Pular para o conteúdo principal

Geovania de Sá - Evangélica assume vice-liderança do PSDB

Geovania de Sá - Parlamentar luta pelo fim do foro privilegiado A deputada federal Geovania de Sá (PSDB/SC) ficou conhecida nacionalmente por seu projeto de Lei visando que os beneficiários do Bolsa Família procurem qualificação e profissional não sejam dependentes do Programa para sempre. Também se posicionou de maneira firme contra o governo de Dilma, por sua constante tentativa de “inversão de valores”, em especial no que dizia respeito a ideologia de gênero e a liberação das drogas.

 Vice-presidente da Frente Parlamentar Evangélica no Congresso, sendo a única mulher na mesa diretora, trabalhou diligentemente pelo impeachment. Agora, com as mudanças políticas que o país experimenta, tem seu trabalho reconhecido. A convite do deputado Antonio Imbassahy, Geovania passou a ser vice-líder da bancada na Câmara Federal. O líder do PSDB na Câmara entende que a indicação dela para a vice-liderança do partido é o reconhecimento de seu trabalho. “Sua atuação destacada na Casa apenas confirma a expectativa de seus eleitores e comprova sua capacidade para contribuir neste momento tão importante da vida nacional”, defendeu o baiano. Mesmo com pouco tempo de vida pública, Geovania acredita que isso apenas aumenta a sua responsabilidade. “Sei que é um sinal de que estou no caminho certo e honrando cada voto a mim confiado”, comemora.


Atualmente, ela está defendendo uma proposta de Emenda à Constituição. A PEC de sua autoria sugere a alteração das regras sobre o foro especial. O assunto passou a ser muito comentado no país após os sucessivos escândalos de corrupção que envolveram políticos. Ela relata que a proposta torna mais racionais, eficientes e justas as regras constitucionais relacionadas ao chamado “foro privilegiado”, que atrai para a competência dos tribunais superiores os processos criminais ajuizados contra detentores de cargos eletivos e outras autoridades que ocupam cargos no alto escalão dos poderes públicos.

 Fonte: Gospel Prime

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade