Na manhã desta quinta-feira, o
Brasil acordou com um novo
presidente da república em
exercício. Afastada por 180 por
  decisão da  maioria do Senado
Federal,Dilma Rouseff
 (PT), será investigada e
pode sofrer impeachment de
seu mandato.
Com isso, Michel Temer
(PMDB) recebeu autorização para
governar o país e já tomou providências
, como dar posse a novos ministros.
Contudo, as mudanças das pastas
 do Executivo federal não agradou
 muita gente. Buscando "enxugar"
ministérios, ele deixou de fora o das
 Mulheres, Igualdade Racial, Direitos
 Humanos e Juventude e também o da
 Cultura, eliminando-os de seu governo.
 A opção por escolher apenas homens para
trabalhar ao seu lado também causou
revolta dos eleitores, que o chamaram de "machista".


Discurso de posse


Durante a cerimônia de entrega dos novos Ministérios às autoridades escolhidas por
Temer, o presidente da república interino fez um discurso informando que vai fazer um
"governo de salvação nacional". Ele disse que não queria fazer uma cerimônia muito
pomposa, já que o momento que o país passa não permite isso...


Blastingnews