Pular para o conteúdo principal

Repatriação de recursos desviados

 Rô Moreira


Existe um projeto de lei de autoria do senador Randofle Rodrigues (PSOL-AP) de repatriação do dinheiro mandado para fora do país sem pagamento do imposto devido. 

Porém, essa regularização tem um preço: 35% dos recursos - 17,5% para multas e 17,5% para impostos, com fins de financiar o Fundo de Desenvolvimento e Infraestrutura e o Fundo de Auxílio à Convergência do ICMS.
Caso esta lei passe no Senado Federal, o que hoje é ilícito amanhã poderá ser dentro da lei e o Banco Central e a receita Federal, não punirão os responsáveis por esses repasses ao exterior.

 Acho muito difícil dar certo, pois a tentativa do governo de trazer os dólares de fora sem qualquer investigação é muito perigosa. E como não questionar a origem do dinheiro? Pode ser dinheiro de venda de drogas e de corrupção, além do mais, essa autorização jogaria um balde de água fria nas investigações da Lava Jato. Todo dinheiro da Petrobras que se encontra em contas espalhadas pelo mundo afora, no nome de laranjas, voltariam para o Brasil, o governo reveria 35% desse montante e os miliantes embolsariam nada mais do que 65% do dinheiro desviado e o trabalho do juiz Sergio Moro com a Lava Jato, seria desperdiçado e o povo brasileiro mais uma vez ficaria com o nariz de palhaço.


Esse partido do governo e os partidos aliados prestam um grande desserviço para nação, com desculpa de uma melhor governabilidade. Em busca de recursos a qualquer custo passam por cima de tudo, afrontando inclusive a inteligência do povo brasileiro. Eles pensam que todos nós somos dependentes do programa bolsa família, o que na verdade é o sonho deles.


Confira no site:  http://www.senado.gov.br/atividade/materia/getPDF.asp?t=166174&tp=1

















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Briga entre advogados de Lula se torna explícita e agora envolve familiares

12911
A humilhação a que o abobalhado Cristiano Zanin submeteu o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence, extrapolou os limites do bom senso e da discrição e já envolve parentes dos envolvidos. A indignação do filho de Sepúlveda, Evandro Pertence, segundo conta o jornal Estadão, foi estampada no seguinte torpedo disparado contra Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, num grupo de WhatsApp: “Não precisamos de vocês para ter qualquer tipo de protagonismo! Meu pai é e sempre será maior que vocês”. Lamentável que, certamente por dinheiro – não há outra explicação - Sepúlveda se nivele por tão baixo.
Perdemos um grande jurista para o PT. É mais um estrago provocado por esta infame organização criminosa. É também a demonstração da notória inteligência da seguinte expressão popular: "Quem com porcos anda, farelo come."
Informação do Jornal da Cidade 

Filho de Lula mergulha na depressão: "Meu mundo caiu"

O jovem Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, está vivendo em estado de profunda depressão. A informação extremamente abalizada e fidedigna é da respeitabilíssima coluna Radar, da Revista Veja. O quadro depressivo teria se agravado após a prisão do ex-presidente. Luleco, como é conhecido o rapaz, é réu na Operação Zelotes, juntamente com o pai. Os seus advogados já conseguiram adiar o seu interrogatório por quatro vezes. Fortes rumores indicam que Lula, de dentro da cadeia, tenta conseguir através do deputado petista e atual presidente do Corinthians, Andrés Sanches, um time na Europa para o garoto trabalhar. Há quem diga que o seu estado tem se agravado bastante em função do temor de ser preso. Lula quer afastá-lo do Brasil.

Jornal da Cidade