Subscribe:

6 de agosto de 2016

Marco Feliciano quebra o silêncio - Com a esposa, Feliciano diz confiar na Justiça e diz perdoar Patrícia Lélis

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) resolveu se posicionar a respeito das acusações feitas contra ele pela jornalista Patrícia Lélis e afirmou que não havia comentado o caso porque sofre com boatarias diariamente.
A mudança de postura em relação ao caso se deu após o registro do Boletim de Ocorrência (B.O.) pela jornalista que supostamente teria sido vítima de um estupro. De acordo com o pastor, o episódio passou a ser real, e com a chamada de seu chefe de gabinete para prestar depoimento, era necessário que ele se posicionasse.
No vídeo, Feliciano está acompanhado de sua esposa, pastora Edileusa, e diz confiar na Justiça divina e terrena.
O pastor pontua ainda que perdoa Patrícia Lélis, mesmo ela tendo tocado em sua família, mas que ao mesmo tempo, espera que ela seja responsabilizada por falsa comunicação de crime. “A Justiça dos homens inúmeras vezes já me inocentou mesmo depois de eu ter sido escrachado publicamente, porque isso já aconteceu outras vezes, e com o passar do tempo, as pessoas viram a verdade”, disse Feliciano, que frisou contar com o apoio da esposa e se emocionou ao falar das filhas.
Confira a íntegra da declaração de Marco Feliciano e assista ao vídeo:
Amigos e irmãos, eu estou aqui para falar, finalmente, do que aconteceu essa semana. Não me pronunciei antes porque no começo era só um blog comentando e o vídeo da suposta vítima desmentindo. Por isso fiquei em silêncio. Boataria eu sofro todos os dias.
Mas a partir de ontem teve um caso novo. Teve um fato novo, que foi um boletim de ocorrência. Também resolvi não falar na hora, para ter acesso ao boletim, para não cometer nenhum tipo de injustiça. Depois que eu tive acesso ao B.O., eu quero dizer aqui para vocês que eu tenho plena confiança na Justiça divina e na Justiça dos homens.
A Justiça dos homens inúmeras vezes já me inocentou mesmo depois de eu ter sido escrachado publicamente, porque isso já aconteceu outras vezes, e com o passar do tempo, as pessoas viram a verdade. Pena que quando vão acusar, dão total apoio, páginas dos jornais, e depois que acontece o lado contrário, quando a pessoa é inocentada, não dizem mais nada. Mas isso faz parte da nossa história do Brasil, não é?
Eu já me coloquei à disposição da Justiça, para colaborar com provas que vão provar a minha inocência nesse caso. Eu quero dizer a todos vocês que embora eu esteja com o coração quebrado, embora esteja machucado, com a minha família toda sofrendo, eu não vou julgar essa moça. Eu perdoo ela. Embora eu espere que ela seja responsabilizada pela falsa comunicação de crime, eu perdoo ela. Perdoo um ser que tocou na família, que tocou na estrutura de um homem como eu, que sou religioso. E como nunca conseguem me pegar em nada nesse país, não sou corrupto, não sou uma pessoa má, agora tocaram no meu moral.
Eu tenho certeza que a Justiça vai vir à tona. Eu não tinha conhecimento sobre o que estava acontecendo com o meu assessor, e eu espero falar com ele na segunda-feira – ele está com a família dele, eu estou a 500 quilômetros de São Paulo. Eu só sei que ele não foi preso, ele foi convidado a prestar depoimento, e depois do depoimento que ele prestou ele foi solto, pela mesma porta que entrou, ele saiu. Então, ele não está preso.
Eu quero aproveitar esse momento também para agradecer a minha família, que está aqui comigo, a minha esposa. Esse ano a gente completa 24 anos de casados. Não são 24 dias, não são 24 semanas, são 24 longos anos. Nesses 24 longos anos, nós sofremos muitos vendavais. Você que me conhece da vida pública conhece só o fato de 2013. Quem me conhece da vida religiosa sabe como eu sofro há muitos e muitos anos. Mas, até aqui Deus tem nos ajudado, até aqui a mão de Deus tem sido sobre nós.
Eu aprendi uma coisa: o amor suporta tudo. E nesse momento as pessoas mais interessadas no caso estão do meu lado, que são as três filhas e a Edileusa, que está aqui do meu lado. A minha filha mais velha, que é a que mais tem noção das coisas, chegou de viagem hoje de madrugada e veio aqui e me deu um abraço. Um abraço que ela não queria me soltar mais. Esse abraço da minha filha mostra tudo aquilo que eu esperava. Mostra que as pessoas que eu amo acreditam em mim.
Eu quero contar com as suas orações, quero pedir que você que é meu irmão em Cristo, que acredita em mim, que continue acreditando. Vou pedir para você que não acredita em mim que não me condene antes do tempo, tá bom? O tempo é senhor de tudo e Deus é Senhor do tempo. Com o tempo, as provas vão vir e você vai ver que tudo isso não passa de uma grande farsa, de um grande engodo. Eu volto para falar com vocês assim que eu tiver mais novidades, tá bom? Um beijo no coração de todos, amo vocês.


Gospel +

2 comentários:

MarlonLeitte disse...

Isso foi armação dos esquerdopatas... Montagem de quinta categoria... Admiro essa cara demais. Ele é sujeito que tem palavra. Eles odeiam (os esquerdistas ) desde quando ele assumiu a comcomissão dos Direitos Humanos,e mmesmo com toda pressão não renunciou.Ele mostrou que quem não deve, não teme.#FechadoComFeliciano

MarlonLeitte disse...

Isso foi armação dos esquerdopatas... Montagem de quinta categoria... Admiro essa cara demais. Ele é sujeito que tem palavra. Eles odeiam (os esquerdistas ) desde quando ele assumiu a comcomissão dos Direitos Humanos,e mmesmo com toda pressão não renunciou.Ele mostrou que quem não deve, não teme.#FechadoComFeliciano

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...