Subscribe:

10 de outubro de 2016

Teoria de que assalto foi cometido por guerrilha comunista vai se confirmando




A Polícia Civil diz ter descoberto que os fuzis AK-47 usados no mega-assalto à empresa de transporte de valores Prosegur, em Ribeirão Preto (SP), há três meses, entraram no país pela Venezuela. Ao todo, 20 fuzis e duas metralhadoras ponto 50 já foram apreendidos.
Segundo o delegado, a polícia também descobriu que a quadrilha responsável pelo mega-assalto é formada por grupos menores, que não se conhecem e nem se comunicam. Cada um deles ficou responsável por um tipo de atuação.
A ação, na madrugada de 5 de julho, durou cerca de uma hora. A PM estima que 40 homens tenham explodido o prédio da Prosegur e usado 15 veículos – três foram queimados e outros sete abandonados em um canavial.
Há cerca de 3 meses, um texto que circulou na web chamou atenção para este tipo de assalto. Assinado supostamente pelo General Sardenberg, o texto destacava que “a época das vacas gordas, do dinheiro fácil, das propinas, dos financiamentos não ostensivos, pelo menos por enquanto, parece ter estancado. Grupos radicais que antes eram beneficiados estão sentindo o risco próximo. Precisam de dinheiro, senão serão extintos. Alguns Movimentos Sociais chegaram a um estágio planejado das suas utopias que não podem se enfraquecer por falta de suporte financeiro. Se uma fonte secou, vamos retirar da burguesia.”
A teoria é de que, como o assalto aos cofres públicos foram de certa forma estancados, os colarinhos brancos passaram a investir no modo a mão armada.

Notícias Brasil online
http://www.noticiasbrasilonline.com.br/politica/teoria-de-que-assalto-foi-com2etido-por-guerrilha-comunista-vai-se-confirmando/

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...