Pular para o conteúdo principal

Em dois vídeos, pessoas fazem compras usando papel em branco no lugar de dinheiro. Como assim?



Num, um casal religioso não conseguiu efetuar o "pagamento".
Noutro, um mágico prova que é possível enganar os vendedores. Entenda.


Por: da Redação 22/09/2016 às 17:33


Em dois vídeos que viralizaram, indivíduos tentam realizar compras utilizando papel em
 branco como forma de pagamento. Sim, você não leu errado, é isso mesmo. Num, de 
origem brasileira, ocorreu o óbvio: a artimanha não funcionou. Noutro, inglês, deu certo.
 Mas como caíram nessa?

Comecemos pela tentativa falha. Na última segunda-feira (19), em um posto em Caçapava,
no interior de São Paulo, um frentista se espantou (também, pudera!) quando um casal 
ofereceu um pedaço de papel como forma de pagamento por uma conta de 115 reais, 
referente à gasolina usada para abastecer seu carro. A justificativa dada para a atitude – no 
mínimo – bizarra: o tal sulfite seria “sagrado”, por ter sido supostamente ungido por um
 pastor. A reação do frentista foi a esperada: ele, acompanhado do gerente do 
estabelecimento, chamou a polícia.

Confira no vídeo abaixo:

O inusitado é que, mesmo em frente às autoridades, o casal continuou a insistir que o papel 
“sagrado” teria valor monetário.Depois de certa discussão, um dos policiais concluiu: 
“Olha aqui,minha senhora, se isso não virar 100 reais em 10 minutos, eu te levo presa”. 
O papel não virou dinheiro, evidentemente.
Contudo, o gerente do posto aceitou a devolução da gasolina,que foi retirada do veículo.
 Com essa resolução, não se registrou boletim de ocorrência e o casal foi liberado – para 
os policiais, os dois teriam tomado a atitude estranha não por safadeza, mas, sim, por 
 “inocência”. Ao contrário deles, entretanto, há aqueles que têm sucesso com a estratégia,
 digamos, malandra. Caso do ilusionista inglês Darren Brown. Em um vídeo, que 
viralizou em 2007, ele enganou dois comerciantes pagando por produtos com uma folha 
em branco (essa não era “sagrada”, vale dizer). Um deles, um vendedor de joias, entregou 
 um anel no valor de 4 500 dólares em troca do sulfite mágico. Assista (em inglês):
Como ele fez isso? Em outro vídeo, o youtuber Lex Deville, que mantém o canal
 Daily Mind Control, explica o truque. Segundo ele, o ilusionista usou de hipnose 
para fazer com que os funcionários acreditassem que as folhas de papel eram 
notas de dinheiro.De acordo com Deville, o colega Brown confundiu a mente 
dos balconistas, por meio de uma técnica que se apoia em uma série de 
perguntas sem sentido. Depois, o ilusionista testou a atenção dos funcionários, 
até colocá-los em um estado de hipnose. Com isso, conseguiu condicionar em seu 
“alvo” uma resposta  automática para quando ele, o “cliente”, entregasse o papel. 
No momento da compra, o vendedor se sentiu compelido a apenas responder 
“Tome, tome isso, está tudo certo!”.
Confira a explicação (em inglês):
Mesmo após vender o produto em troca de papel, o vendedor continuou a não entender que
 foi enganado. Finalizou Deville, em um alerta: “Para você também não se tornar uma vítima
 do ilusionismo, é preciso aprender a detectar (a mágica)”. Isso quando o papel não é 
“sagrado”, claro.

Veja Abril.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileiros são acusados de machismo e racismo na Copa da Rússia

Em vídeo viral, um grupo de homens se aproveita do fato de uma jovem russa não saber português para assediar a moça





A Copa da Rússia mal começou e algumas atitudes de torcedores brasileiros provocaram reações inflamadas na internet. Em um vídeo publicado na noite de sábado (16/6), alguns homens se aproximaram de uma jovem estrangeira, aparentemente russa, e fizeram uma gravação com ela. Nas redes sociais, o ato foi apontado como uma demonstração de machismo e racismo. Entre outros impropérios, o grupo cantou “essa buceta é bem rosinha”, referindo-se à cor da mulher. A moça, que obviamente não entende uma única palavra em português, cantou junto a eles, sem ter noção do desrespeito. A objetificação pela qual a estrangeira passa – uma pessoa é reduzida aos órgãos genitais – foi considerada ofensiva pelos internautas. Além do machismo alarmante, tendo em vista que um grupo de adultos achou por bem fazer comentários grotescos sobre o corpo de uma desconhecida na rua, há indícios de racismo…

Veja a lista dos deputados que querem uma CPI para acabar com a Lava Jato

O PT está no centro da articulação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar a suposta venda de “proteção” em delações premiadas por parte de advogados e delatores. Trata-se da "CPI das delações", com potencial para afetar os trabalhos da operação Lava Jato e até extingui-la. 

Segundo o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), trata-se de uma investigação sobre a "indústria da delação". Os pontos de partida serão as delações dos doleiros Vinícius Claret, o Juca Bala, e Cláudio de Souza, integrantes do esquema comandado por Dario Messer, chamado de “doleiro de todos os doleiros”, que acusam o advogado Antonio Figueiredo Basto, um dos maiores especialistas do País em colaborações premiadas, de cobrar uma “taxa de proteção” de US$ 50 mil mensais (cerca de R$ 185 mil) de outros integrantes do esquema entre 2005 e 2013.
Veja quem são os deputados que assinaram o pedido: 


URGENTE: Fachin pede para 2ª Turma julgar mais um pedido de liberdade de Lula no dia 26

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu para ser incluído na pauta  do dia 26 o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  O julgamento será na Segunda Turma, integrada por cinco ministros. Caberá ao presidente  do colegiado, Ricardo Lewandowski, marcar uma data para o recurso ser analisado.  No recurso, a defesa do petista pede o efeito suspensivo da condenação do Tribunal  Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) até que os recursos sejam julgados.
Fachin tinha pedido à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, um parecer sobre o  assunto. Essa manifestação ainda não chegou ao STF. Na segunda-feira, Fachin recebeu o  advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, em audiência. O advogado pediu rapidez no  julgamento do recurso.
Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo TRF-4 por corrupção passiva  e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá. Ele cumpre a pena desde o  início de abril na Superintendência da Polícia Federal…