Subscribe:

15 de maio de 2017

Léo Pinheiro ferrou Lula ao entregar provas, mas foi ele quem pediu



Léo cumpriu o que prometeu e enviou ao juiz Sergio Moro todas as provas que dizia ter. Os documentos comprovam as obras no triplex 164-a do edifício Solaris, no Guarujá, litoral paulista, e num sítio em Atibaia, no interior de São Paulo.

A fonte é o G1. As provas incluem uma agenda eletrônica de celular com registros de supostos encontros de Léo Pinheiro com Lula e Paulo Okamotto (presidente do Instituto Lula), bem como com o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Cópias de mensagens de texto e e-mails estão incluídas.

 O mais divertido de tudo é que quando Pinheiro fez a delação, foi chamado de mentiroso não apenas por Lula como por grande parte da blogosfera petista. Deu no que deu: desafiado, Pinheiro ficou em situação difícil. Só restou entregar tudo que tem. Torcemos, assim, para que Lula continue desafiando os delatores e tomando na cabeça.

A Reunião

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...