Subscribe:

9 de dezembro de 2015

Temer já desenha equipe de seu futuro governo.

O Vice-presidente Temer já desenha a equipe de seu eventual futuro governo, caso venha a substituir a presidente Dilma Rousseff. O homem forte da economia, de acordo com os planos dele, será Henrique Meirelles. Os dois mantêm canal aberto. Segundo interlocutores do vice- presidente, Meirelles, que aceitaria a " missão" até mesmo se fosse convidado por Dilma, como chegou a ser articulado, estaria pronto a assumir o comando do Ministério da Fazenda de eventual governo Temer. Nelson Jobim, do PMDB e também próximo de temer, voltaria ao comando do Ministério da justiça. Ao Senador José Serra( PSDB-SP) seria destinada pasta forte, mas sem qualquer interferência na área econômica. O tucano , que ja disse que fará "o possível para ajudar" Temer, é rejeitado pelo Mercado financeiro. Temer por linhas tortas, pode seguir o roteiro traçado por Lula para Dilma. Há alguns meses, o ex presidente sugeriu que ela nomeasse Meirelles para a economia, Jobim para Justiça e que mantivéssemos Temer " ocupado" em missões politicas. Lula e Temer aliás mantiveram diálogo aberto nos últimos meses, apesar de todo o estresse que cerca a relação do vice com Dilma Rousseff. A nomeação de Jobim sempre foi vista por lula por setores do PT e do PMDB, como possibilidade de o governo exercer maior controle sobre a Policia Federal . "Com ele, delegado não vai mandar em ministro" afirma um interlocutor de Michel Temer. Há grande expectativa também sobre os rumos da Operação Lava jato no judiciário caso Dilma caia e Temer assuma. A Imprensa de concentraria na cobertura do novo governo, diminuindo o espaço destinado ás investigações. Ministros de tribunais superiores se sentiriam menos "acuados", na opinião de profissionais do direito, e se encorajariam a tomar decisões contrárias ás do juiz Sergio Moro. E lembrada também a relação respeitosa de Temer com o procurador -geral da República, Rodrigo Janot outra peça -chave da Lava jato. A relação entre os dois chegou mal estar entre temer e o presidente do Senado, Renan calheiros. Em março, o parlamentar disse a interlocutores que o vice-presidente falou pelo menos três vezes com Janot para tirar investigados da lista da lava jato - inclusive Eduardo Cunha - o que nunca foi comprovado.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...