Pular para o conteúdo principal

Não é só por Dilma, é pelo PT! Ou: Perdeu, PiTboy. Ou ainda: Eles estão apenas no começo da guerra suja





Milhares se concentram em Copacabana, no Rio. Mensagem clara (Foto: Ricardo Borges/FolhaPress) Perdeu,. PiTboy! Quantos já foram ou ainda estão nas ruas? Não dá para saber. Vamos tentar fazer um balanço depois. Agora, estou indo protestar um pouco. O governo fez de tudo para impedir o povo de sair às ruas: chamou a manifestação de golpista, de reaça, de coxinha… Houve ameaças nas redes sociais. Tentaram intimidar os manifestantes com “o protesto a favor” do dia 13… Tudo inútil. Petistas famosos, ainda que sem carteirinha, vestindo a falsa camiseta da isenção, foram convocados para atacar os manifestantes, para desqualificá-los. Gente incapaz de ler um texto legal está opinando sobre a viabilidade do impeachment. A batalha está apenas no começo. Os “PiTboys” da subimprensa de aluguel, dos blogs sujos, estão mais assanhados que “chinoca em dia de baile”, como se diz lá no Sul. Tentam requentar denúncias furadas contra jornalistas, fazer terrorismo contra a grande imprensa, que chamam de “mídia”, convocar todo mundo para a guerra na lama. Não vão conseguir. É medo de perder a boquinha. Os manifestantes que estão nas ruas estão sem máscara. Os manifestantes que estão nas ruas não querem bater em ninguém. Os manifestantes que estão nas ruas querem democracia. Os manifestantes que estão nas ruas não vão quebrar nada. Os manifestantes que estão nas ruas respeitam as propriedades públicas e privadas. Os manifestantes que estão nas ruas trabalham. Os manifestantes que estão nas ruas estudam. Os manifestantes que estão nas ruas trabalham e estudam. Os manifestantes que estão nas ruas não são de um partido. Os manifestantes que estão nas ruas têm o direito de ter um partido. Os manifestantes que estão nas ruas, mesmo que membros de um partido, não pertencem a um rebanho. Os manifestantes que estão nas ruas são pessoas livres. Os manifestantes que estão nas ruas não têm medo. Os manifestantes que estão nas ruas cansaram de um país decentes submetido à sanha de ladrões. Por muito menos, Dilma abriu as portas do Palácio para movimentos da esquerda ultrarradical. Embora sabidamente violentos, Gilberto Carvalho chamou os black blocs para conversar. O que bem pela frente? A história. A ser escrita com firmeza, com serenidade, com clareza, com civilidade. Com o triunfo da lei. Com o triunfo da Constituição. O país não pode se deixar nem intimidar nem provocar por reacionários. O que é um reacionário? Alguém que quer fazer o país andar pra trás. E ele vai avançar. Alguém que quer fazer o país refém de um partido. E ele não será refém de ninguém. Alguém que quer promover a guerra de todos contra todos para continuar pendurado nas tetas oficiais. Não é só pela senhora, presidente! É pelo PT! Perdeu, PiTboy! Por Reinaldo Azevedo O povo grita: Eu e vim de graça






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Briga entre advogados de Lula se torna explícita e agora envolve familiares

12911
A humilhação a que o abobalhado Cristiano Zanin submeteu o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence, extrapolou os limites do bom senso e da discrição e já envolve parentes dos envolvidos. A indignação do filho de Sepúlveda, Evandro Pertence, segundo conta o jornal Estadão, foi estampada no seguinte torpedo disparado contra Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, num grupo de WhatsApp: “Não precisamos de vocês para ter qualquer tipo de protagonismo! Meu pai é e sempre será maior que vocês”. Lamentável que, certamente por dinheiro – não há outra explicação - Sepúlveda se nivele por tão baixo.
Perdemos um grande jurista para o PT. É mais um estrago provocado por esta infame organização criminosa. É também a demonstração da notória inteligência da seguinte expressão popular: "Quem com porcos anda, farelo come."
Informação do Jornal da Cidade 

Filho de Lula mergulha na depressão: "Meu mundo caiu"

O jovem Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, está vivendo em estado de profunda depressão. A informação extremamente abalizada e fidedigna é da respeitabilíssima coluna Radar, da Revista Veja. O quadro depressivo teria se agravado após a prisão do ex-presidente. Luleco, como é conhecido o rapaz, é réu na Operação Zelotes, juntamente com o pai. Os seus advogados já conseguiram adiar o seu interrogatório por quatro vezes. Fortes rumores indicam que Lula, de dentro da cadeia, tenta conseguir através do deputado petista e atual presidente do Corinthians, Andrés Sanches, um time na Europa para o garoto trabalhar. Há quem diga que o seu estado tem se agravado bastante em função do temor de ser preso. Lula quer afastá-lo do Brasil.

Jornal da Cidade