Subscribe:

22 de junho de 2015

Silas Malafaia concede entrevista a Joice Hasselmann da revista Veja e fala sobre a corrupção e incompetência do governo do PT nesses treze anos

.



O pastor Silas Malafaia concedeu uma entrevista à revista Veja e falou sobre tudo que estava engasgado, falou sobre tudo que se passa com a  sociedade. Tais como: o escândalo do petrolão, seus arrependimentos políticos, o projeto do Bolsa Família e religião.

Malafaia, criticou a postura de Dilma de dizer que não sabia de nada,  Malafaia ficou bem a vontade pela apresentadora e abriu sua metralhadora giratória e disse tudo que pensa deste governo. Disse ele:

“Como é que esses caras fazem uma coisa dessas e querem dar atestado de idiota ao povo dizendo que não sabiam de nada? Como? Lula é um mandão do PT, como é que ele não sabe de nada? Como é que Zé Dirceu sabe, e ele não sabe? Isso é conversa pra boi dormir. Eu não sou boi”, disparou o pastor, fazendo referência ao mensalão, quando o ex-ministro foi condenado por corrupção.

“Quer dizer que Dilma era presidente do conselho da Petrobrás, roubaram R$ 1 bilhão em Pasadena (refinaria adquirida pela empresa nos Estados Unidos a um custo muito acima do preço de mercado) e ela também não sabe? E ainda teve a coragem de dizer que recebeu um relatório errado”, disse o pastor, indignado.

Questionado pela apresentadora Joice Hasselmann sobre quem seria Luís Inácio Lula da Silva, Malafaia o definiu como alguém.“Pouca gente sabe, mas em 2002, na primeira eleição dele, eu fui o evangélico que apareceu no programa eleitoral dando um voto de confiança a ele. Participei daquele “conselhão” fui o representante evangélico. Ele é um cara muito inteligente, na minha visão. Ele conseguiu envolver as pessoas, inclusive eu acreditava que ele ia dar o melhor para o Brasil. Um operário, que veio de baixo, sei lá… Quando eu vi o que estava acontecendo, pedi minha exoneração do conselho. Hoje, quando eu olho, ele é o maior farsante do Brasil”, disse.

O PT ainda hoje está vasculhando a vida do pastor Silas Malafaia com a finalidade de desmoralizá-lo na opinião pública, configurando uma perseguição por mais de anos pela receita federal, confirmando o que todos já sabem, o PT adora jogar lama nos seus "adversários". E quando falou da marcha para Jesus, onde ele protestou junto a Eduardo Cunha sobre o petrolão, agiu como verdadeiro advogado de defesa do deputado.

No final da entrevista falou do atraso sofrido pela nação, por conta da irresponsabilidade da dupla Lula/Dilma, chamando o próprio ex. presidente de dissimulado por conta do joguinho que tem acontecido entre o PT e o Planalto central, onde ambos se criticam e não se largam, os classificando como a pior coisa que aconteceu no mundo em todos os tempos.


Na continuação da entrevista, Joice Hasselmann mudou de assunto e o indagou sobre outros temas, como: o ativismo gay e sua causa; as propagandas que promovem gays, no caso específico da Boticário; o beijo lésbico na tv globo, além do aborto e liberação das drogas entre outros temas.

Mas foi provocado pela entrevistadora sobre a sua relação com a rede Globo e defendeu a sua posição se amparando em seus princípios, dizendo inclusive que falou isso para os próprios dirigentes da casa. Depois o assunto ficou por conta da redução da maioridade penal e mais uma vez sobrou para o partido do governo, por ser um governo incoerente em relação a tudo, inclusive em relação a essas "crianças". No final fez uma referencia a tal "pátria educadora" e respondeu algumas perguntas dos internautas e se autodefiniu.

VEJA A ENTREVISTA AQUI

   

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...