Pular para o conteúdo principal

Pra barrar CPI. Une ameaça invadir Planalto junto com MST e CUT. Lula chamou Maranhão



O encontro de emergência com o presidente interino da Câmara dos deputados, Waldri maranhão, convocado pelo Ex presidente Lula, pode ter tido uma pauta que não foi divulgada por
nenhuma das partes. A informação que circulou na imprensa dava conta de que o encontro serviria para traçar uma estratégia para eleger o novo presidente da Câmara. Algo pouco provável
já que toda antiga base aliada do antigo governo Dilma não consegue reunir mais de 130 parlamentares da casa.

Um dos motivos do encontro seria a preocupação do PT coma CPI da UNE (União nacional dos Estudantes). Maranhão tem o feito o possível para atrapalhar o andamento da Comissão , já criada na Câmara.

O presidente interino da casa da vinha sendo pressionado pelo Governador do Maranhão,Flávio Dino ( PCdoB) partido que controla a UNE há décadas, graças as eleições nada democráticas.

Maranhão adiou a instalação  da CPI, sem apresentar qualquer justificativa, provocando revolta entre deputados. Os governos Lula e Dilma garantiram apoio a UNE ( e seu silêncio, no mensalão e no petrolão), que levou ao menos R$ 44 milhões públicos.

Os membros da UNE estão se sentindo cada vez mais acuados diante da inépcia de maranhão em impedir que a CPI avance e estão ameaçado a promover invasão até vandalismo inclusive no Ministério da Educação.

É mais provável que o encontro de emergência entre Lula e Maranhão em São Paulo tenha sido para tentar debelar um incêndio de graves proporções para UNE inclui o Planalto entre as ameaças de invasão, junto com MST e CUT, prometendo depredações e arruaças. Lula sabe que o governo Temer não tem nenhuma tolerância
quanto a este tipo de comportamento. Qualquer tumulto pode acelerar o andamento da CPI e ninguém da esquerda quer isto no momento em que Dilma está preste a ter seu mandato cassado definitivamente no senado.

O desespero dos membros da UNE e do PCdoB revela que a situação é grave. além da prisão de vários membros da entidade e do partido, o risco de uma CPI descobrir novos crimes pode significar o fim do controle da União dos Estudantes pela esquerda no brasil.

Imprensa Viva

Comentários

Pb Fernando disse…
Bando de vagabundos ladrões... Saquearam o Brasil e querem impedir de serem investigados.

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Advogado desiste de defender Lula

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e um dos principais advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence enviou uma carta ao petista, na sexta-feira passada, em que comunicou sua intenção de deixar a banca de defesa “com pesar”. Segundo dirigentes do PT, Pertence deixou claro que as divergências com outros advogados da causa motivaram a decisão. O manuscrito foi levado a Lula, preso em Curitiba desde 7 de abril, pelo filho de Pertence, Evandro.
Na quarta-feira, o advogado Sigmaringa Seixas se encontrou com Lula em Curitiba para falar que Pertence queria deixar a sua defesa. O ex-presidente foi reticente e disse que não aceitaria que o ex-ministro, seu amigo há 40 anos, saísse da causa.
Na sexta-feira, ao receber a carta de Evandro, Lula repetiu que era contra a renúncia de Pertence e não quis ler o documento, que ficou com ele. O petista e seu advogado devem conversar pessoalmente nos próximos dias para definirem se o medalhão permanecerá ou não na banc…

Com o bolso cheio e a moral esfacelada, Sepúlveda deixa a defesa de Lula

Lula não aceita e chamou Sepúlveda para conversar em Curitiba.
É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou ‘com pesar’ sua intenção de deixar a banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence. O ex-ministro encerra assim um dos episódios mais tristes e vergonhosos de sua carreira. Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin. Segundo o jornal O Globo, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana. Jornal da Cidade