Subscribe:

29 de maio de 2016

Crucificada de 2015', a trans Viviany Beleboni fantasiou-se em protesto contra a bancada evangélica no Congresso Nacional.


Rô Moreira.
Diz a reportagem que no ano passado, a modelo se apresentou em um trio elétrico crucificada e causou polêmica. Desta vez, o objetivo da performance foi uma crítica ao fundamentalismo religioso e ao "retrocesso" dos políticos conservadores. A 20ª edição da Parada terá como principal bandeira a aprovação da Lei de Identidade de Gênero para travestis e transexuais. Serão 17 trios voltados para o tema. Viviany disse que não vai se intimidar mesmo diante de ameaças de morte das quais estaria sendo vítima. "Me ameacem de morte a tiro, como me ameaçaram esta semana ou não, eu vou estar lá. Porque cachorro que late não morde. Enquanto estiver viva, vou falar de religião porque eles (políticos) distorcem para criar ódio contra a comunidade LGBT."
Alguém, precisa dizer a esta pessoa que os evangélicos não estão nem aí para sua caricatura e lamentamos por ela dizer que é ameaçada, até porque cristãos não ameaçam ninguém, e deveria dar nomes: ameada por quem? Podemos ver claramente que não passa de uma falácia tentando induzir os que apoiam sua luta incansável em denegrir os evangélicos,  portanto sua fala depões contra ela mesma. . Nossa luta não é nas ruas, mas no Congresso e em Deus, porque nossas armas são poderosas  para destruir todo engano, toda insensatez, toda forma de doutrinação e ideologia de gênero que dominam os despreparados,  néscios, os tolos e sem compromissos com a verdade, mas somente em usá-los aproveitando dos seus discursos para vender seus produtos, tais como as marcas que os apoiam como Kibon, Bob's e Skol sem se importar com suas vidas.
Disse ela que seu protesto é contra o retrocesso político dos fundamentalistas que barram suas leis e seu figurino e seu ato artístico estarão representando a Lei de identidade de Gênero Já, que não passa justamente por causa dessa bancada evangélica. Vou falar de religião quantas vezes forem necessárias", afirmou.
Nos, Evangélicos afirmamos que continuaremos dizendo NÃO a ideologia de gênero, e faremos isso, nas redes sociais e  dentro da lei. 
Disse ela que  eles tem pela primeira vez grandes marcas privadas como parceiros oficiais: Skol, Bob's e Kibon. Fabio Baracho, porta-voz da Skol presente na coletiva, disse que esta é a primeira edição da Parada com patrocínio da marca de cerveja.
Nós Evangélicos repudiamos todos que apoiam essas paradas,  repudiamos todas as marcas, boicotamos, assim como fizemos com a L'oreal, C&A e o filme Aquarius, agora teremos a Kibon e Bob´s e todos os produtos da Skol como guaraná e tantas outras marcas que apoiam tudo que fere nossos princípios cristãos e tudo que fere a sociedade como um todo independente de credo. 
Até porque todas essas marcas são patrocínio governamental através dessas empresas e isso sai do erário, e é descarregado no imposto de renda e nós que pagamos por todo esse desmando pois é dinheiro de imposto que não entra pra saúde e educação. 




0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...