Pular para o conteúdo principal

Procurando Dory' chega chegando: recorde nos EUA

ENTRETENIMENTO


Filme arrecadou 136,2 milhões no fim de semana e se tornou a animação de melhor estreia da história

Cena da animação 'Procurando Dory', sequência da franquia iniciada com 'Procurando Nemo' (2003)
Cena da animação 'Procurando Dory', sequência da franquia iniciada com 'Procurando Nemo' (2003)(VEJA.com/Divulgação)
As famílias americanas foram ao cinema em massa neste fim de semana, impulsionando Procurando Dory para uma arrecadação de 136,2 milhões de dólares nas bilheterias, um novo recorde para a estreia de um filme de animação. O resultado coloca o filme à frente de Shrek Terceiro, que fez 121,6 milhões de dólares no lançamento em 2007 e era a animação de melhor abertura da história americana até aqui. Dory também se tornou a segunda melhor estreia de um longa-metragem no mês de junho nos Estados Unidos, atrás apenas dos 208,8 milhões de dólares de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros. O longa é o retorno da Pixar à boa forma -- no ano passado, o estúdio de Toy Story e Os Incríveis registrou o seu primeiro fracasso, com O Bom Dinossauro.
Procurando Dory é centrado em uma peixinha azul atrapalhada, mas gente fina, que sofre de perda de memória de curto prazo. Depois de ajudar Marlin a encontrar seu filho, Nemo, ela agora vai empreender uma busca pessoal pelos pais há muito tempo perdidos. A sequência de Procurando Nemo, de 2003, ganhou força devido a críticas positivas e pelo carinho remanescente do primeiro filme, premiado com o Oscar.
Internacionalmente, Procurando Dory acrescentou outros 50 milhões de dólares para a sua franquia de 29 mercados, incluindo Austrália, Argentina, Rússia e China, onde sua estreia de 17,5 milhões de dólares se tornou o maior lançamento da Pixar de todos os tempos. No Brasil, o filme estreia em 30 de junho.
Publicidade
O sucesso de Procurando Dory vem com a Disney, controladora da Pixar, dominando a indústria do cinema. A marca está nos três filmes de maior bilheteria em todo o mundo neste ano: ZootopiaMogli: O Menino Lobo eCapitão América: Guerra Civil.
Outra grande estreia do fim de semana, Um Espião e Meio também ressoou entre os espectadores americanos, acumulando 34,5 milhões de dólares. Dwayne Johnson e Kevin Hart são os protagonistas da comédia de ação que custou 50 milhões de dólares. Um Espião e Meio gira em torno de um ex-geek (Johnson) que retorna à sua reunião do ensino médio como um musculoso agente especial e pede ajuda a um ex-atleta (Hart) para uma missão perigosa.
O campeão de bilheteria da semana passada, Invocação do Mal 2 caiu para o terceiro lugar. A sequência de terror perdeu 62% desde a sua estreia, para 15,6 milhões de dólares. O filme arrecadou 71,7 milhões de dólares em duas semanas de lançamento.
(Com agência Reuters)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Briga entre advogados de Lula se torna explícita e agora envolve familiares

12911
A humilhação a que o abobalhado Cristiano Zanin submeteu o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence, extrapolou os limites do bom senso e da discrição e já envolve parentes dos envolvidos. A indignação do filho de Sepúlveda, Evandro Pertence, segundo conta o jornal Estadão, foi estampada no seguinte torpedo disparado contra Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, num grupo de WhatsApp: “Não precisamos de vocês para ter qualquer tipo de protagonismo! Meu pai é e sempre será maior que vocês”. Lamentável que, certamente por dinheiro – não há outra explicação - Sepúlveda se nivele por tão baixo.
Perdemos um grande jurista para o PT. É mais um estrago provocado por esta infame organização criminosa. É também a demonstração da notória inteligência da seguinte expressão popular: "Quem com porcos anda, farelo come."
Informação do Jornal da Cidade 

Filho de Lula mergulha na depressão: "Meu mundo caiu"

O jovem Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, está vivendo em estado de profunda depressão. A informação extremamente abalizada e fidedigna é da respeitabilíssima coluna Radar, da Revista Veja. O quadro depressivo teria se agravado após a prisão do ex-presidente. Luleco, como é conhecido o rapaz, é réu na Operação Zelotes, juntamente com o pai. Os seus advogados já conseguiram adiar o seu interrogatório por quatro vezes. Fortes rumores indicam que Lula, de dentro da cadeia, tenta conseguir através do deputado petista e atual presidente do Corinthians, Andrés Sanches, um time na Europa para o garoto trabalhar. Há quem diga que o seu estado tem se agravado bastante em função do temor de ser preso. Lula quer afastá-lo do Brasil.

Jornal da Cidade