Subscribe:

17 de julho de 2016

Sob gestão de André Petry, cujas ideias são associadas à extrema-esquerda. Villa é demitido da Veja

O comentarista político Marco Antonio Villa, que tem sido crítico quanto a gestão petista, foi demitido da revista Veja nesta semana.
Em seu blog, Villa afirma que a razão de ter sido demitido é que o grupo Abril passa por um momento de crise financeira.
Villa afirmou: “É de conhecimento público que a revista Veja passa por sérios problemas financeiros e que está reestruturando o seu quadro de jornalistas e colaboradores.Registro que não tive nenhum contato com o novo diretor de redação, que sequer conheço.”
Muitos suspeitam de que a demissão de Villa tem relação com a entrada do editor André Petry, cujas ideias são associadas à extrema-esquerda (de linhagem petista), no lugar de Eurípedes Alcântara, no início de 2016.

1 comentários:

Nelly Waker disse...

Quem manda mais? Um chefe de redação que tem que ser escolhido com autorização dos donos da revista ou os donos da revista e do grupo, neste caso, do Grupo Abril, que evidentemente não é alinhado à esquerda e tem sua orientação ideológica intacta já a mais de 40 anos? Você acredita mesmo que os donos do Grupo Abril se tornaram esquerdistas de repente ou que, sendo contra a esquerda resolveram atirar nos próprios pés? Existem explicações melhores e mais lógicas para as demissões atuais. Nem sabia que Petry era de "extrema-esquerda", tampouco creio que um simpatizante do PT seria admitido como chefe de redação de uma revista historicamente anti-petista. E nem adianta vir com a conversa de que "lula e o pt obrigaram Veja a fazer as demissões" porque nem lula nem o pt têm mais o poder que já tiveram. São cadáveres ambulantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...