Pular para o conteúdo principal

Grupo de pastoras lançam campanha para se referir a Deus como “Ela” em orações e pregações

Grupo de pastoras lançam campanha para se referir a Deus como “Ela” em orações e pregações
O feminismo, enfim, chegou à liturgia das igrejas. Um grupo de mulheres cristãs quer que os fiéis passem a se referir a Deus como “Ela”, para que a impressão de que o Criador não seja associado a um homem.
Chamado de “Watch”, mas conhecido pela alcunha “Mulheres e a Igreja”, o grupo argumenta que usar apenas o “Ele durante os cultos e orações leva as pessoas a acreditarem que Deus se parece com um homem. Para elas, isso configura um caso de sexismo.
A pastora anglicana Emma Percy, uma das líderes do movimento feminista cristão, disse ao tabloide Sunday Times que sua ideia é fazer com que as pessoas deixem de associar Deus a uma figura masculina.
“Quando usamos apenas o masculino para Deus reforçamos a ideia de que Deus é como um homem. Assim, sugerimos que Deus é mais semelhante aos homens do que às mulheres”, afirmou Percy, que é a capelã da Trinity College, uma universidade localizada em Oxford, Inglaterra.
Percy conta com o apoio de outra pastora, Kate Bottley, que afirma que já está retirando todas as referências a “Ele” e “d’Ele” durante a pregações, sempre que possível
No entanto, a tese do movimento “Mulheres e a Igreja” ignora as diversas passagens bíblicas que se referem a Deus como “Ele”, e as referências à trindade, que designam o “Pai”, o “Filho” (Jesus Cristo), e o “Espírito Santo”.
A iniciativa antissexista do grupo, embora aparentemente simpática, deverá atrair a fúria de teólogos e cristãos conservadores, preocupados com o nível de influência da cultura secular nas tradições e princípios cristãos.



Obs da Rô: pelo que sei Jesus disse : eu e o pai somos um, e não eu e a mãe somos um. Jesus disse quem vê a mim vê o pai. 
Sempre soube que o feminismo estava adentrando as igrejas com o título de pastora, aí esta. 


Comentários

Devo lembrar que foram homens que escreveram a Bíblia, aliás, homens que faziam parte de um povo que dava muito pouco valor a mulher. Aliás, se Jesus tivesse escolhido de se encarnar mulher que chances ele teria com o povo judeu da época? Um messias de saias? Com certeza ele(a) teria sido crucificado(a) bem antes do tempo previsto por Deus.

A Bíblia é um livro religioso totalmente patriarcal, então é "PAI" para todo o lado e que se dane a alma feminina.

Aliás, no antigo testamento tem pai oferecendo as filhas para proteger a vida de anjos, estes lógico, desceram a terra em forma de "HOMENS", afinal, onde já se viu um anjo que se preze tomar a forma de um "ser tão inferior", não é gente? Nossa quanta hipocrisia.

As Igrejas cristãs estão cheias dos mais puros machistas, e eu compreendo porque, eles são criados e depois bem mais tarde, se casam com mulheres cristãs que foram adestradas a terem uma alma que carrega em si, o mais puro teor do machismo patriarcal religioso.

Tem algo mais porco-chauvinista que alguns escritos bíblicos sobre a mulher? Tem, alguns escritos do alcorão, o que dá no mesmo, ambos são livros que procedem da árvore religiosa abraâmica. Não é a toa que no passado os judeus e hoje alguns muçulmanos apedrejam mulheres. Porque será mesmo? Ah, já sei, porque Deus não é mulher.

OBS deste filho da Grande Deusa-Mãe: Se tu não chegar a publicar este comentário eu vou entender. Acho que meti o dedo muito fundo na ferida.
Um movimento muito parecido está ocorrendo na Igreja da Inglaterra, onde a liturgia está sendo gradualmente mudada para se referir a Deus também como "Ela". Mulheres estão ascendendo dentro da hierarquia da Igreja da Inglaterra. O interessante nisto tudo é que tanto no mundo evangélico quanto no mundo católico-cristão-britânico, este mesmo fenômeno de movimento para se ver o lado feminino da divindade está sendo fomentado. Eis a matéria sobre isto:

http://rosaleonor.blogspot.com.br/2015/06/as-bispas.html

OBS: Quando falo de Igreja da Inglaterra, não falo da Igreja Católica Apostólica Romana, e sim da Igreja britânica que se separou da Igreja católica há séculos atrás por uma discordância entre o rei britânico e o Papa católico romano da época. A blogueira que escreveu a matéria erra ao citar a Igreja de Roma que jamais aceitará mulheres em seu clero.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade