Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Após ter mandato cassado, Dilma Rousseff mantém os direitos políticos

Ueslei Marcelino/Reuters Dilma prestou depoimento no Senado no julgamento do seu impeachment na segunda-feira Apesar de decidir pelo impeachment da agora ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT), o Senado manteve os direitos políticos da petista, em votação realizada na tarde desta quarta-feira (31). O resultado da votação foi de 42 votos a favor da cassação e 36 contra, com três abstenções. Para que Dilma ficasse inelegível por oito anos, seria necessário que dois terços (54) dos senadores votassem pela inabilitação. A manutenção dos direitos políticos preserva o direito de a petista disputar eleições, votar e ocupar postos na administração pública, segundo os apoiadores de Dilma. A questão, no entanto, é polêmica: senadores de oposição levantaram em plenário a questão de que, sofrido o impeachment, Dilma seria enquadrada como ficha suja e, portanto, não poderia se candidatar a cargos elegíveis. O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), por exemplo, afirmou que o impeachment de Dilma…

Caiado é primeira baixa na tropa aliada de Michel Temer

Primeiro fora

A atuação de Renan Calheiros e de parte do PMDB na manutenção dos direitos políticos de Dilma Rousseff foi a gota d’àgua para o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado.

Menos de duas horas após o impeachment ele já anunciou que não fará parte da base do governo e terá uma atuação independente.

 Nos últimos dias o senador já vinha reclamando da falta de pulso do governo para realizar o ajuste fiscal que considera necessário e condenava a complacência do governo com aumentos aos servidores públicos em meio à grave crise de emprego e renda.

Veja Abril

Vamos recorrer ao Supremo Tribunal Federal da decisão de fatiar a votação das penas do impeachment. Diz Senador Ronaldo Caiado

Vamos recorrer ao Supremo Tribunal Federal da decisão de fatiar a votação das penas do impeachment. O artigo 52 é muito claro ao dizer que a pena de inabilitação de cargo público não é acessória. O impeachment pressupõe a cassação e a inabilitação. Não é possível alterar norma constitucional por meio de um destaque a um artigo da Carta Magna. Quer dizer que Dilma está cassada, mas pode assumir a um cargo de ministra de Estado, por exemplo. Vejam que absurdo! Ficou muito claro o acordão do PMDB com o PT. Agora, vamos analisar até que ponto o governo Temer está apto a propor medidas e atender os anseios da população. Como diz o ditado: o povo está com a pulga atrás da orelha.

Brasil Por 61 votos a 20, senadores afastam Dilma Rousseff e encerram ciclo de poder do PT

Processo que chega hoje ao fim se estendeu por oito meses pôs e encerrou maior hegemonia partidária da democracia brasileira
A presidente afastada, Dilma Rousseff, faz sua defesa durante sessão de julgamento do impeachment no Senado - 29/08/2016 (Ueslei Marcelino/Reuters)
O primeiro julgamento de Dilma Vana Rousseff se deu há 46 anos e foi imortalizado em uma fotografia que estampou a capa do extinto jornal Última Hora em 18 de novembro de 1970: aos 22 anos, a militante da luta armada contra a ditadura militar encara com uma firmeza triste o tribunal, enquanto os que a julgam escondem seus rostos da câmera. Dilma foi torturada e condenada a seis anos de cadeia, dos quais cumpriu 28 meses, até o final de 1972, no Presídio Tiradentes, em São Paulo. O segundo julgamento de Dilma Vana Rousseff encerrou-se nesta quarta-feira. Às 13h35 o painel do Senado Federal confirmou o já esperado veredicto: por 61 votos a 20, ela foi condenada por crime de responsabilidade – e definitivamente afastad…

Gleisi Hoffmann queima ao escutar Janaina citar Deus

Eu MORO no Brasil
Em tom autoritário e desrespeitoso, a senadora Gleisi Hoffmann não tolerou o fato de Janaína Paschoal, em uma passagem breve de seu discurso na manhã de hoje, ter citado o nome de Deus. Para a senadora, essa atitude é “lamentável”. Ao levantar a questão de ordem, a senadora logo foi colocada em seu lugar pelo presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski. O magistrado citou o artigo 133 da Constituição Federal para garantir as prerrogativas de Janaina Paschoal. Diz o 133: “O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.” Detalhe é que o artigo teve sua redação final proposta pelo então deputado Michel Temer. http://ow.ly/CnB9303JGJV

Urgente- Minoria no senado representaram denuncia contra o Procurador Julio Marcelo e Antonio Carlos Costa d'àvila

Por Rô Moreira

O Seandor Randolfe  e outros senadores que defendem Dilma Rosussef no senado,  avisou, que entraram com uma petição no MP  contra o procurador do Ministério Público no TCU Julio Marcelo e o auditor do tribunal Antonio Carlos Costa d'àvila, como falsa testemunha.




Os senadores  do PT, do PC do B e da Rede atacam e retaliam os servidores da União que comprovaram os crimes de responsabilidades fiscais de Dilma.
Eles não desistem, até amanhã estarão fazendo o diabo para que não saiam do poder.

Senador Requião anuncia início de guerra civil e manda 'prepararem as trincheiras'; veja

Por Rô Moreira

O senador Roberto Requião além de não honrar seu partido o PMDB, ele faz graves ameaças a população em plena tribuna do Senado.

Requião perdeu a noção do perigo, ou senso do ridículo, pois como senador não deveria deixar que sua paixão pelo Partido que nem é o seu, tomasse força no seu discurso.

A muito tempo Requião se comporta como um militante sem responsabilidade e apaixonado pelo PT. Chegando ao ponto de fazer ameaças de guerra civil se o impeachment de Dilma passar.
 Contudo as provas para a condenação da Presidente afastada são irrefutáveis e ela será condenada pelo conjunto da obra, algo que não foi possível ser julgado de maneira clara por uma questão de interpretação errônea e maldosa por parte  dos juristas, do STF e da própria defesa que substituíram o termo exercício da função para exercício do mandato, para assim justificar que os erros do primeiro mandato de Dilma, não poderiam ser levado em conta no segundo mandato como se eles não tivessem  nunca ocorr…

URGENTE: VICE DE JANOT RENUNCIA

Ela Wiecko acaba de deixar o cargo de vice-procuradora-geral da República. Sua situação ficou insustentável depois de revelar que Michel Temer está sendo delatado na Lava Jato. Wiecko fez tal afirmação à Veja, após ser questionada sobre a participação num protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff. Em nota à imprensa, a PGR confirmou que "Ela Wiecko pediu dispensa das funções do cargo de vice-procurador-geral da República". Rodrigo Janot já assinou a portaria de exoneração da procurador.
O Antagonista

Janaína Paschoal chora e faz gesto grandioso .

Imagem do Youtube


Janaían Paschoal na tribuna do senado se emocionou e desconstruiu todos os argumentos de Dilma Rousseff de ontem em seu julgamento. Janaína foi taxativa em seu discurso emocionante  que fez até o senador Cássio Cunha Lima chorar muito, e dizer, que ela conseguiu mexer muito com ele.

Janaína se emocionou  no final e pediu desculpas a Dilma Roussef, mesmo estando certa, sabe que está lhe  causando  muito sofrimento, embora não fosse o seu objetivo e que espera que um dia Dilma entenda que ela fez isso não só pensando no Brasil, mas também nos netos de Dilma.






ASSISTA O VÍDEO:  Veja também: Senador Aloysio humilha deputado 'dólar na cueca' após ele insultar Janaína Paschoal

Governo pressiona para evitar que fim de sessão seja dividido em duas partes

GUSTAVO URIBE E VALDO CRUZ BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - 





Com o risco do processo de impeachment ser encerrado apenas na tarde de quarta-feira (31), o governo interino de Michel Temer mobilizou a base aliada para tentar antecipar a conclusão para o final da noite desta terça-feira (30). O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, afirmou que a votação deve ocorrer somente na quarta, uma vez que pretende separar a fase dos discursos da etapa do julgamento. Para acelerar a sessão parlamentar, o Palácio do Planalto tem entrado em contato com parlamentares da base aliada para que eles abram mão de discursos na fase final e tem pressionado o Senado Federal a evitar que a análise seja dividida em duas fases. O presidente interino também tirou a manhã desta terça-feira (30) para fazer telefonemas na tentativa de reforçar o pedido e barrar ofensiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que atua para reverter votos para a sua sucessora, Dilma Rousseff. A expectativa …

Temer rebate Dilma Atacado pela presidente afastada, interino afirma que a petista levantou falsas acusações contra seu governo

O presidente em exercício, Michel Temer recebe os medalhistas e atletas olímpicos que disputaram os Jogos Olímpicos do Rio, neste mês, em evento no Palácio do Planalto, em Brasília (DF) - 29/08/2016 (Adriano Machado/Reuters) O presidente em exercício Michel Temer divulgou nota na noite desta segunda-feira para rebater as acusações da presidente afastada Dilma Rousseff, que associou o governo interino à perda de direitos trabalhistas e ao fim de programas sociais durante sua defesa no Senado. A seguir, confira a íntegra do documento: O debate no Senado Federal sobre o processo de impeachment gerou falsas acusações de retirada de direitos sociais, previdenciários e trabalhistas pelo Governo Federal aos cidadãos brasileiros. Não é verdade que se debata a estipulação de idade mínima de 70 ou 75 anos aos aposentados; não será extinto o auxílio-doença; não será regulamentado o trabalho escravo; não há privatização do pré-sal e não se cogita revogar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). E…

Suplente Petista AGRIDE Joice Hasselmann no Senado Federal - Julgamento do Impeachment 29/08

Rô Moreira
Hoje estamos vivendo uma guerra literal na política, podemos vê isso claramente no nosso dia dia.

O que partidos de esquerdas provocam em cada cidadão honesto que trabalha, e que desejam um país melhor para todos, é um sentimento horrível de repulsa.

Não tem como se segurar quando eles se valem do cargo exercido, até quando suplentes se sentem afligidos ao se depararem com o contrário e não medem esforços para provocar quem quer que seja, com fins de tirar as pessoas do eixo para a posteriori se fazerem de vítimas como é de praxe neste partidinho.   Basta ver como a presidente afastada se comportou ontem, colocando a culpa em tudo e todos pelo desastre do seu governo, nunca neles mesmos. Essa provocação desnecessária a Jornalista Joice Halsseman pelo  suplente Wilmar Larcerda de um senador que já presidiu o PT no DF na saída do Senado Federal no final do julgamento de Dilma Rousseff, ontem dia ( 29/08). Só confirma o que todos nós  já sabemos, que  a esquerda, fala-se tanto…

Nem Chico Buarque aguentou

Ilustre convidado de Dilma abandonou sessão em que presidente afastada apresenta defesaVeja Abril
Por Felipe FrazãoRodrigo Rangel access_time29 ago 2016, 17h17 Política O ex-presidente Lula e o cantor e compositor Chico Buarque, acompanham o discurso da presidente afastada Dilma Rousseff no plenário do Senado Federal - 29/08/2016 (Ueslei Marcelino/Reuters)


O cantor e compositor Chico Buarque abandonou a enfadonha sessão de interrogatório da presidente afastada Dilma Rousseff no Senado Federal na tarde desta quinta-feira. O mais badalado convidado de Dilma saiu das galerias do Senado, de onde acompanhava as explicações da presidente e seu discurso de defesa ao lado do ex-presidente Lula. Já não usava mais os óculos de sol, mas ainda tinha a camisa aberta, sem gravata. Ele afirmou que Dilma “se saiu bem”, mas reconheceu ser “difícil” reverter a previsão de derrota. O cantor argumentou que estava indo embora antes porque tinha um voo e não parou para dar entrevistas a jornalistas.

"Respostas evasivas"

Brasil29.08.16 13:03
Aécio Neves diz que Dilma deu respostas evasivas e em nada conseguirá interferir no resultado do julgamento final. Ele será o primeiro a perguntar no retorno do intervalo.

Discurso emocional?

O AntagonistaBrasil29.08.16 13:09
Magno Malta ironizou a expectativa de que Dilma faria um discurso emocional. "É sério que vocês esperavam um discurso emocional da Dilma? É querer que chova para cima..."

Dilma quer transformar defesa no senado em micareta. Chico Buarque será convidado de honra da petista

BRASIL 28/08/2016 O cantor Chico Buarque, petista ‘roxo’ e defensor da futura ex-presidenta Dilma Rousseff, estará presente na sessão de amanhã (29) no Senado

Chico deverá comparecer ao senado para ouvir o mi-mi-mi de Dilma Rousseff, que apresentará sua defesa pessoalmente perante toda a nação.
Trinta e cinco convidados acompanharão a defesa da petista, segundo informação do Globo. O cantor deverá ficar na tribuna do Senado, local reservado aos convidados da presidenta afastada. Será que vai ter show?
Diário do Brasil

Lula acha que é Deus! Petista desembarca em Brasília e diz que quer ver o Judas Iscariotes de frente

26/08/2016
O ex-presidente Luiz Inácio desembarcou nesta tarde em Brasília para acompanhar o depoimento da presidente afastada Dilma Rousseff no Senado

O líder do PT no senado disse que “o ex-presidente está ansioso a acompanhar o depoimento na próxima segunda-feira (29)”.
publicidade

Acompanhado pelo ex-governador e ex-ministro Jaques Wagner, Lula estava extremamente abatido.

Ele não poderá assistir o discurso de Dilma de dentro do plenário […] ficará na parte externa.

No domingo (28) o petista irá participar de mobilizações promovidas pela CUT na capital federal.

Em recente entrevista à BBC, ele disse que irá “se colocar diante de Judas Iscariotes”.

O nome do tal ‘Judas’ não foi citado diretamente, mas pelo que tudo indica trata-se de Michel Temer, o presidente interino.

Lula não bate muito bem dos pinos […] se ele quer ver Judas, é só se colocar diante de um espelho.

Nem precisa ir para Brasília.
Diário do Brasil

Vídeo em que petistas são humilhados ao tentarem pedir voto em bairro viraliza na web; veja

Um vídeo que mostra cabos eleitorais do PT sendo expulsos de um bairro está fazendo sucesso nas redes sociais. Assista:

Delegado faz alerta e revela que o PT está oferecendo 2 ministérios para cada senador que mudar voto; veja vídeo

O deputado Fernando Franscischini comenta denuncias de que o PT estaria oferecendo dois ministérios a cada senador que se proponha a mudar o voto no impeachment de Dilma.
Segundo o deputado, o senador que aceitar tal proposta será "pior que assaltante e traficante de drogas". Assista:

'Dilma é quem vai dar o tom', dizem senadores sobre depoimento

Alan Marques/FolhapressSenadores do PSDB e do DEM se encontraram no espaço da liderança tucana no SenadoDANIELA LIMA
DE BRASÍLIA 28/08/2016  12h43 - Atualizado às 13h23PUBLICIDADE
Senadores de partidos como o PSDB, DEM e PP dizem que pretendem priorizar o debate técnico e respeitoso, mas que, no final, é a presidente afastada Dilma Rousseff quem vai "dar o tom" do embate com seus adversários políticos durante sua fala no julgamento do impeachment, nesta segunda (29), no Senado.
Os parlamentares que fazem oposição ao PT se reuniram na manhã deste domingo (28) para tentar definir uma estratégia linear de atuação durante os questionamentos que farão à petista.
Há grande preocupação em não errar durante o embate para não dar à presidente afastada a chance de se "vitimizar" durante sua fala. Apesar disso, eles tentaram minimizar o potencial do discurso de "virar votos" no plenário.
"Caberá a ela dar o tom, se manifestar, e acredito que o fará com o mais ab…

“Ela teria sido uma mãe perfeita para alguém que estivesse realmente doente”

Nos sete anos antes do assassinato, Dee Dee e Gypsy Rose Blancharde moraram num pequeno bangalô cor-de-rosa na rua West Volunteer Way, em Springfield, Missouri, Meio-Oeste dos Estados Unidos. Elas eram queridas pelos vizinhos. “‘Doce’ é a palavra que eu usaria”, me disse uma amiga de Dee Dee não faz muito tempo. Depois de conhecer a dupla, era impossível esquecê-las.
Dee Dee tinha 48 anos e era originalmente do estado da Louisiana, no sul do país. Ela era uma mulher grande e afável, traços realçados pelas roupas coloridas que gostava de usar. Dee Dee tinha cabelo castanho encaracolado e gostava de prendê-lo com fitas. Quem a conheceu lembra de uma amiga generosa com seu tempo e, quando possível, com dinheiro. Ela fazia amigos com facilidade e inspirava devoção profunda. Dee Dee não trabalhava: cuidava da filha adolescente, Gypsy Rose, em tempo integral.
Gypsy era pequenininha, talvez 1,5m de altura, ou pelo menos esse é o palpite dos vizinhos. Ela estava presa a uma cadeira de rodas. …