Pular para o conteúdo principal

Onde esta a voz dos gospel que oraram e apoiaram Dilma??

Rô Moreira

Estamos todos esperando o pronunciamento dos Gospel que participaram e oraram e apoiaram o desgoverno Dilma.
Estamos esperando  uma posição dos crentes cantores, eles tem obrigações de se pronunciarem e virem a público, já que foi de maneira pública o encontro com a presidente, então aguardamos um manifesto contra este desgoverno, porque na época  influenciaram muito em favor de Dilma junto aos crentes evangélicos.

Será que eles participaram da lei Rouanet como artistas seculares que hoje se esforçam pra defender o indefensável??

No caso dos gospel, não quero pensar que estão envolvidos com esta lei, mas pergunto: não querem mais se posicionarem e estão caladinhos? Porque??  Silenciaram-se pra serem esquecidos? Saíram do Brasil? Apoiaram e hoje, os ratos caem fora do navio que esta afundando.

Bolsonaro já pediu o nome de todos os artistas, sejam seculares ou não, que receberam da Lei Rouanet e vai expor a todos que fazem a defesa de Dilma hoje. Espero que as cantoras tenham sido enganadas, como muitos brasileiros foram, não todos é claro. Mas estes cantores tem que se pronunciarem.

Cadê as mensagens de apoio ao Juiz Moro? Cadê os manifestos dos gospels ?

Cadê as cantoras gospel  Damares, Mara Maravilha e mais 14 cantoras que se reuniram com presidente numa serie de encontros com grupos sociais após protestos.

Damares disse na época  uma das 16 artistas convidadas para a reunião, disse que: a presidente cantou a música "Sabor de Mel", de sua autoria, e que as recebeu com "o maior carinho, maior amor". "Ela gostou muito, se emocionou algumas vezes. Choramos juntas",

Pois é, hoje quem chora somos nós, o povo brasileiro, não meia duzia de gente enganada ou em busca de favores.

Além dos ministros Crivella, Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) e Gleisi Hoffmann, participaram do encontro as artistas Ana Paula Valadão, Bruna Karla, Cássia Helena de Sousa, Damares, Eyshila Oliveira Santos, Ezenete Alexandrina, Fernanda Hernandes Rasmussen, Irene Maria Hermenegildo Lopes Correa, Juliana Alonso Machado, Leonor Alonso Machado, Mara Maravilha, Maria do Carmo Araujo, Maurizete da Silva Catarina Acioli, Rubia Pinheiro Fernandes, Sonia Haddad Moraes Hernandes e Valnice Milhomens Coelho.

Estamos aguardando o manifesto destes artistas, queremos saber qual a opinião deles hoje,estamos cobrando uma posição de todos vocês. Ou não querem se manifestarem mais??

Comentários

Pb Fernando disse…
Um bando de parasitas e mercenários. Esperar dessa turma que misturam o sagrado com o profano apenas com o intuito de ganhar dinheiro.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade