Subscribe:

27 de maio de 2016

Leonardo Gonçalves disse - Vocês mulheres que vivem reclamando das feministas, inclusive denominando-as de "feminazis", cuidado: o feminismo não mata; o machismo, sim.

Texto de Leoanardo Gonçalves no facebook. Inclusive a própria letra do texto, é dele- rs rs  https://www.facebook.com/leonardogoncalves7/posts/1037373699684666

Leonardo Gonçalves
quando um indivíduo comete uma atrocidade, comumente o taxamos de psicopata ou sociopata para, desta maneira, podermos continuar vivendo a nossa vida seguros de q não somos como ele.
mas qdo 30 se unem para cometer uma barbárie de proporções inimagináveis e indescritíveis? qual a nossa explicação? como se esquivar da dura pergunta q insiste em se impor: "q culpa tenho eu neste crime?"
e não venha me dizer q os únicos culpados são os 30. tem algo de errado em toda a nossa sociedade. alguma coisa vc e eu fizemos ou deixamos de fazer pra q algo assim pudesse existir.
"orar" é a primeira coisa q eu faço. obviamente. pela vítima e seus familiares? claro. mas tb por pura perplexidade! na tentativa de entender o q aconteceu/acontece me volto para DEUS, com meu coração sangrando. afinal, sem compreensão, como prevenir/evitar?
a verdadeira oração, no entanto –a oração ao DEUS verdadeiro– me impossibilita de permanecer inerte. me leva à ação. me co-responsabiliza. me força a me enxergar se não como parte do problema, no mínimo como parte da solução. ou seja: faço parte desta equação, por mais incômodo q seja para mim.
não vi o vídeo e nem o verei. além do fato de vê-lo, na minha opinião, também configurar violência, a exposição à violência, por mais q estarreça e gere revolta num primeiro momento, com o tempo e repetidas doses acaba por nos insensibilizar.
vcs –mulheres e homens!– q vivem reclamando das feministas, inclusive denominando-as de "feminazis", cuidado: o feminismo não mata; o machismo, sim.
mulheres: se mts de seus amigos homens permanecem em silêncio face ao ocorrido, perdoem-nos. a gente não sabe o q dizer. perante o indizível, não há o q possa ser dito. sejam generosos e entendam o silêncio de "seus" homens como "shiva". pois estamos todos de luto.
[obs.: no judaísmo qdo alguém morre, os familiares e amigos próximos fazem o "shiva". eles sentam em silêncio ao lado dos enlutados e permanecem em silêncio até q o enlutado queira falar. e msm então, a recomendação é apenas ouvir e responder, em silêncio.]
[obs. 2: sejamos tb tolerantes com a insanidade de algumas reações, quer seja por homens ou mulheres. depois de um acontecimento tão insano, exigir sanidade na reação é pedir mais do q somos capazes de, como seres humanos, oferecer.]
Acho que vai virar Judeu de vez. Publicado em 20 de abr de 2016 O cantor gospel fala sobre a sua pausa na carreira e conta quais são seus próximos passos. Acompanhe ao 'VEJA Música' com Sérgio Martins e Raquel Carneiro. Veja o Vídeo:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...