Subscribe:

7 de outubro de 2016

O que é boato e o que é verdade sobre Crivella e Freixo na batalha virtual

Bernardo Barbosa e Gustavo Maia
Do UOL, em São Paulo e no Rio

Crivella (à esquerda) e Freixo (à direita) são alvos de boatos na web
  • Crivella (à esquerda) e Freixo (à direita) são alvos de boatos na web
Com o início do segundo turno nas eleições para a Prefeitura do Rio de Janeiro, ganharam força os ataques aos candidatos Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL), que vão disputar o pleito no próximo dia 30. Entre eles, a relação tem sido cordial desde o começo da campanha. Nas redes sociais, no entanto, o compartilhamento de boatos sobre ambos se prolifera.
Nesta quinta-feira (6), o candidato do PSOL lançou um site chamado "A verdade sobre Freixo". Ele também costuma usar suas redes sociais para rebater mentiras. "É muito lamentável que, em pleno século 21, determinadas forças políticas que parecem viver no século 14 ainda estejam promovendo esse tipo de baixaria política. Inventando coisas, criando perfis falsos, inventando a minha voz. O nome disso é crime", afirmou.
Desde o primeiro turno, Crivella mantém em seu site oficial uma seção para desmentir boatos. Até o momento, a página intitulada "Verdades x Mentiras" lista dez itens. Apenas um deles --"Marcelo Crivella é ficha limpa?"-- foi classificado como verdadeiro, acompanhado de um certificado de "nada consta" do STF (Supremo Tribunal Federal). 
Mas nem toda polêmica envolvendo Crivella e Freixo se trata de boato. Os dois candidatos têm posições claras e públicas sobre temas controversos, como o casamento gay e o projeto "Escola Sem Partido". Veja abaixo o que é boato e o que é fato sobre os dois candidatos na disputa para ser prefeito do Rio.

Crivella falou mal de negros?

Boato. Em um vídeo divulgado na internet, Crivella aparece dizendo que "negros só gostam de cachaça, prostíbulo e macumba". Trata-se de uma edição tendenciosa do conteúdo. No site do candidato, há um outro vídeo com o contexto da fala, em que o senador diz a frase como algo que ouviu de outra pessoa quando viveu na África.
Reprodução
Imagem compartilhada nas redes sociais atribui a Freixo falsa declaração

Freixo defende bandidos?

Boato. Circula nas redes um vídeo editado de um discurso do candidato, no qual ele defenderia anistia a bandidos. Freixo costuma afirmar que apenas defende o cumprimento das leis, com a garantia de direitos humanos mesmo para infratores, sem que isso implique ausência de punições por crimes cometidos.

Crivella é a favor do Escola Sem Partido?

Verdade. No último debate do primeiro turno, realizado pela TV Globo, Crivelladisse querer uma "escola sem partido", segundo ele "sem ideologias, com liberdade, onde as pessoas possam desenvolver seu talento e sejam bem assistidas".

Freixo é a favor do casamento gay?

Verdade. O candidato já se manifestou em diversas ocasiões, nas redes sociais, a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo e tem propostas em seu programa de governo voltadas especificamente para a comunidade LGBT, como, por exemplo, criar um Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT.

Crivella é sobrinho de Edir Macedo, líder da Universal?

Verdade. Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho do líder da instituição, Edir Macedo. Em seu site, o candidato do PRB afirma que "nunca sofreu nenhum tipo de influência de grupos ou líderes religiosos".

Freixo defende a descriminalização da maconha?

Verdade. Ao UOL, o candidato do PSOL disse ser a favor da legalização da maconha e do tratamento da droga como questão de saúde pública. No debate promovido pela RedeTV! no primeiro turno das eleições, Freixo defendeu um "debate mais profundo sobre a legalização das drogas". Frisou, entretanto, que esta não é uma atribuição do prefeito. As decisões sobre o tema cabem ao Congresso Nacional.

Crivella vai cobrar ingresso no Parque Madureira?

Boato. Não há no programa de governo do candidato qualquer plano para que a entrada no parque, situado na zona norte da cidade, seja paga. A única menção ao espaço no documento é a criação, "até o final de 2019, de um Parque entre Bangu e Campo Grande [na zona oeste] com área, atrações e características iguais" aos de Madureira. Nas redes sociais, é possível encontrar mensagens de moradores da cidade questionando se o plano é real. "Cobrar taxa de entrada é um absurdo e jamais faríamos isso", diz o senador em seu site oficial.
Divulgação
O Parque Madureira, no bairro de mesmo nome, foi inaugurado pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB)

Freixo vai acabar com a PM?

Boato. Apesar de já ter se manifestado diversas vezes a favor da desmilitarização da Polícia Militar, o candidato do PSOL não teria condição de, como prefeito, intervir ou acabar com a corporação. "As polícias são de competência do governo estadual, e não do município", afirma Freixo no site criado para desmentir boatos.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...