Subscribe:

8 de janeiro de 2016

O Brasil precisa de novos líderes do tipo Macri e Moro: corajosos, capacitados e patriotas

Quem tem um pouco de noção da existência, conhecimento, cultura, visão ampla da vida e da política como administração do bem público, também concordará. "Enquanto a frouxa, fragmentada e conivente oposição, a direita brasileira não acordar de suas 'viagens' e largar mão de 'flertar' com os comunistas, a troco de fundo partidário, cargos, regalias mil e tendo a política como uma forma de levar uma vida mansa, tal como os comunopatas, isso das cidades até Brasília, a esquerda vai seguir infernizando e cada vez mais se tornando absoluta. Sobretudo, enquanto a direita brasileira não se unir e seus velhos e desgatados políticos e demais pontos de referência, (por que não tem líderes), por isso, 'ponto de referência', não caírem na real, pendurarem as chuteiras e buscarem abrir espaço para novas lideranças, como foi com o Macri na Argentina, como é com Leopoldo López, a esposa de Leopoldo, Lilian Tintori, Marina Corina Machado e outros na Venezuela, e outras lideranças que vem abrindo espaço nos demais países latinos, as coisas não mudarão. Mesmo se os bandidões caírem na cadeia. Por que com o colapso após a era comunopata virão décadas de dificuldads para 'por a casa em ordem'. E tal tarefa requer união, esforço, trabalho duro e lideranças. MAS, HÁ UM PORÉM: QUE TIPO DE LIDERANÇAS? O Brasil e o povo querem: - Líderes íntegros, corajosos, arrojados, ousados, firmes e fortes que peitem e varram os comunistas do Brasil. Que realmente trabalharem para melhorar a vida dos brasileiros. - Líderes natos do tipo Macri (Argentina) e Moro (Brasil), embora o Juíz Moro jamais tenha sequer cogitado entrar para a política. - Líderes patriotas, que amem sua Terra, que seja comprometidos com a transparência em tudo, que sejam diretos, práticos, objetivos, próximos dos povo e não populistas com discursos miserabilistas e mentirosos. - Líderes que não sejam 'políticos profissionais', que sejam capacitados profissional, intelectual, cultural e politicamente. - Líderes administradores, gestores, empreendedores autênticos e não gente que nunca trabalhou de verdade na vida, que quebrou até lojinha de R$ 1,99 e que sequer sabe ler um texto corretamente em discursos. Portanto, a frouxa oposição, a direita brasileira, que anda mais à esquerda do que à direita, precisa acordar e buscar novas lideranças, por que as velhas, esses mesmos nomes que sempre aparecem em pesquisas dos toscos Ibope/Data Folha, ou os idiotas de plantão que se dizem 'a solução', já não passam de piadas e, sobretudo, não tem capacidade de unir o povo a sua volta em prol de um projeto macro, amplo, em busca de uma faxina geral. E o Brasil e o povo brasileiro precisam melhorar culturalmente, em conhecimento e coragem, sobretudo, buscar se basear na Meritocracia e não na falsa promessa de 'paraíso sem esforço e trabalho', como pregam os comunopatas Folha centro Sul

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...