Pular para o conteúdo principal

Caça da Marinha cai no mar do RJ; piloto ejeta e aguarda resgate à deriva


Acidente foi durante treinamento com outro caça a 24 milhas da costa.
Marinha faz grande operação para encontrar o piloto.

Do G1 Região dos Lagos 
Buscas estão concentradas na Praia de Jaconé, em Saquarema (Foto: Keila Silva Mota Cantanhede Nogueira / Internauta)Buscas estão concentradas na Praia de Jaconé, em Saquarema (Foto: Keila Silva Mota Cantanhede Nogueira / Internauta)
Um caça da Marinha do Brasil caiu no mar da Região dos Lagos do Rio na tarde desta terça-feira (26). O acidente foi durante um treinamento padrão que era feito junto com outra aeronave, a 24 milhas da costa, cerca de 44 Km de distância do litoral.
  •  
Helicóptero faz buscas por piloto da Marinha no mar de Saquarema (Foto: Keila Silva Mota Cantanhede Nogueira / Internauta)Helicóptero faz buscas por piloto da Marinha (Foto:
Keila Silva Mota Cantanhede Nogueira / Internauta)
Segundo a Marinha, o piloto se ejetou da aeronave e caiu no mar com vida, mas ele ainda não foi encontrado. Uma grande operação de resgate está em curso com navios, helicópteros e outras embarcações.
As buscas se concentram na Praia de Jaconé, em Saquarema. O Corpo de Bombeiros também está no local. Segundo a ocorrência registrada pelos bombeiros, a corporação foi informada de que a causa do acidente seria uma colisão entre as duas aeronaves no ar. A informação ainda não foi confirmada pela Marinha.
A aeronave que caiu no mar é do modelo AF-1 Skyhawk da Marinha do Brasil. O outro caça que fazia o treinamento, do mesmo modelo, voltou com segurança para a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, de onde eles tinham saído.
Em nota a Marinha do Brasil disse que o acidente ocorreu quando os pilotos voltavam dos exercícios e que está prestando apoio à família do militar desaparecido. Veja a nota:
"A Marinha do Brasil (MB) lamenta informar que, na tarde desta terça-feira (26), ocorreu um acidente envolvendo uma aeronave da Força, modelo AF-1B, obrigando o piloto a se ejetar. A aeronave caiu no mar, nas proximidades de Saquarema - RJ.
A Marinha deu início às buscas pelo piloto e está prestando todo o apoio necessário à família do militar.
O acidente aconteceu quando a aeronave retornava de exercícios operativos e suas circunstâncias estão sendo apuradas".
Skyhawk da Marinha do Brasil passou por testes na Base Aérea de Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)Skyhawk da Marinha do Brasil passou por testes na Base Aérea de Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Filho de Lula mergulha na depressão: "Meu mundo caiu"

O jovem Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, está vivendo em estado de profunda depressão. A informação extremamente abalizada e fidedigna é da respeitabilíssima coluna Radar, da Revista Veja. O quadro depressivo teria se agravado após a prisão do ex-presidente. Luleco, como é conhecido o rapaz, é réu na Operação Zelotes, juntamente com o pai. Os seus advogados já conseguiram adiar o seu interrogatório por quatro vezes. Fortes rumores indicam que Lula, de dentro da cadeia, tenta conseguir através do deputado petista e atual presidente do Corinthians, Andrés Sanches, um time na Europa para o garoto trabalhar. Há quem diga que o seu estado tem se agravado bastante em função do temor de ser preso. Lula quer afastá-lo do Brasil.

Jornal da Cidade

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…