Pular para o conteúdo principal

Dilma a rainha louca- Entre a cruz e a espada.





Rô Moreira


Enquanto de um lado, leia-se: oposição, a mídia internacional, os brasileiros e agora até então aliada Folha de S. Paulo, pedem sua  renúncia, do outro lado Dilma se depara com os movimentos sociais liderados pela CUT, MTST, e MST além é claro, do seu grande mentor, aquele que foge do Sergio Moro como o diabo foge da cruz com medo de ser preso (Lula, ex futuro ministro).

Diante deste cenário, de uma  impopularidade e ingovernabilidade nunca vista antes na história desse país, ela, resolveu transformar o Palácio do Planalto um grande balcão de negócios, desapropriando cerca de 25 propriedades para distribuir entre seus pelegos, e com oferecimento de cargos e dinheiro para pequenos partidos políticos, sem nenhuma representação para que os mesmos se solidarizem a ela, na tentativa de obstruir o seu impedimento.  Pasmem! Em desespero, no vale tudo para escapar do Impeachment ela esta distribuindo 50 bilhões em emendas e negocia 600 cargos, além de R$ 1 milhão por cada voto favorável e R$ 400 mil para o parlamentar que se prestar a esse papel de se ausentar da votação". Ou seja, "tá tranquilo, então ta favorável".

Agora nos chega uma nova informação de que  a Rainha esta louca, não consegue dormir e  a cada notícia contrária ao seu governo se descontrola totalmente,  xinga e grita com seus auxiliares, quebra moveis e tudo o que vê pela frente e perde as condições emocionais. A nossa maior autoridade perdeu completamente o juízo,e a capacidade de governar o país nesta crise  dantesca. 

Dilma não tem a menor condição de reverter este quadro, até porque a economia  precisa de confiança acima de tudo, e um governo instável como o dela não passa credibilidade  a ponto dos empresários investirem e por isso estamos nessa letargia, aqueles que não foram embora para países vizinhos simplesmente deixaram de investir no Brasil, alguns reduziram seu espaço de investimento,e a grande maioria de micro e médios empresários simplesmente faliram, em 2015 fecharam mais de 4.400 empresas de varias áreas(industria e comércio) gerando mais de 9 milhões de desempregados.

O Lulopetismo com a participação especial do ex presidente Lulararápio e a rainha louca, com a corrupção do legislativo e com a proteção do STF que a cada dia que passa rasga uma página da constituição em favor dessa quadrilha nos levando a uma crise muito pior do que a maior crise que ja existiu no planeta, que foi a crise econômica de  1929, pois a nossa crise foi gerada dentro do próprio governo e não é só uma crise econômica., é  uma crise institucional, ética, moral e maldosa, porque foi feita com a intenção de dividir a nação e empobrecer o povo para a instalação do comunismo ou seja, comandar a nação pelo STF  como na Venezuela que legisla pelo Judiciário.

O povo ja não suporta mais esta bravata, este bordão que repetem como um mantra a todo instante, "não vai ter golpe" uma frase feita por marqueteiros, pensando que  continuam enganando  como se estivesse ainda em sua campanha politica e quebrando reputações e ameaçando até juiz de morte.  Não vai ter golpe mesmo, porque Dilma não é Jango, Dilma é Collor. Não aceitamos mais este desgoverno que aparelhou tudo e por isso ainda se mantém no poder,  coisa que já esta passando da hora dessa gente cair, o Brasil não suporta mais tanta corrupção.

Vamos pras ruas.




Comentários

Pb Fernando disse…
CorruPTa, louca e mal caráter. É inadmissível que uma pessoa com essas qualidades continue no comando da nação. Felizmente a era PT terminou...

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade