Subscribe:

3 de julho de 2015

Acusado por roubo chora quando percebe que a juíza foi sua colega de classe


Aquela velha história de que o mundo dá voltas provou não ser somente um ditado popular nesta semana. O emocionante encontro ocorrido nesta última terça-feira (30) entre um réu e uma juíza foi registrado em vídeo.
Décadas depois de terminarem os anos escolares, em Miami Beach – Flórida, dois colegas de classe se viram em lados bem diferentes na lei. No julgamento de um homem suspeito de roubar um carro nos Estados Unidos, a juíza Mindy Glazer reconheceu o réu, Arthur Booth.

Quando a juíza perguntou ao réu se ele frequentou a escola em Miami Beach, o suspeito fez uma pausa e depois se emocionou ao reconhecer Mindy Glazer. Ele não pode conter as lágrimas.

amigos-infancia

“Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor”, disse Glazer, enquanto Booth continuava a chorar. “Ele era o garoto mais legal da escola, foi o melhor menino do ensino fundamental”, afirmou. “Eu costumava jogar futebol [americano] com ele, e olha o que aconteceu.”

amigos-infancia-lei1

Emocionada ao ver o colega naquela situação, ela o aconselhou: “Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte. Triste é que na idade em que chegamos… espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa.” Veja o vídeo na íntegra a seguir (em inglês):






R7

1 comentários:

Tom Alvim disse...

Aqui se vê que a tese que de pessoas negras tem menos oportunidades do que as brancas é pura enganação. Neste vídeo se vê que os dois tiveram as mesmas oportunidades da vida, contudo fizeram escolhas diferentes. Isso eu sei, porquê vi acontecer nos bairros em que cresci lá no Rio de Janeiro, aonde pessoas de diversas "matizes" com as mesmas dificuldades e oportunidades seguem caminhos diferentes na vida. Espero que esse senhor possa refletir sobre sua vida e mudar de direção.
Abraços Rô!
Tom Alvim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...