Subscribe:

20 de janeiro de 2016

Após críticas de Bolsonaro, MEC tira do ar vídeo sobre educação sexual Publicado



Atualizado: 

JAIR BOLSONARO


Imprimir

O Ministério da Educação tirou do ar um vídeo sobre educação sexual. A aula sobre diversidade estava hospedada no Portal do Professor desde março de 2010 e voltou a ser compartilhada nas redes sociais após a publicação de uma gravação do deputadoJair Bolsonaro (PP-RJ).
Na publicação, o deputado denuncia uma falsa cartilha do ministério. Ele diz que a pasta estimula crianças com idade entre 9 e 10 anos a fazer sexo.
Já o vídeo que estava hospedado na página do ministério ensina a reconhecer esuperar os preconceitos.
Nos dados sobre a aula, a pasta explica que o vídeo ensina a perceber "que orespeito à livre orientação sexual merece e deve ter a mesma atenção e cuidado dado a outras formas de discriminação, como o racismo e o sexismo”.
Acrescenta também que o aluno poderá aprender a “expandir a 'cultura de direitos' que deve permear a sociedade brasileira, visando o desenvolvimento livre e saudável da pessoa humana”.
O vídeo ainda está disponível no Youtube, no canal do Grupo Pela Vida - São Paulo.




Publicidade
Nos últimos dias, a aula foi alvo de reclamações no Twitter e na página do ministério.


o uffPost Brasil entrou em contato com a assessoria do MEC e questionou o motivo de esse vídeo ter sido retirado do ar. Até o momento desta publicação, a reportagem não havia recebido a resposta do ministério


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...