Subscribe:

24 de junho de 2016

Resultado britânico gera onda de pedidos por plebiscitos em outros países da UE

  • A líder da extrema-direita francesa Marine Le Pen dá entrevista diante de cartaz que diz "Brexit, e agora a França", em Nanterre
    A líder da extrema-direita francesa Marine Le Pen dá entrevista diante de cartaz que diz "Brexit, e agora a França", em Nanterre
A decisão dos eleitores britânicos a favor da saída do país da União Europeia provocou uma onda de pedidos por plebiscitos semelhantes por parte de partidos de extrema-direita de outros países membros do bloco.
Numa votação apertada, 51,9% dos eleitores britânicos aprovaram o chamado "Brexit" (contração que significa saída britânica), contra 48,1% dos eleitores que apoiaram a permanência na UE. O resultado fez com que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciasse que pretende deixar o cargo.
Analistas afirmam que a saída do Reino Unido pode causar um efeito dominó que pode ameaçar todo o bloco. Após o anúncio do resultado, nesta sexta-feira, bolsas internacionais abriram em queda e a libra esterlina atingiu seu menor valor em décadas.
A editora da BBC para a Europa, Katya Adler, afirma que há decadas não se via tanto ceticismo em relação à União Europeia.
Nigel Farage, líder do partido de extema-direita britânico Ukip e um dos maiores entusiastas da saída do Reino Unido do bloco, disse esperar que o exemplo britânico seja o início de um processo maior de desintegração da UE.
"A União Europeia está enfraquecida, a União Europeia está morrendo", disse Farage em um discurso em Londres.
"Um pesquisa na Holanda mostrou que a maioria lá agora que sair (da UE), então talvez estejamos próximos de um Nexit (contração em inglês em referência à saída da Holanda)"
"De modo similar, na Dinamarca, a maioria é a favor da saída... E eu soube que o mesmo se aplica à Suécia, talvez Áustria e talvez até à Itália", disse o político britânico".

Uol

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...