Pular para o conteúdo principal

Reviravolta: pais entram com ação no MPF contra o Colégio Pedro II







psx_20161019_114354


Date: outubro 19, 2016Author: Pe. Augusto 


Rio de Janeiro – 19 out, 2016 – Essa semana o MPF recebeu uma enxurrada de denúncias contra a atual reitoria do Colégio Pedro II e a direção das unidades. Tudo isso se deve ao fato da liberação da saia tanto para meninos quanto para meninas, a promoção da ideologia do gênero através de ações da reitoria e a doutrinação comunista descarada, inclusive com a ocupação de uma das unidades para fazer manifesto esquerdista com retratos de ditadores assassinos como heróis e regimes totalitários como se fossem a salvação das gentes. Nesse evento, que se estende com a ocupação, os jovens são incitados à revolução popular com grandes vivas a China Maoísta e a antiga URSS assassina.


Tiraram as medidas erradas, e agora estão numa grande saia justa. Responsáveis pelo Colégio já foram intimados, alguns compareceram ao MPF para serem ouvidos. Porém a irreverência aos pais continua. Alguns dos intimados andam berrando na internet contra os pais dos alunos achando absurdo eles entrarem com uma ação na justiça contra o colégio. O pavor tomou conta daqueles que achavam que podiam fazer o que quisessem com os filhos dos outros. Mesmo assim eles agem como se os alunos fossem suas propriedades particulares querendo torná-los soldadinhos de suas guerras insanas pondo-os contra os pais se preciso for.

Uma das intimadas, de nome Magda Furtado, relatou por vídeo em seu Facebook (Veja o Post) a ação do MPF para o seu desgosto.

























Uma mãe, que não pode ter sua identidade revelada para não atrapalhar as investigações, relatou que seu filho foi pressionado a concordar com um posicionamento acerca da ideologia do gênero. O aluno lhe resistiu dizendo: “Eu não concordo com você e não penso diferente do que minha mãe me ensinou”. A professora então disse: “O que você está fazendo nesse colégio? Por que não sai daqui e arruma outro?”. O jovem respondeu: “Não vou sair. E minha mãe vai lutar até o fim para eu ficar aqui”. Nem todos os pais ainda foram ouvidos, e alguns ainda têm audiência marcada para os próximos dias. Além deles, também ex-alunos foram ao MPF e serão ouvidos. O caldo vai engrossar! A verdade é que os integrantes do MPF não estão nada satisfeitos em verem pais chorando a sua porta por investirem tudo na educação de seus filhos para depois lhes roubarem seus meninos afim de opô-los à própria família e serem arrastados para o meio de lutas ideológicas, políticas e que eles não tem maturidade suficiente para julgar como boas ou más por serem facilmente manipulados. Ainda que saibamos que todo o trâmite decorrido na justiça tenha certa morosidade, vai acabar muito mal para o lado dos responsáveis do CP II. Afinal, ter procuradores na cola é ter a vida vasculhada, não é mesmo? E o que pode aparecer? Quais são os conluios internos e externos? Talvez o calango seja um dragão enorme. Contudo, os procuradores estão acostumados a entrar nas cavernas onde se escondem os que se acham espertos e o buraco como de um toca os instiga a ir além das aparências de uma mera toca. Há pessoas que não entenderam ainda o tempo em que vivem: a malandragem acabou! Não se pode mais fazer o que se quer com os outros ou com o que é deles sem estar ao alcance de uma sociedade que monitora tudo e vai até as vias de fato na execução da justiça pelos meios legais. Continuaremos acompanhando e em breve atualizaremos sobre mais informações do caso CP II.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileiros são acusados de machismo e racismo na Copa da Rússia

Em vídeo viral, um grupo de homens se aproveita do fato de uma jovem russa não saber português para assediar a moça





A Copa da Rússia mal começou e algumas atitudes de torcedores brasileiros provocaram reações inflamadas na internet. Em um vídeo publicado na noite de sábado (16/6), alguns homens se aproximaram de uma jovem estrangeira, aparentemente russa, e fizeram uma gravação com ela. Nas redes sociais, o ato foi apontado como uma demonstração de machismo e racismo. Entre outros impropérios, o grupo cantou “essa buceta é bem rosinha”, referindo-se à cor da mulher. A moça, que obviamente não entende uma única palavra em português, cantou junto a eles, sem ter noção do desrespeito. A objetificação pela qual a estrangeira passa – uma pessoa é reduzida aos órgãos genitais – foi considerada ofensiva pelos internautas. Além do machismo alarmante, tendo em vista que um grupo de adultos achou por bem fazer comentários grotescos sobre o corpo de uma desconhecida na rua, há indícios de racismo…

Veja a lista dos deputados que querem uma CPI para acabar com a Lava Jato

O PT está no centro da articulação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar a suposta venda de “proteção” em delações premiadas por parte de advogados e delatores. Trata-se da "CPI das delações", com potencial para afetar os trabalhos da operação Lava Jato e até extingui-la. 

Segundo o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), trata-se de uma investigação sobre a "indústria da delação". Os pontos de partida serão as delações dos doleiros Vinícius Claret, o Juca Bala, e Cláudio de Souza, integrantes do esquema comandado por Dario Messer, chamado de “doleiro de todos os doleiros”, que acusam o advogado Antonio Figueiredo Basto, um dos maiores especialistas do País em colaborações premiadas, de cobrar uma “taxa de proteção” de US$ 50 mil mensais (cerca de R$ 185 mil) de outros integrantes do esquema entre 2005 e 2013.
Veja quem são os deputados que assinaram o pedido: 


URGENTE: Fachin pede para 2ª Turma julgar mais um pedido de liberdade de Lula no dia 26

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu para ser incluído na pauta  do dia 26 o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  O julgamento será na Segunda Turma, integrada por cinco ministros. Caberá ao presidente  do colegiado, Ricardo Lewandowski, marcar uma data para o recurso ser analisado.  No recurso, a defesa do petista pede o efeito suspensivo da condenação do Tribunal  Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) até que os recursos sejam julgados.
Fachin tinha pedido à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, um parecer sobre o  assunto. Essa manifestação ainda não chegou ao STF. Na segunda-feira, Fachin recebeu o  advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, em audiência. O advogado pediu rapidez no  julgamento do recurso.
Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo TRF-4 por corrupção passiva  e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá. Ele cumpre a pena desde o  início de abril na Superintendência da Polícia Federal…