Pular para o conteúdo principal

Sergio Moro não é réu na ONU Notícia falsa afirma que juiz da Lava Jato será julgado internacionalmente por ter determinado condução coercitiva do ex-presidente Lula

Juiz federal Sérgio Moro durante encontro em Curitiba - 24/10/2016 (Rodolfo Buhrer/Reuters)

Circula por redes sociais, grupos de WhatsApp e sites noticiosos de reputação duvidosa, como Folha.Digital e O Cafezinho, a informação de que o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, teria se tornado réu na Organização das Nações Unidas (ONU) em decorrência de uma reclamação feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“Os réus, agora em âmbito internacional, passaram a ser o juiz Sérgio Moro e o Judiciário brasileiro. O juiz, se condenado, ganha o status de criminoso internacional contra os direitos humanos”, “informa” o dublê de notícia, que conseguiu 153.000 curtidas na página do Cafezinho no Facebook.
Notícia falsa sobre o juiz Sergio Moro
Notícia falsa sobre o juiz federal Sergio Moro (Reprodução)
O truque de ilusionismo dos autores e propagadores do texto parte de uma informação verdadeira: o ex-presidente protocolou uma petição na ONU contra Moro por supostas violações a seus direitos humanos na condução coercitiva de que o petista foi alvo, em março de 2016, e na divulgação do conteúdo dos grampos telefônicos que o flagraram em conversas com a ex-presidente Dilma Rousseff, entre outros peixes grandes da política nacional.
Para colocar Moro no banco dos réus, além disso, os responsáveis pela criação da mentira distorcem outra notícia verdadeira: a de que o Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (Acnuh) formalizou, em outubro, o recebimento da petição de Lula e pediu ao governo brasileiro “informações ou observações relevantes à questão da admissibilidade da comunicação”.
A formalização do recebimento da reclamação do petista não significa, contudo, que o mérito da ação foi aceito. A bem da verdade, a porta-voz da ONU, Elizabeth Throssell, esclarece: “O processo de registro é essencialmente uma formalidade e não implica em nenhuma expressão ou decisão do Comitê sobre a admissibilidade ou os méritos da queixa”.
Não passa de lorota, portanto, a informação de que Sergio Moro é “réu” na ONU. Já a de que Lula é réu em cinco ações penais na Justiça Federal…

Veja Abril

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Janaína Paschoal disse: " Se essa dupla acontecer será pra revolucionar o país" na chapa com Bolsonaro

Disse janaína à rádio Eldorado, sobre a possibilidade de ser vice na chapa de Jair Bolsonaero.

E mais: "Se essa dupla não consegue mudar o Brasil, ninguém consegue. São duas pessoas de personalidade muito forte. Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o país , seria algo significativo."
Sequer conhece o Bolsonaro pessoalmente.

Segundo o Antagonista a decisão de topar ou não a vaga- se o convite acontecer de fato- é "séria demais" e demandaria "um longo diálogo com o candidato".
(Convite aceito)

Discurso de Janaína Paschoal causou pânico no establishment

O discurso de Janaína Paschoal na convenção do PSL, que lançou Jair Bolsonaro na disputa pela presidência da República, causou pânico na grande mídia e na esquerda, ou seja, no establishment. 
Foi notável que logo após a fala da jurista no evento, a grande mídia tratou de tentar joga-la contra o partido. Teve grande mídia dizendo que ela irritou aliados. Teve outra dizendo que ela criticou os eleitores de Bolsonaro.  No entanto, como já estamos cansados de saber, quando a grande mídia critica algo, é porque esse é o caminho certo.  Filipe Martins, no Twitter, explicou o porquê deste discurso ter incomodando tanto a velha imprensa. 
Confira em 7 tuítes:




Filipe G. Martins@filgmartin  · 
1. O discurso da Janaína está cumprindo um papel importante na transição da campanha do Deputado Jair Bolsonaro.

Toffoli manda recado a Zanin

Zanin conseguiu angariar a antipatia generalizada e hoje é um estorvo na defesa do meliante Lula.O ministro Dias Toffoli está disposto a apagar a pecha que lhe foi impregnada de ‘petista’.

De antemão, usou o jornal Folha de S.Paulo para mandar um recado com endereço certo. O advogado Cristiano Zanin.

Caso ele assuma o plantão do Supremo Tribunal Federal (STF), não adianta entrar com habeas corpus em favor do ex-presidente Lula. Ele não concederá liminar, em hipótese alguma.

A preocupação atual do ministro é assumir sem problemas a presidência do STF.

Outro fator preponderante para o posicionamento de Toffoli, segundo fonte segura, é a aversão entre todos os ministros do STF ao próprio advogado.

Zanin conseguiu angariar a antipatia generalizada e hoje certamente é um estorvo na defesa do meliante petista.

Por outro lado, há quem diga que Toffoli não é petista. É ‘Dirceusista”.

Faz sentido. Zé Dirceu está solto.

Jornal da Cidade