Subscribe:

24 de maio de 2016

Mulher do senador Telmário Mota continua foragida, diz PF em Roraima Prisão de Suzete Oliveira foi decretada pela Justiça Federal no útlimo dia 20. Senador diz que esposa 'não sabe o motivo de estar sendo procurada'.

Segundo a PF, a médica Suzete Oliveira é considerada foragida (Foto: Reprodução/Instagram/@suzetemota)Segundo a PF, a médica Suzete Oliveira é considerada foragida (Foto: Reprodução/Instagram/@suzetemota)
Com prisão decretada há cinco dias, a médica Suzete Macedo de Oliveira continua foragida, segundo informou a Polícia Federal nesta terça-feira (24). Ela é mulher do senador de Roraima Telmário Mota (PDT).
A esposa do senador teve a prisão decretada pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima a pedido do Ministério Público Federal (MPF), após ela ter um pedido de habeas corpus negado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.
Telmário Mota afirma não saber onde está Suzete, entretanto, alega que a esposa "não sabe nem o motivo de estar sendo procurada" e cita "perseguições políticas" por parte da Justiça.
"O juiz deu uma 'canetada' pedindo a busca e apreensão dela e não deu o parecer dele, negou a defesa para ela, sendo que o processo estava com os advogados quando ele fez isso. Foi uma coisa de cunho político e ela só está esperando o resultado do habeas corpus. Mas ela vai sim prestar contas com a Justiça", disse o senador ao G1.
Telmário afirmou ainda que não se envolve em assuntos relacionados ao trabalho da esposa, mas só questões que dizem respeito ao assunto "marido e mulher".
"Não 'me meto' nas coisas da Suzete. Tenho preocupação com ela na vida marido e mulher. Agora, a vida profissional eu não sei de nada", frisou.
A reportagem tentou contato com advogada cadastrada como resposável pela defesa da acusada na Justiça Federal, mas ela negou conhecer Suzete Oliveira.
Neudo Campos é levado à sede da PF após se entregar no Comando de Policiamento da Capital (CPC) (Foto: Arquivo pessoal)Neudo Campos se entregou na madrugada desta
terça (24); ele deve ficar na preso na sede da PF
até a determinação da Justiça
(Foto: Arquivo pessoal)
O ex-governador Neudo Campos (PP) e marido da govenadora do estado Suely Campos, apontado pela Polícia Federal como o líder do esquema de desvio de verbas, também teve a prisão decretada.
'Escândalo dos Gafanhotos'
Segundo as investigações da operação Praga no Egito, no ano de 2002 foram desviados R$ 70 milhões oriundos de repasses de convênios da União ao estado de Roraima. O esquema gerou dano ao erário e enriquecimento ilícito de terceiros.
A corrupção acontecia da seguinte forma: pessoas comuns eram aliciadas como 'gafanhotos', para que seus nomes fossem inseridos na folha de pagamento do DER ou do estado em troca de uma ajuda financeira irrisória. Em seguida, procuradores dos 'gafanhotos' sacavam os salários junto à empresa e entregavam o dinheiro a deputados ou conselheiros de contas beneficiados e designados pelo ex-governador.

G1

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...