Subscribe:

19 de fevereiro de 2016

Aline Barros, a diva do gospel mais cara do Brasil,fez um show em São Luis e causou polêmica no Facebook


A popstar do evangelho normalmente cobra um cachê de R$ 150 mil, mas, devido a unção extra que levaria a cidade, a cantora cobrou 200 mil reais, afinal, como é sabido as musiquinhas dela agora contam com uma versão remix.
Aproveitando a grande oportunidade de provocar os católicos em plena quarta-feira de cinzas, a diva gospel soltou no seu Facebook:
alibne-barros
Por dedução lógica, os internautas compreenderam que os católicos não são filhos de Deus. Após a polêmica estourar na rede, a cantora apagou o post, mas não conseguiu inibir os protestos na sua página do Facebook.


“Ta vendo essa cruz na minha testa? Não é amuleto, mas sim sinal de salvação.
Quarta-Feira de Cinzas início da Quaresma, tempo de conversão, oração e jejum…”, disse o jovem Hugo Matos na página da cantora.
Ariane,  recordou a cantora o sentido da quarta-feira de cinzas: ” “lembra-te que és pó, e ao pó há de retornar” Gn 3,19
Vai ter Quarta Feira de cinzas sim, vai ter quaresma sim, e se não gostar, vai correndo para as colinas”

1 comentários:

aservicodoreino disse...

Rô, boa noite!

Quanto tempo não nos falamos!! (apesar de virtual)

Infelizmente somos julgados e até execrados pelos nossos atos ou palavras atualmente, não falo de desvios de caráter ou criminalidade, mas o fato de algumas pessoas julgarem por aquilo que dissermos, acham que se tivermos opiniões divergentes da "massa" ou da mídia, valemos menos que bandidos conhecidos.
Não julgo os valores da Aline Barros, digo isso financeiramente, mas sim o fato dela expor sua opinião, e ser perseguida, difamada, caluniada e diga-se até ameaçada. Que sociedade queremos criar assim, onde alguns deslizes geram tremendo desconforto e dissabores incontáveis?
Fica minha reflexão, sem uma conclusão, mas sabedor que há muito ainda para se discutir qual é o limite de minha e da opinião alheia.

Abraços,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...