio.

Deputada diz que Secom, que repassou R$ 153 milhões à TV em 2012, concorda com o pedido

O governo federal estuda suspender a verba publicitária que repassa à terceira maior emissora de TV do país, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). O caso é examinado pela equipe do ministro Thomas Traumann, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, a pedido da líder do PCdoB na Câmara, Jandira Feghali (RJ). A deputada acusa a emissora de ter praticado apologia e incitação ao crime, à tortura e ao linchamento ao exibir comentários da apresentadora Rachel Sheherazade que, segundo a parlamentar, exaltavam a ação de chamados “justiceiros” no Rio de Janeiro contra um jovem de 16 anos, acusado de furto. “A Secom me deu um primeiro retorno dizendo que concorda com o conteúdo do nosso pedido e que estuda quais providências tomar”, disse Jandira Feghali ao Congresso em Foco. A assessoria da Secretaria de Comunicação da Presidência confirmou que a pasta estuda o assunto, mas afirmou que só o ministro Thomas Traumann poderia confirmar se concorda ou não com a suspensão da verba. A reportagem aguarda retorno da Secom desde ontem (18) à tarde. Em 2012, o SBT recebeu R$ 153,5 milhões em publicidade de verba publicitária do governo federal. Ficou atrás apenas da Globo (R$ 495 milhões) e da Record (R$ 174 milhões). O valor destinado à TV de Silvio Santos corresponde a 13,64% do bolo publicitário das emissoras. “Como o governo pode subsidiar um canal que tem uma editorialista que incita à violência e à justiça com as próprias mãos?”, questiona Jandira Feghali. Veja a íntegra do pedido da líder do PCdoB Na edição do telejornal SBT Brasil, do último dia 4 de fevereiro, Rachel disse que era “compreensível” a ação de um grupo de pessoas que acorrentou a um poste um adolescente acusado de furto no bairro do Flamengo, na Zona Sul do Rio. O jovem foi acorrentado, nu, pelo pescoço com uma trava de bicicleta. Ele teve parte da orelha cortada e só foi solto após a intervenção de uma moradora. Para Rachel, a ação dos “justiceiros” se justifica por causa do clima de insegurança nas ruas e da ausência de Estado. Ela também criticou a atuação de militantes dos direitos humanos. “Faça um favor ao Brasil. Leve um bandido para casa”, declarou. Dias depois de ser acorrentado e solto, o adolescente foi detido novamente, desta vez por tentar assaltar um turista na cidade. Até o mês passado, o menor acumulava três passagens pela polícia. Perda da concessão A líder do PCdoB na Câmara trabalha em duas frentes contra o SBT. Além do ofício enviado diretamente à Secom, no dia 20 de fevereiro, ela também apresentou um requerimento à Procuradoria-Geral da República (PGR) em que pede a abertura de inquérito contra a TV e Rachel Sheherazade e o corte da verba enquanto durarem as investigações. Como mostrou o Congresso em Foco, em caso de condenação, Jandira solicita que o SBT perca até o direito à concessão pública. Caberá ao procurador-geral, Rodrigo Janot, dar andamento ou não aos pedidos. A deputada diz que não há censura em sua iniciativa. Segundo ela, uma coisa é externar uma opinião, outra é defender um crime como “fazer justiça com as próprias”. “Não podemos ser coniventes com nenhum crime. O único poder capaz de julgar a proporcionalidade da punição é a Justiça, que dá direito de defesa. Temos de defender o estado democrático de direito.” Compreender, sem aceitar A reportagem procurou Rachel Sherazade e o SBT por meio da assessoria de imprensa da emissora. Mas, até o fechamento desta reportagem, ainda não havia recebido retorno da TV do empresário Sílvio Santos. Em artigo publicado em 11 de fevereiro, na Folha de S. Paulo, a apresentadora diz que apenas expressou sua opinião e que não defendeu os chamados “justiceiros”. “Em meu espaço de opinião no jornal SBT Brasil, afirmei compreender (e não aceitar, que fique bem claro!) a atitude desesperada dos justiceiros do Rio”, escreveu Rachel. Em nota divulgada à época, o SBT alegou que a opinião da apresentadora era de responsabilidade dela, e não da emissora. Jandira não concorda. Para ela, como concessão pública, a TV tem total responsabilidade em relação ao que leva ao ar. “A emissora vai ter de assumir. Não estamos provocando a Rachel Sheherazade, é o SBT que está em questão. Não é uma questão dela especificamente, mas dela vinculada ao canal. A gente espera que isso sirva de parâmetro para outras TVs”, disse a deputada. Em 2000, o SBT chegou a ficar com 20% do “bolo” publicitário do governo entre as emissoras de TV. Naquele ano, ainda na gestão Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a emissora recebeu R$ 135 milhões para divulgar ações do governo federal. Na época, era vice-líder de audiência, posto que perdeu, de lá para cá, para a Record, de Edir Macedo. Outras representações Este não é o único caso envolvendo a apresentadora e a emissora que Rodrigo Janot terá de analisar. Ainda em fevereiro, o Psol acionou a PGR contra Rachel e o SBT por apologia ao crime, à tortura e ao linchamento. No encontro com os parlamentares, Janot se comprometeu a designar um procurador para investigar o caso. “A violência é feita em palavras pela Rachel Sheherazade tentando justificar uma violência absurda. E ela diz isto num meio de comunicação que é uma concessão”, afirmou o líder do Psol na Câmara, Ivan Valente (SP). “A liberdade de imprensa, que é importante e necessária, não poder ser refúgio de declarações irresponsáveis”, acrescentou o deputado. Ainda em fevereiro, a presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, senadora Ana Rita (PT-ES), pediu à Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo que abra procedimento para apurar o conteúdo do comentário de Rachel. Para a senadora, a apresentadora violou os direitos humanos e fez incitação à violência. Com o ofício, foi encaminhada uma nota de repúdio publicada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro sobre as violações de direitos cometidas pela jornalista. A assessoria da Secretaria de Comunicação da Presidência disse que o ministro Thomas Traumann estava em reuniões na Presidência da República e não poderia poderia confirmar, como disse Jandira Feghali, se ele concorda com a suspensão da verba do SBT.

Uol Noticias

16 de março de 2014

Cantor e Pastor Kleber Lucas, recebe o espírito do "SUPER HOMEM"



Cantor e Pastor Kleber Lucas, recebe o espírito do "SUPER HOMEM". Depois de cantar na Novela, numa cena de "Santa Ceia", depois de fazer voto e raspar a cabeça, depois se casar com a mulher do "Jogador Romário" depois de abrir sua própria Igreja na sua casa. Agora ele inventa mais uma " Virou o super Homem gospel" e voou literalmente em cima da multidão que participava de seu show e que foi ao delírio!!. O fato foi divulgado pelo próprio cantor que estava na Igreja Batista da Lagoinha Niterói. * Tomara que ele não invente de se jogar do avião ou do apartamento*.

Vi no Crente Santão

Anatomia da Divisão : Os ex-obreiros da Igreja Deus é Amor, as divisões e a fundação de novas igrejas (Parte 1)

Fachada da Sede Mundial da IPDA em São Paulo
De acordo com os resultados do Censo 2010 divulgados pelo IBGE, a Igreja Pentecostal Deus é Amor, fundada pelo autodenominado missionário David Martins Miranda, chegou ao seu Jubileu de ouro apresentando uma significativa retração no número de fieis. Se comparada a outras denominações que fizeram do discurso milagreiro seu carro-chefe, a IPDA foi a única a apresentar diminuição no número de congregados, diferente de outras denominações como a Igreja Universal do Reino de Deus, a Igreja Internacional da Graça de Deus, a Igreja Renascer em Cristo e a mais recente denominação milagreira – a Igreja Mundial do Poder de Deus, que ao contrário, aumentaram seu número de filiais, de congregados e de efetiva exposição nos meios de comunicação de massa.
Conhecida pela valorização exacerbada dos usos e costumes como doutrina primaz, e de sua ênfase em milagres (que lhe rendeu fama e crescimento vertiginoso nos anos 80 e 90 devido às concorridas concentrações de milagres realizadas no Brasil e no exterior), e do investimento maciço em programas de rádio, a IPDA coleciona uma série de razões que a levaram e a cada dia a está levando a perder de forma significativa sua membresia para outras denominações e movimentos. Dentre eles, destaca-se principalmente a rigidez estabelecida em relação aos usos e costumes e um consequente fechamento em relação a práticas  exercidas por outras denominações (como o uso da televisão), os constantes escândalos protagonizados pelo próprio Miranda, seus familiares e outros líderes do ministério pelo país afora, e a consequente saída de obreiros do ministério, que por sua vez iniciam uma nova igreja levando após si uma parcela considerável de membros e frequentadores da IPDA. 
O presente artigo tem por finalidade apresentar especificamente a razão da saída de diversos obreiros da denominação, como também compreender um fator bastante significativo e presente em quase todos os casos de desligamento desses obreiros do ministério: a fundação de novas igrejas. Observando atentamente os principais casos de desligamento de obreiros da IPDA, constataremos que a maioria deles deixaram o ministério de Miranda para fundarem uma nova igreja, que em linhas gerais possuem um tipo de trabalho semelhante ao da IPDA. A finalidade desse artigo, que também será fundamentado em resultados obtidos por meio de pesquisa entre obreiros que deixaram a denominação para iniciar um novo trabalho, será também apontar o contra ataque que a IPDA passou a executar após perceber a gravidade das divisões provocadas por esses obreiros.
AS DIVISÕES 
Não é de hoje que a Igreja Pentecostal Deus é Amor vem perdendo um número expressivo de fieis devido aos constantes desligamentos de obreiros que saem para iniciar um novo trabalho: desde os anos 90, lideres de boa expressividade dentro da denominação passaram a discordar das atitudes e imposições da diretoria da igreja provocando uma verdadeira guerra, culminando na saída deles juntamente com um número significativo de pessoas. 
Ademar Lacerda
Em 1991, após conflitos não muito bem esclarecidos, o então presbítero Ademar Alves de Lacerda *, que havia atuado e pastoreado diversas sedes e congregações da IPDA em vários estados do Brasil, iniciou seu trabalho em Curitiba, fundando a Igreja Pentecostal de Jesus Cristo (IPJC). A princípio, Lacerda afirma que foi procurado por um grupo de irmãos que o conhecia a fim de iniciar um novo trabalho, decisão que foi corroborada, segundo ele, por diversas “revelações divinas” que o apontavam como “escolhido” para iniciar uma nova igreja, e que foram “confirmadas” por outras pessoas entre o grupo de irmãos que o havia procurado. Sem hesitar, em 30 de junho de 1991, Lacerda iniciava o que seria a primeira igreja a fazer de fato frente à IPDA em Curitiba, e consequentemente em diversas outras localidades. Assim como grande parte dos ex-obreiros da IPDA que iniciaram um novo trabalho, Lacerda nega ter “dividido” a obra, no entanto seus discursos de oposição a praticas da IPDA em programas de rádio e o comportamento de alguns de seus obreiros pelo resto do país ao buscarem novos membros entre filiados da IPDA utilizando-se da expressividade de Lacerda no ministério,  tornaram a sua denominação alvo de ataques sistemáticos por parte de lideranças da IPDA, que os taxou de forma ostensiva de divisores.
Alexandre da Rosa
Em 1995, após também receber “uma revelação divina”, o então presbítero Alexandre da Rosa **, obreiro de grande expressividade na IPDA, iniciou um novo trabalho que receberia o nome de Igreja Visão Missionária. De acordo com Rosa, após liderar diversas congregações e sedes da IPDA em todo o país e ter passado por diversos países, ele recebeu por duas vezes uma mesma “revelação”, cuja interpretação dava conta de que ele deveria iniciar um novo trabalho. Embora bastante preocupado com as repercussões que sua atitude resultaria, iniciou em Curitiba sua nova igreja. Como os demais, Rosa também discorda que seja um divisor. Segundo ele, seu trabalho não foi iniciado por rebelião, briga ou interesses escusos, porém sua denominação foi uma das que mais causaram conflitos com a IPDA em diversas cidades onde foram abertas por trabalharem sistematicamente em prosélito com membros ligados a IPDA.
Como se pode observar, uma das características comuns aos ex-obreiros da IPDA que saem para iniciar um novo ministério é a constante justificação de suas ações com base em supostas “revelações divinas” que dentre outros detalhes os apontam como “escolhidos” e  “iluminados” para iniciarem a “obra de Deus”. No caso de Alexandre da Rosa, a “revelação divina” vai além de simplesmente ordenar a abertura de um novo trabalho: de acordo com ele, Deus o ordenou a iniciar seu trabalho especificamente em um local singular – a cidade onde, quando então na IPDA, ele teria “passado suas maiores lutas e injustiças” no ministério.
No entanto, apenas após o ano 2000 é que as divisões passaram a acontecer com maior frequência, agravando ainda mais a situação de retração, que segundo o Censo do IBGE culminou com  resultados  extremamente negativos em 2010, o que resultou em uma ofensiva muito mais ampla, e que foi perpetrada pela IPDA em todo o país, e que a cada dia vai se tornando ainda mais efetiva.
O CONTRA ATAQUE DE DAVID MIRANDA
O livreto "Cuidado com o lobo"

No inicio dos anos 2000, após uma larga experiência no exterior, David Miranda convida o então presbítero Antonio Ribeiro a ocupar a vice-presidência da IPDA, substituindo o então presbítero e genro de  Miranda Sergio Sora, que deixa São Paulo de forma definitiva para liderar a IPDA no Rio de Janeiro. Antonio Ribeiro em uma de suas principais propostas na vice-presidência da igreja, passou a assessorar Miranda no sentido de combater com maior intensidade os divisores e passou a empreender uma campanha efetiva de oposição a ex-obreiros da IPDA pelo rádio e também em visitas as principais capitais e cidades do país por onde os divisores haviam feito estrago. Nessa ocasião, um livreto de 20 páginas intitulado “A Igreja Pentecostal Deus é Amor e o Missionário David Miranda advertem: Cuidado com o Lobo” foi publicado e distribuído aos membros da igreja. 
Nesse livreto ***, exemplos bíblicos de divisão são tratados de forma tendenciosa e “sintomas perigosos”
de obreiros com tendências para a divisão são apresentados com a reiteração de que pessoas nessas condições deveriam ser combatidas como divisores da obra de Deus e isolados. Há a informação de que, durante esse período, Ribeiro teria sido escalado por Miranda para verificar uma suposta divisão em um dos países da América do Sul a fim de tentar reaver os membros perdidos e de conscientizar os que ficaram a não seguirem após os divisores, e ao chegar foi recebido com agressões de todos os tipos, inclusive física, por obreiros “rebelados”. Hoje, Ribeiro não faz mais parte da Igreja Pentecostal Deus é Amor – após intensos trabalhos dedicados a defesa de Miranda e do ministério, resolveu abandonar a denominação. Não há informações de que ele tenha iniciado ou pretenda iniciar uma nova igreja.
Recentemente, David Miranda tornou-se assunto extremamente comentado e debatido nas redes sociais por ter declarado em uma de suas pregações no inicio do ano que aqueles que haviam deixado a IPDA deveriam se “preparar para morrer”, pois seus dias “estariam contados” ****. Dias após a polêmica, sua nora Eliana Miranda, que é casada com seu filho Daniel Miranda, resolveu publicar nas redes sociais uma nota de apoio a Miranda por suas declarações. Segundo ela, o trecho gravado e armazenado no Youtube e que havia ganhado repercussão em blogs, sites e redes sociais havia sido gravado fora do contexto da totalidade da mensagem, que de acordo com ela não se referia a crentes que deixam a IPDA para congregar em denominações já estruturadas, mas para seguir os divisores que atualmente estão saindo e iniciando novos trabalhos. Embora sua defesa incoerente tivesse por objetivo “suavizar” o estrago causado por Miranda, Eliana foi categórica e mostrou a que veio ao defender que “... não [se] surpreenderia se dentro das igrejas ou em suas próprias casas, começar a se cumprir esta profecia [de que os que saíram da IPDA morreriam]. Porque o nosso Deus, é Deus que faz, as mesmas coisas que fez no passado e Ele continua justo como sempre foi e se aborrecendo com o pecado. E não se esqueçam que este Espírito Santo que revelou agora é o mesmo que tem revelado e cumprido desde o principio desta obra.”*****
CARACTERÍSTICAS DAS IGREJAS FUNDADAS POR EX-OBREIROS DA IPDA

Mas, você deve estar se perguntando: como são as novas igrejas fundadas pelos ex-obreiros da IPDA?  Seriam elas uma alternativa a ausência do ensino bíblico sistemático que tanto assolou e assola trazendo confusão, modismos, heresias e aberrações dentro da IPDA? Seria um trabalho completamente isento de legalismos impostos pela extrema valorização dos usos e costumes? Estariam esses trabalhos fazendo de fato a diferença entre tantos movimentos e denominações que se formam a cada dia?
Esse é um tema para minha próxima postagem. Não perca!

....................

FONTES:

Pesquisas em andamento: Estou realizando uma série de contatos com ex-obreiros da IPDA que iniciaram um novo trabalho. Nos próximos posts estarei abordando as reais motivações da saida deles da denominação e a caracterização de suas denominações, cultos e crenças, bem como a execução de suas liturguas.

* As informações sobre a fundação da Igreja Pentecostal de Jesus Cristo podem ser acessadas no site oficial da denominação no endereço www.ipjc.com.br
** As informações sobre a fundação da Igreja Visão Missionária podem ser acessadas no site oficial da denominação no endereço www.visaomissionaria.com.br
*** O livreto "A Igreja Pentecostal Deus é Amor e o Missionário David Miranda advertem: cuidado com o lobo" é uma publicação independente da IPDA, sem selo editorial. Pode ser adquirido nas livrarias que ficam nos templos das IPDAs e está disponível para download na internet no endereço http://pt.scribd.com/doc/204369325/Cuidado-Com-o-Lobo
**** As declarações de David Miranda quanto a morte dos que sairam da IPDA podem ser acessados no endereço www.youtube.com/watch?v=VQHV4EunuhY
***** As declarações de Eliana Miranda em defesa de David Miranda foi publicada em sua página pessoal no facebook no dia 29 de janeiro de 2014. Por motivos de segurança, caso a publicação seja excluida mantenho em meus arquivos pessoais print screen da publicação para fins de comprovação. Você pode acessar a página oficial de Eliana Miranda  no endereço www.facebook.com/eveliana.miranda?fref=ts

Sidnei Moura
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...