Pular para o conteúdo principal

Arnaldo Jabor faz alerta gravíssimo sobre plano de Calheiros para acabar com a Lava Jato

Rô Moreira


Renan Calheiros quer votar projeto que dificulta operações contra a corrupção como a Lava-Jato.
Ele desenterrou um grupo de 12 projetos de 2009 e tenta aprová-los a toque de caixa até o recesso
de julho, no momento em que o banqueiro Carlinhos Cachoeira é novamente preso por lavagem de 370 milhões de reais e do empresário da empresa Delta, Fernando Cavendish, inclusive um dos temas é a legalização do jogo de bicho.
 Porém, o que chama atenção e todos e devem ter total atenção aos
passos do Senado federal nesse sentido é que um dos projetos visa destruir a operação Lava-Jato.
O projeto sobre abuso de autoridade visa parar a operação da PF, ele disse que a lei das Delações não pode ser imutável e precisa de regras senão compensaria o crime; quer proibir o uso de algemas
ou qualquer outro objeto que lhe tolha a locomoção; quando ele não oferecer resistência á prisão, acabar na opinião dele com o constrangimento da pessoa sob ameaça de prisão e a depor sobre fatos que possa incriminá-lo e ofender a intimidade, a vida privada, a honra ou a imagem da pessoa indiciada em inquérito policial. 
A proposta visa impedir a utilização de grampos sem autorização como aqueles utilizados na delações recentes, ainda mais mais se atingir pessoas não incluidas no processo judicial ou inquérito. 

As sanções vão desde uma advertência até quatro anos de cadeia para o agente policial e a perda da função, em outras palavras: "é a banana querendo comer o macaco". Segundo o Ministro
Gilmar mendes isso é ima demanda do judiciário e não uma tentativa de barrar a Lava jato.
O que você acha?



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pré-candidato, Collor diz que não se arrepende de confisco da poupança

Ex-presidente falou sobre a prisão de Lula: "uma injustiça"

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTC), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), afirmou que o confisco das cadernetas de poupança implementado por seu governo "era uma necessidade absoluta" e que "faria do mesmo jeito" se tivesse que voltar àquele momento.


"Era uma necessidade absoluta. Se voltando àquele momento, faria do mesmo jeito. Tem a questão do próprio impeachment, que é uma coisa interessante", disse, ao ser questionado se o gesto foi um equívoco.


"O que houve foi um bloqueio do dinheiro que circulava na economia. A inflação estava em 82% ao mês. Havia instrumentos de especulação financeiros danosos, tínhamos que criar um ambiente em que pudéssemos fazer um congelamento de preços, que é algo terrível, uma medida que a gente deve evitar o quanto possível", disse ele na entrevista.


O senador disse ainda que continuará com a pré-can…

Briga entre advogados de Lula se torna explícita e agora envolve familiares

12911
A humilhação a que o abobalhado Cristiano Zanin submeteu o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence, extrapolou os limites do bom senso e da discrição e já envolve parentes dos envolvidos. A indignação do filho de Sepúlveda, Evandro Pertence, segundo conta o jornal Estadão, foi estampada no seguinte torpedo disparado contra Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, num grupo de WhatsApp: “Não precisamos de vocês para ter qualquer tipo de protagonismo! Meu pai é e sempre será maior que vocês”. Lamentável que, certamente por dinheiro – não há outra explicação - Sepúlveda se nivele por tão baixo.
Perdemos um grande jurista para o PT. É mais um estrago provocado por esta infame organização criminosa. É também a demonstração da notória inteligência da seguinte expressão popular: "Quem com porcos anda, farelo come."
Informação do Jornal da Cidade 

Filho de Lula mergulha na depressão: "Meu mundo caiu"

O jovem Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, está vivendo em estado de profunda depressão. A informação extremamente abalizada e fidedigna é da respeitabilíssima coluna Radar, da Revista Veja. O quadro depressivo teria se agravado após a prisão do ex-presidente. Luleco, como é conhecido o rapaz, é réu na Operação Zelotes, juntamente com o pai. Os seus advogados já conseguiram adiar o seu interrogatório por quatro vezes. Fortes rumores indicam que Lula, de dentro da cadeia, tenta conseguir através do deputado petista e atual presidente do Corinthians, Andrés Sanches, um time na Europa para o garoto trabalhar. Há quem diga que o seu estado tem se agravado bastante em função do temor de ser preso. Lula quer afastá-lo do Brasil.

Jornal da Cidade