Subscribe:

12 de abril de 2016

Deputados contrários ao impeachment são cobrados em outdoors



Às vésperas da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pela Câmara dos Deputados, no próximo domingo (17), deputados e senadores paranaenses não terão sossego.
Movimentos pró-impeachment e instituições representativas da indústria e de classes profissionais promovem ao longo da semana uma série de ações com o objetivo de reforçar o posicionamento favorável à cassação de Dilma e pressionar os parlamentares indecisos ou contrários ao processo.
Entre as ações orquestradas, está o “Mapa do Impeachment” criado pelo movimento Vem Pra Rua, que monitora declarações dos deputados federais e senadores do Paraná.
Por enquanto, dos 30 deputados, 20 se posicionam favoráveis ao impeachment; seis, contra e quatro ainda estão indecisos. Entre os senadores, apenas Álvaro Dias (PV) declarou-se a favor.
A reação de movimentos pró-impeachment foi imediata. Os deputados Nelson Meurer (PP), João Arruda (PMDB), Assis do Couto (PDT), Zeca Dirceu (PT) e Toninho Wandscheer (PROS), que votam contra a destituição de Dilma, foram questionados publicamente, em cavaletes e gigantescos outdoors assinados pelo Vem Pra Rua, pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e pelo Mais Brasil, Eu Acredito.
“Por que são contra o impeachment? Ligue, cobre, pressione”, dizem os outdoors instalados em Curitiba, Francisco Beltrão, Mafra e Cascavel, com o nome dos deputados e seus respectivos números de telefone celular e e-mails.
O Mapa do Impeachment também foi reproduzido em um grande painel em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), no Centro de Curitiba.
De acordo com a assessoria do Vem Pra Rua, o mapeamento é atualizado diariamente com base em contatos diretos com os gabinetes e monitoramento dos canais de comunicação dos parlamentares. O site será atualizado até sábado (16).

Tribuna Paraná Online

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...