Subscribe:

5 de fevereiro de 2015

Rio se prepara para temporal nesta quinta-feira

'Pedimos que as pessoas em áreas de risco acreditem nos alertas emitidos pelas sirenes', disse o prefeito Eduardo Paes

MARCELLO VICTOR
Rio - A Prefeitura do Rio entrou em Estágio de Atenção, no início da manhã desta quinta-feira, devido a previsão do Alerta Rio para a possibilidade de temporais na cidade a partir da tarde. Um esquema de mobilização com os principais órgãos municipais foi montado para enfrentar a forte chuva e tentar minimizar os impactos.

Prefeito Eduardo Paes faz alerta para temporal a partir da tarde desta quinta-feira
Foto:  Osvaldo Praddo / Agência O Dia

Segundo o sistema Alerta Rio, a previsão é de pancadas de chuva moderada a forte, ocasionalmente muito forte, até sexta-feira. A causa, segundo o meteorologista do órgão Pedro Jordano, é a passagem de um ciclone no litoral do Estado do Rio, formando um sistema de baixa pressão sobre o oceano, intensificando a instabilidade sobre a cidade.
Em coletiva no Centro de Operações Rio,o prefeito Eduardo Paes disse que os principais objetivos da mobilização é salvar vidas, alertando a população sobre os riscos e municiar os órgãos imprensa sobre a situação do fenômeno para ajudar a informar a população. Ele fez três apelos considerados primordiais para quem está na cidade.
"Pedimos que as pessoas em áreas de risco, acreditem, na profundeza de suas almas, nos alertas emitidos pelas sirenes. Quem estiver nesses locais que saia para buscar abrigo nas bases de apoio determinadas pela Defesa Civil", apelou Paes. O prefeito também pediu maior atenção da população na volta para casa e nos deslocamentos na cidade, buscando informações sobre as condições climáticas no meios de comunicação, além de não insistir em transitar por áreas alagadas, buscando abrigo em locais seguros.
Os meteorologistas indicam que as condições da chuva prevista a partir da tarde desta quinta-feira podem ser comparadas aos eventos de abril de 2011,quando choveu um volume 79% maior do que o esperado para aquele mês, e dezembro do 2013, quando o volume ficou em 73% maior do que o esperado. Para esta quinta-feira também estão previstas rajadas de vento e e descargas elétricas.
Ainda de acordo com Eduardo Paes, o esquema de mobilização foi articulado na noite de quarta-feira, com base em análise do Alerta Rio. O prefeito informou que 3.200 agentes de órgãos da Prefeitura do Rio, como Comlurb, Defesa Civil, Secretaria de Conservação, COR, entre outros, estão de prontidão para prevenir e atuar nos impactos que o temporal pode causar na cidade.
De acordo com o subsecretário de Defesa Civil do Rio, Márcio Motta, mensagens de texto por celular seriam disparadas nesta manhã aos 3.250 agentes comunitários nas 103 áreas de risco com o Sistema de Alarme e Alerta, regiões de alto risco mapeadas pela Prefeitura.
Segundo a Prefeitura, o sistema de modais (metrô, trens, ônibus e barcas) foram alertados sobre a possibilidade de temporais atingirem a cidade). Vias de grande circulação, como as Avenidas Presidente Vargas, Armando Lombardi, Brasil e binário; linhas Vermelha e Amarela, estradas de Furnas e do Joá, e a Autoestrada Lagoa-Barra, receberão atenção especial.
"A coletiva foi convocada sem mensagem de pânico. São condições meteorológicas as quais estamos acostumados. Queremos pedir mais atenção no dia de hoje à população. É uma mensagem para reduzir os impactos sobre a cidade", concluiu Eduardo Paes.

O dia

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...